Home Estratégia MB cumpre missão na “UNITAS LI”

MB cumpre missão na “UNITAS LI”

363
6

UNITAS LI_01Há 51 anos, a Marinha do Brasil participa da Operação “UNITAS”. Este ano, o evento reuniu navios do Brasil, Argentina, Estados Unidos da América e México.

No período de 13 a 26 maio, foram realizados exercícios de guerra antissubmarino, antissuperfície e antiaérea. Ao final da Comissão, foi simulada uma guerra entre países fictícios (laranja, amarelo e roxo), na qual o Brasil, representando o país laranja, conseguiu cumprir a missão e vencer a simulação.

Na manhã do dia 18 de maio, foi realizada uma Parada Naval, na qual todos os navios participantes se posicionaram no dispositivo cerrado por cerca de 20 minutos.

Após a Parada, o primeiro exercício foi o  Crossdeck, no qual os navios receberam, a bordo, helicópteros de outras unidades.

Nesse exercício, o helicóptero AH-11A Super Lynx, da Fragata “Constituição” (F42), pousou nos convoos dos navios mexicano, ARM ”Baja Califórnia”; argentinos, “ARA Sarandi” e ”ARA Robinson”; e o norte-americano “Spencer” (WMEC 905).

UNITAS LI_2

O exercício também foi executado pelas aeronaves AS565 “Panther” (México), SH-60B “Warrior” (Estados Unidos da América), AS550 “Fennec” e SA-316B “Alouette III”, ambos da Argentina.

No contexto das ações de guerra antissuperfície, foi realizado o exercício de tiro, “Gunnex 603”.

Nesse exercício, a F42 disparou tiros de canhão contra o alvo Killer Tomato, afundando o alvo.

Após o exercício de tiro, a F42 executou o “Leap-Frog” com o navio mexicano ARM “Baja Califórnia” e com os argentinos ARA “Robinson” e ARA “Sarandi”. Nesse exercício, os navios se adestram para a transferência de carga leve executando a aproximação e manutenção da posição, sem efetivar a passagem de material.

UNITAS LI_3

Para o Comandante da Segunda Divisão da Esquadra, Contra-Almirante Edlander Santos, exercícios como esses são importantes para a integração e interoperabilidade entre os países participantes. “Atuando com Forças amigas, nós podemos trocar conhecimento. Aprendemos com eles, e eles conosco”, disse.

Missão Cumprida

Na madrugada do dia 23, ocorreu a simulação de um conflito internacional, no qual o Brasil, Argentina, Estados Unidos da América e México  representaram três países simulados (laranja, amarelo e roxo).

A missão do Grupo Tarefa (GT) Brasileiro (país laranja) era escoltar o Navio-Tanque argentino, ARA “Patagônia”, do país amarelo, até a fictícia Ilha Manuel. Os GT Norte Americano e Mexicano eram os supostos inimigos e tentaram impedir a chegada do Navio-Tanque até a Ilha.

Durante o conflito, a equipe de Combat Camera do Brasil enviou  notícias para influenciar a ação dos inimigos. Por meio das notícias simuladas, foi possível criar um contexto histórico da simulação de guerra.

Ao final, o GT brasileiro cumpriu, com sucesso, sua missão na “UNITAS LI”, escoltando o navio “Patagônia” até seu destino.

O encerramento da comissão aconteceu no dia 26 de maio, na Escola de Guerra Naval de Buenos Aires. Representantes dos países falaram sobre lições aprendidas e desafios enfrentados. A partir do dia 27, a Fragata “Constituição” seguiu para Operação “Fraterno XVIII”.

UNITAS LI_4

FONTE: MB

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Bronco
Bronco
10 anos atrás

Bravo Zulu!!!

“AO ELO QUE NOS UNE, AO URSO!”

Dizem por aí que é a melhor tripulação e a Niterói em melhor estado operacional. Não deve se à toa que tem representado a MB em diversos exercícios recentes.

MO
MO
10 anos atrás

Broncofogo

Se a “Pioneira foi” até ai pode ser (não creio ultimamente, quem navegava mais era o Urso, a Leo Pirata e a Lili, mas se assim o fosse, era, pós treta de arraial do cabo

Reparou que não sae nada sobre ela …

Abs
MO

Bronco
Bronco
10 anos atrás

MO, que eu saiba a Niterói não foi à Unitas.

Aliás, este ano, segundo post do próprio poder naval, foram a Constituição e o submarino Tikuna.

Achei estranho, pois normalmente vai mais de uma fragata e/ou uma das Inhaúma também.

O eu quis dizer que já ouvi de mais de um militar que a Constituição (ou “Urso”) é, entre as fragatas Classe Niterói, o navio com melhor adestramento da tripulação e em melhores condições operativas.

Aliás, foi bom o MO tocar no assunto. Alguém tem mais notícias da Niterói depois do encalhe? Houve algum dano mais sério?

MO
MO
Reply to  Bronco
10 anos atrás

Bronco

Eu “si” confundi com isso:

“Dizem por aí que é a melhor tripulação e a Niterói em melhor estado operacional. ”

Desculpe
MO

Luiz Padilha
Luiz Padilha
10 anos atrás

Tava docada no AMRJ e creio ainda está lá.

Alexandre
Alexandre
10 anos atrás

Uma coisa é certa. Que a Constituição teve uma vida agitada nos ultimos ano e maio isso teve. Sempre operacional quando foi preciso. Desde o acidente com o Air France quando já voltavam de manobra no exterior, ao resgate quase imediato do navio escola canadense, só da ela. Não tenho dúvidas que o moral da tripulação deve estar bem elevado.