O plano estratégico da Marinha do Brasil previa o emprego do Navio-Aeródromo São Paulo (A12) como uma solução intermediária até que o País tivesse condições de construir um navio novo.

A modernização do NAe São Paulo permitiria um tempo maior para projetar e construir seu substituto – com deslocamento entre 50.000 e 60.000 toneladas –, aguardando condições orçamentárias mais favoráveis.

O planejamento divulgado em dezembro de 2014 visava modernizar o navio com novos sistemas de propulsão e de energia, e repotencializar os sistemas de lançamento e recuperação de aeronaves.

O grupo sueco Saab chegou a oferecer o desenvolvimento de uma versão navalizada do caça Gripen NG, que foi selecionado pela Força Aérea Brasileira para o Programa F-X2. As maquetes do NAe São Paulo e dos caças Gripen navais foram expostas nas feiras LAAD 2013 e 2015.

7
Deixe um comentário

avatar
7 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
daltonlGuizmoVader Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Vader
Membro

Kkkkkkkkk, eu olho as fotos dessa maquete e só me faz sorrir, rsrsrsrsrs…

Guizmo
Membro
Guizmo

Tem gente no FB que acha que o problema é apenas da classe política……..o Almirantado tem culpa, muita culpa

daltonl
Membro
Member
daltonl

O problema é de ordem econômica…que muitas vezes está relacionado com a política e sempre foi, revistas antigas que tenho mostram de forma cronológica década após década a maioria dos planos da marinha naufragando por falta de verbas. O exemplo recente mais cabal é o da corveta “Barroso”…sua construção abandonada durante uns 3 anos o que atrasou ainda mais sua entrega à marinha. . Má gestão ? Pode ter havido, mas, nenhuma marinha do mundo escapa disso e apenas má gestão não seria responsável por décadas de planos não realizados e verdadeiros “tapa buracos”, improvisações que a marinha tem sido… Read more »

Guizmo
Membro
Guizmo

É muito claro para mim que o principal motivo é má gestão. Se existe contingenciamento de recursos, se existe crise econômica, se existem dificuldades de repasse de orçamento à MB, qual o sentido de planejar ter 2 Frotas, gastar 30 anos de dinheiro para ter Submarino Nuclear, manter um Porta-Aviões? Como você mesmo disse, “não há ameaça externa visível”. Se houvesse coerência, não teria sido adquirido o A-12 nem os A-4. Sem dinheiro, a MB compra jatos de ataque mas não completa a construção de 01 mísera corveta? Não acho que isso é culpa de um deputado ou da crise?… Read more »

daltonl
Membro
Member
daltonl

Guizmo… . toda marinha tem seus planos…outra vez por exemplo se fazem planos para aumentar a US Navy, agora, para 355 unidades na chamada Frota de Batalha, e não há a menor possibilidade disso vir à acontecer…seria o ideal sem dúvida para a US Navy, assim como seria o ideal para a marinha brasileira ter 2 frotas, mas, foi apenas mais um dos planos elaborados pela marinha, um plano que tentava ser o mais exato possível sobre as necessidades futuras da marinha, mas, entre a formulação de um plano e sua execução há muita diferença e a marinha brasileira sabe… Read more »

Vader
Membro

A questão é a seguinte: . Marinha de país super-rico: vários PAs, a maioria deles nucleares. Vários Porta-Helicópteros. Vários cruzadores. Destroyers, fragatas e corvetas aos magotes. NaPaOc´s aos montes. Incontáveis navios de apoio. Inúmeros submarinos, a maioria nucleares. . Marinha de país rico: um ou dois PAs. Um ou mais Porta-Helicópteros. Alguns Cruzadores. Destroyers, fragatas e corvetas em boa quantidade. Muitos NaPaOc´s e navios de apoio. Inúmeros submarinos, sendo alguns nucleares. . Marinha de país remediado: sem PA, mas com pelo menos um bom Porta-Helicópteros. Bons destroyers, fragatas e corvetas, em quantidade suficiente. Vários NaPAOc´s e navios de apoio. Inúmeros… Read more »

daltonl
Membro
Member
daltonl

Depende Vader, do que você considera “marinha rica” e “inúmeros bons submarinos” ! . Alemanha Itália e Espanha possuem respectivamente 6, 6 e 3 submarinos relativamente “pequenos” com a Espanha em breve voltando a possuir seus históricos 4. . Austrália conta com submarinos maiores, 3000 toneladas de deslocamento submerso, mas, são apenas 6, com uma perspectiva de no futuro dobrarem esse número. . Japão conta com cerca de 20 grandes submarinos de propulsão convencional, 4000 toneladas de deslocamento submerso, incluindo 2 exclusivamente para treinamento…se o Japão necessitasse de submarinos de ataque de propulsão nuclear que custam cerca de 3 vezes… Read more »