Home Concorrências Internacionais Romênia lança aquisição de corvetas, de olho em ‘offset’ ​​para modernizar fragatas

Romênia lança aquisição de corvetas, de olho em ‘offset’ ​​para modernizar fragatas

3889
9
Fragata romena Regele Ferdinand, ex-HMS Coventry

Por Jaroslaw Adamowski

Varsóvia, Polônia – O Ministério da Defesa da Romênia iniciou o tão aguardado procedimento para comprar quatro novas corvetas para a sua Marinha para aumentar a sua presença no Mar Negro.

De acordo com o plano, o primeiro navio será construído no prazo máximo de três anos. Toda a aquisição deve ser concluída dentro de sete anos, de acordo com a documentação divulgada.

A aquisição é dividida em três etapas: qualificação, diálogo e avaliação das ofertas apresentadas.

“A fase de qualificação ocorrerá durante um período de 56 dias corridos após a data de publicação do convite à participação”, de acordo com a documentação, datada de 26 de fevereiro de 2018.

O navio deve ser habilitado com um deslocamento de pelo menos 1.600 toneladas. A aquisição é estimada em 1,6 bilhão de euros (US$ 2 bilhões).

O ministro da Defesa da Romênia, Mihai Fifor, disse que o acordo de compensação (offset) planejado deve ser usado para modernizar duas fragatas classe “Broadsword” (Type 22 Batch 2) operadas pela Marinha do país.

“Queremos retornar para a indústria de defesa doméstica tanto quanto possível”, disse Fifor à agência de notícias local Agerpres, próximo dos 2 por cento (do produto interno bruto gasto anualmente nos militares)”.

Um projeto de lei para adquirir as corvetas foi aprovado em fevereiro pelo parlamento do país. A legislação estabelece que o contratado selecionado deve possuir um estaleiro na Romênia, que está localizado no mar Mar Negro e/ou no rio Danúbio, e deve ser operado por uma entidade baseada em um Estado membro da União Europeia ou da OTAN. Isto significa que o único participante admissível do contrato é o construtor holandês Damen Shipyards Group, que possui uma instalação em Galati, no leste da Romênia.

FONTE: Defense News

9
Deixe um comentário

avatar
6 Comment threads
3 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
WagnerNunãoWalfrido StrobelifgsOtto Lima Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Bardini
Visitante
Bardini
PauloR
Visitante
PauloR

Acho que ate uma fragata de brinquedo é mais armada do que esse navio romeno

Otto Lima
Visitante

A título de informação, a Forţele Navale Române já havia feito uma concorrência em 2016 e decidido justamente pela construção de quatro unidades da Classe Sigma no Șantierul Naval Galați, filial romena do Damen Shipyard. O que mudou nessa nova concorrência foi a basicamente a inclusão de cláusulas de offset para a modernização das fragatas Type 22 Batch 3 “Regele Ferdinand” e “Regina Maria”.

Otto Lima
Visitante

ERRATA: onde está escrito “Batch 3”, lê-se “Batch 2”. Grato pela compreensão.

ifgs
Visitante
ifgs

Essas fragatas romenas são de um lote posterior às T22 brasileiras, mas assim como estas, não foram construídas com canhões de calibre superior a 20mm. Parece que esse canhão de 76mm que a Regele Ferdinand exibe hoje foi instalado pouco antes da entrega a Romênia. Eu me pergunto se em algum momento foi cogitado instalar esse tipo de armamento nas T22 brasileiras.

Nunão
Visitante
Nunão

Sim, foi cogitado, mas o custo dessa e outras modificações cotadas para modernização foi considerado caro pela MB, face o tempo previsto de utilização dos navios.

Walfrido Strobel
Visitante

Quando li que a Romênia iria comprar navio imaginei logo a Damen, esta unidade deve estar subutilizada, pois a Damen da Holanda repassou a ela as seções que caberiam a ela produzir dos dois primeiros navios fragatas da Marinha da Indonésia, que pelo contrato teria seções feitas pela Damen e outras feitas pela estatal PT-PAL da Indonésia. Me parece que a partir do terceiro agora em construção todas as seções serão feitas na Indonésia, o contrato preve a licença para 10 fragatas, mas a Indonésia não sabe se construirá todas ou vai parar na sexta. . Foram divulgadas esta semana… Read more »

Otto Lima
Visitante

Fragatas e corvetas Classe Sigma, NDDs Classe Makassar, submarinos U-209… Interessante notar a evolução da construção de navios de guerra na Indonésia, com aquisição de tecnologia estrangeira. Espero que o Brasil saia logo desse hiato e saiba fazer o mesmo com os submarinos Classe Riachuelo e as escoltas Classe Tamandaré.

Wagner
Visitante
Wagner

Se a Vishny Voloschek meter um Kalibr nessas fragatas romenas, elas tem como se defender ?