terça-feira, setembro 28, 2021

Saab Naval

Submarino indonésio declarado afundado, sem esperança de sobreviventes

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Uma varredura detectou o submarino a 850 metros de profundidade – bem além de seus limites de sobrevivência

A Marinha da Indonésia declarou no sábado que o submarino desaparecido KRI Nanggala (402)  provavelmente afundou, sem esperança de encontrar sobreviventes, depois que equipes de resgate descobriram vários itens que se acredita serem do navio.

“Com evidências autênticas que acreditamos ser do submarino, agora passamos da fase de ‘sub miss’ para ‘sub sunk'”, disse Margono em entrevista coletiva em Bali, onde os itens encontrados foram exibidos.

Os itens incluíam partes de um perfilador de torpedo, um frasco de graxa usado para lubrificar o periscópio e tapetes de oração usados por tripulantes do submarino. Autoridades disseram que o suprimento de oxigênio para seus 53 tripulantes acabou no início do sábado.

Margono disse que uma varredura detectou o submarino a 850 metros (2.788 pés), bem além de seus limites de sobrevivência.

Os familiares da tripulação tinham esperança de que o esforço de busca localizasse o navio antes que o suprimento limitado de oxigênio acabasse, mas o chefe da Marinha Yudo Margono forneceu evidências de que a Marinha da Indonésia acredita ser uma prova irrefutável do pior cenário.

“Continuamos fazendo a busca até encontrarmos e qualquer que seja o resultado”, disse o porta-voz militar da Indonésia, Djawara Whimbo.

O submarino foi declarado desaparecido na quinta-feira, depois que o navio submergiu durante os exercícios de treinamento na quarta-feira, a cerca de 60 milhas da costa de Bali. A Marinha desenvolveu um incrível esforço de busca, implantando uma frota de 24 navios e um avião de patrulha para vasculhar os mares.

A busca se concentrou em uma área onde uma mancha de óleo foi descoberta após o desaparecimento. Margono disse que o óleo pode ter saído de uma rachadura no tanque de combustível do navio, ou a tripulação pode ter liberado o combustível para reduzir o peso do submarino a fim de subir à superfície.

A busca inclui assistência de várias nações, incluindo Singapura, Malásia, Índia e Austrália. Os EUA se juntaram ao esforço no sábado, com um avião de reconhecimento.

- Advertisement -

43 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
43 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Camargoer

Olá a todos. Uma pena. Agora o desafio será determinar as causas do acidente.

Spitfire

Ola amigo. Primeiramente lamentar a perda das vidas. É uma situação muito dificil, principalmente para os familiares. Definitivamente a esperança de salvamento esgotou hj. O desafio de determinar as causas tb é bem complicado, pois acho bem dificil tirarem o submarino de uma profundidade tão grande. Nem sei se isso é possível, pois o caso que foi exitoso nisso que doi do kursk o sub estava a cerca de 100 metros de profundidade. E foi bem complicado. Desconheço outros desta magnitude. Diferentemente de acidentes aereos que existe a caixa preta que dão um bom acompanhamemto das funções principais do avião,… Read more »

Spitfire

Perfeito amigo… concordo totalmente.. muito provavelmente a causa ficará no campo de hipóteses

Jodreski

Sem trazer o sub à tona a investigação ficará bem limitada, assim como a do Ara San Juan. Eu juro que torci para estar errado quando disse que a chance deles estarem vivos era pífia. Infelizmente essa é uma realidade cruel que um submarinista precisa aceitar, se a embarcação apresentar problemas ou ela vem a superfície ou segue para o leito submarino, dificilmente há casos aonde a tripulação consegue nivelar o sub a uma profundidade rasa que permita o resgate. Deve ter sido uma morte assustadora, uma pena que se foram. Seria de grande valia que a investigação conseguisse determinar… Read more »

Ronaldo Rangel Pires

Camargoer, arriscaria dizer como causa a explosão de um torpedo?? Legal o vídeo. Soa como uma homenagem aos marinheiros.

Camargoer

Olá Ronaldo. O acidente do Kursk foi provocado por um torpedo enquanto que o acidente do San Juan parece ter sido provocado por problemas com as baterias. Acho que precisaremos esperar um pouco, principalmente porque a MB opera modelos 209. Saber o que aconteceu com o submarino indonésio poderá aumentar a segurança de operação dos Tupi. A tripulação era treinada, conhecia bem o submarino e os procedimentos eram padronizado e bem conhecidos. Acho difícil imaginar o que poder ter acontecido de errado que já não tivesse sido previsto pela marinha da Indonésia.

JT8D

A marinha japonesa na segunda guerra também sabia que antes de submergir é necessário fechar as escotilhas e, no entanto, perderam um submarino devido a esse erro infantil. O mesmo parece ter acontecido com um submarino nuclear indiano. Falhos humanas não ocorrem apenas por falta de conhecimento, mas também por exaustão, pressão excessiva, erros de comunicação e de coordenação, etc

Camargoer

Ola JT8D. Você tem razão sobre o efeito danoso que o estresse e o cansaço exerce sobre a tripulação. Há uma séria sobre desastres aéreos que relata vários acidentes decorrentes da fatiga da tripulação. Portanto, é preciso considerar essa possibilidade.

Fabio Araujo

Infelizmente foi confirmado o que era esperado, meus sentimentos aos familiares e ao povo indonésio! Espero que consigam recuperar os restos mortais dos tripulantes e destroços suficientes para que consigam descobrir a causa do acidente!

Antonio Palhares

Que os familiares sejam confortados. Que as autoridades esclareçam se este submarino tinha condições técnicas e pessoais. Para executar a tarefa para qual foi destinado, e causando sua destruição.

Luís Pereira

Que o Senhor tenha misericórdia! 😞

MFB

Qual senhor?

Camargoer

Caro MFB, se o comentário tem a ver com o fato da maioria da população indonésia ser islâmica, então creio que seja o mesmo Deus cristão e judeu.

Moriah

Muito triste. Agora ele vai para a patrulha eterna (como bem falou o MO) com o ARA San Juan.

Carlos Bonifácio

Uma notícia triste, porém em acidentes na qual estar envolvido submarinos ou aviões o desfecho não é o de se esperar

Meus sentimentos a família e a MARINHA da Indonésia

Spitfire

Ola amigo…interessante o video.. mas como o submarino sequer foi encontrado e portanto sem nenhuma pista sequer por onde a implosao teve inicio fica muito dificil neste momento tirar conclusões né, são analise de possibilidades mas que só poderão ser confirmadas analisando as condições atuais do submarino, se isso for possivel…

Spitfire

Ok amigo. Será bem complicada essa análise

Spitfire

Perderam-se varias vidas infelizmente. Era um submarino ja com um bom tempo de uso, e em quais condicoes estava? No caso do Ara San Juan tambem tinha tb muito tempo de uso e parece que em situações precarias de mantenimento… Isso é muito serio. Nao que no caso indonesia tenha pro lema de mantenimento, mas quanto mais antigo o meio maiores são as dificuldades neste sentido. Esses dois ultimos casos de acidentes graves de submarinos tem isso em comum, bem antigos. Penso que a MB deveria trabalhar na substituicao de nossos IKL mais antigos por meios mais novos, como um… Read more »

Last edited 5 meses atrás by Spitfire
JT8D

Olá Spitfire. Me parece que “mantenimiento” é uma palavra espanhola. Em português seria “manutenção” mesmo

Spitfire

Olá amigo. Mantenimiento sim é uma palavra em espanhol, mantenimento como escrevi é em português mesmo, com significado de subsistência, manutenção. Mas enfim, o significado é manter em condições operacionais

JT8D

Ou seja, manutenção

Jodreski

O problema não é a idade dos submarinos mas como a manutenção deles é feita. Assim como os aviões um submarino requer uma manutenção impecável. E também como aviões o casco de um submarino tem vida útil mas os subs são aposentados muito antes de atingirem a vida útil do casco visto que seus sistemas e armamentos ficam obsoletos e isso antecede a vida útil do casco. Ou seja, o acidente não ocorreu pq o sub não é “novo”, se fosse assim teríamos um número gigantesco de acidentes com submarinos Russos, Americanos, Chineses, Ingleses e etc. Países que possuem grandes… Read more »

Spitfire

Ola amigo. Um integrante da marinha da indonesia que acompanha as buscas informou que a profundidade maxima operacional deste meio “atualmente” estaria por volta dos 200m, levando em consideração a pressão já sofrida ao longo de décadas. Ou seja, a um “fragilização” natural, sem contar corrosão e outros aspectos. Isso vai limitando a atuação operacional do meio. Mas concordo que a maior dificuldade é achar componentes de reposição para itens tão antigos, e neste caso, adaptações acabam acontecendo. Olha, imaginando a pressão absurda que os submarinos são submetidos, imagine a dificuldade para evitar vazamentos. Lembrando ainda que esse é bem… Read more »

Last edited 5 meses atrás by Spitfire
Teropode

RIP 🙏53 🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹🌹

luiz jorge

Como leigo eu pergunto aos especialistas. Como pode acontecer semelhantes acidentes em pleno século 21. Por favor..

JT8D

Também acho estranho isso. Na segunda guerra os alemães operavam centenas de submarinos em situação muito mais precária e as perdas ocorriam praticamente só por ação do inimigo. Se eu fosse chutar eu diria que o treinamento das tripulações de muitas marinhas em tempo de paz talvez seja muito deficiente

JT8D

Não me parece que o San Juan ou o submarino indonésio tenham afundado em condições muito diferentes das condições operacionais dos submarinos da segunda guerra. Pelo contrário, por disporem de recursos de segurança mais avançados os submarinos atuais deveriam ser mais seguros. Isso torna ainda mais plausível a hipótese de treinamento deficiente

Camargoer

Olá JT&D. As perdas de U-boats forma extremamente altas. Na primeira guerra, foram perdido 204 U-boats de uma frota de 375. Na segunda guerra foram perdidos 759 U-boats de 1153. A guerra foi tão intensa que não houve tempo para se perderem submarinos durante treinamentos ou missões.

JT8D

Sim Camargo, foi ao que eu me referi quando disse “ação do inimigo”

Paulo Sollo

Amigo não sou especialista mas podemos consideraram que numa atividade onde não há margens para erros, sejam erros de operação ou de manutenção, ou falta de manutenção, mesmo em equipamentos novos, acidentes podem vir a ocorrer mesmo devido a deslizes muito pequenos. E em se tratando de equipamentos muito antigos como o ARA San Juan e este KRI Nanggala, a questão da manutenção é bem mais crítica, não apenas pela manutenção da integridade do casco, mas também dos seus sistemas internos. Segundo dizem este sub passou por modernização há 9 anos, mas o que foi feito? O que foi substituído?… Read more »

JT8D

Pois é. E como se explica submarinos afundando atracados? Eu acho que em tempo de guerra isso daria corte marcial e fuzilamento

glasquis 7

“Segundo dizem este sub passou por modernização há 9 anos, mas o que foi feito? O que foi substituído? E o que continuou sendo feito após isto?” Importante é se diferenciar Modernização de Manutenção. A modernização foi feita há 9 anos mas, um submarino passa por manutenções periódicas que independem da modernização. Não podemos considerar o caso do ARA San Juan, como algo corriqueiro nas frotas mundo afora. Muito pelo contrário, é uma exceção. Lembremos que o caso argentino passa pela extrema negligencia das autoridades da ARA que mascararam os custos de modernização em benefício de terceiros. Nesse nefasto incidente,… Read more »

JT8D

Eu desconfio que a demora dos EUA em oferecer ajuda foi porque eles já sabiam que não havia sobreviventes. Eles tem sensores acústicos naquela região para monitorar submarinos chineses e o som da implosão seria captado nitidamente. Obviamente eles não poderiam revelar isso, tanto em respeito à Indonésia e às famílias das vítimas, quanto por questões de sigilo militar

JT8D

Eu acredito ter lido que os australianos ofereceram ajuda de imediato, mas posso estar enganado. E obviamente, após oferecer ajuda deve-se aguardar a autorização do pais do submarino sinistrado, que é quem coordena as operações

Last edited 5 meses atrás by JT8D
Camargoer

Olá JT8D. As relações diplomáticas partem da ideia que as nações são soberanas e iguais. Claro que países com maior poder econômico ou militar serão capazes de exercer maior pressão diplomática. Esse difícil balanço é mantido por meio da diplomacia. Países diplomaticamente próximos são capazes de oferecer ajuda humanitária em momentos de calamidade, assim como países em situação de crise podem fazer pedidos de ajuda amplos ou específicos. No caso de um acidente como este, é razoável que ocorram tanto as ofertas quanto os pedidos de ajuda. O que seria estranho seria um país se negar a ajudar.

Alexandre

Estão nos braços de Netuno, estavam em missão e não há lugar que um submarinista queira estar.meus pêsames.

Jefferson

Que linda essa última imagem do submarino no fundo do oceano.
Triste acidente.

Renan

Este país estava ou está interessado em submarinos brasileiro. Acho que por conta da idade de seus meios. Então provavelmente a manutenção já não estava lá muito correto. Assim como o da Argentina. São poucas as pessoas que dizem não e toma um decisão difícil. Veja a MB estocou dois submarinos com 15 anos de uso pois não pode realizar as manutenções corretas. Quem teve está coragem? É muito difícil você retirar de serviço a principal arma de defesa de seu país. Uma pena que lá não o fizeram e vidas foram perdidas. Obrigado a MB que poupou vidas aqui… Read more »

glasquis 7

“Quem teve está coragem? É muito difícil você retirar de serviço a principal arma de defesa de seu país. Uma pena que lá não o fizeram e vidas foram perdidas. Obrigado a MB que poupou vidas aqui no Brasil. Vamos esperar mais notícias irá aparecer e confirmar es” Como assim, vc já foi informado sobre o que provocou o acidente? Já comparou os orçamentos militares de ambas nações? Está por dentro das Manutenções do submarino sinistrado? Agradecer a MB por ter “coragem” de não operar seus subs por falta de manutenção é quase uma “Ode à incompetência”. Um ato de… Read more »

Justin Case

Olá, amigos.

Interessantes comentários no link que segue:

http://gentleseas.blogspot.com/2021/04/indonesian-submarine-nanggala-likely.html?m=1

Abraços,
Justin

Osvaldo serigy

Que Deus conforte todos os familiares e receba esses guerreiros!

Carlos Campos

Uma pena, espero que a família das vítimas, possam superar bem o que aconteceu, acredito que os corpos descansarão parar sempre no fundo do mar.

Caio

Trágico, toda honra aos que vão no correto exercício do dever.

- Publicidade -

Últimas Notícias

Grécia assina MoU com o Naval Group e MBDA abrindo negociações para o fornecimento de fragatas FDI HN

Em 28 de setembro, Nikólaos Panayotópoulos, o Ministro da Defesa grego, Pierre Eric Pommellet, CEO do Naval Group, e...
- Advertisement -