segunda-feira, junho 27, 2022

Saab Naval

IMAGENS: Operação Aderex Anfíbia/Superfície/2021

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A Operação “ADEREX-Anfíbia/Superfície 2021” realizada entre os dias 20 e 28 de maio, na área marítima compreendida entre os estados de São Paulo e Espírito Santo, praticou intensos exercícios e adestramentos no mar, no ar e em terra.

A Operação incluiu um exercício de assalto anfíbio, com o emprego coordenado de meios navais, aeronavais e de unidades da Força de Fuzileiros da Esquadra. Mais de 2.300 militares participaram da comissão, distribuídos em dez navios da Esquadra e dos Comandos do 1º e 2º Distritos Navais.

O dia do assalto anfíbio, conhecido como “Dia D”, foi marcado pela realização do desembarque da tropa simulando a retomada de território hostil, na Praia de Itaoca, município de Itapemirim (ES).

Fuzileiros Navais e elementos de Operações Especiais dos Comandos Anfíbios e de Mergulhadores de Combate, a bordo dos navios da Esquadra, foram transportados por meio aquático e aéreo até a praia, onde realizaram técnicas de infiltração por Fast Rope, Terthered Duck, ações de reconhecimento e exercícios de deslocamento tático.

Durante toda a Operação, a capacidade operativa dos meios foi testada em exercícios de tiro, fainas marinheiras e operações aéreas. Para demonstrar a técnica de combate aéreo a incêndios, um adestramento de Bambi Bucket foi realizado, a bordo do NAM “Atlântico”, com apoio do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (HU-1).

Para o Comandante da 1ª Divisão da Esquadra e do Grupo-Tarefa, Contra-Almirante Marcio Tadeu Francisco das Neves, a Operação “ADEREX- Anfíbia/Superfície 2021”, contribuiu para elevar a capacidade operativa e expedicionária da Marinha e destacou o cumprimento de todos os protocolos de segurança estabelecidos para combater a Covid-19.

- Advertisement -

58 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
58 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Felipe Maia

Imagens belíssimas. Porém sempre tive uma dúvida em relação ao A-140 Atlântico.
Na popa da embarcação há uma rampa dobrável que pode ser conectada a um pontoon montável por guindaste.
Para quê ela serve exatamente? Seria possível os M-113 e Piranha III descerem por ela e irem até a praia por meios próprios? OU seria usada apenas para transferências a outra embarcação que ali atracasse? Nunca vi a MB operando essa rampa traseira. Já os Britânicos usavam para descer aqueles All Terrain articulados.

Equilibrium

A rampa só tem capacidade para 4 toneladas.

carvalho2008

o BVS-10 tem 11 ton amigo…. e passa por ela…esta na foto….

Alex Barreto Cypriano

Mestre Carvalho, acho que é um BV-206 de 4,5 t, vazio.

carvalho2008

Hummm…de fato…olhando mais proximo aquele parabrisa parece memo um Bv-206…..

Alex Barreto Cypriano

Algo mais pra 5 toneladas, já que um BV206 tem 4,5 t, vazio.

carvalho2008

https://www.marinha.mil.br/cgcfn/sites/www.marinha.mil.br.cgcfn/files/Anfibio2019.pdf

Acho que vc esta correto, ao menos numa referencia muito rapida do link acima, uma menção das LCVP MK5 lanchas, que carregariam o BV206….

Agora fiquei curioso….

Alex Barreto Cypriano

Excelente publicação, mestre Carvalho. Na pagina 30 se lê que a capacidade da rampa lateral e de popa é de 13 toneladas, cada. Não tenho porque duvidar. A não ser que sejam 13 mil libras (~ 6,9 toneladas). Já na pagina 33, tem uma LCVP Mk5 com um similar ao BV-206. Muito bom ver esta capacidade. Vivendo e aprendendo, 🙂

carvalho2008

Falam muito bem do BV-210. Parece que o unico problema dele é o desgaste das lagartas de borracha no asfalto. Já O BV-206 eu não conhecia, por isto fiz a confusão do modelo que o amigo alertou…um aprendendo com o outro!!! Obrigado!

Agora, eu realmente gostaria de ver uns 30 a 50 M-113 Arisgator no Brasil. Ele poderia mobiliar o PHM Atlantico pois estaria neste limite ai de peso. Pelo verificado, um AAV-7 é mais pesado do que as rampas podem aguentar.

carvalho2008

comment image

13 ton e 12 km/h na agua e capacidade Oceanica de estado de Mar 3, algumas referencias falam de Mar 4.

carvalho2008

notar como ele fica parecendo um Mini Clanf perto do AAV-7 ao lado. Mas cabem 10 tropas….

carvalho2008

comment image

Porque seria bom ter alguns destes? Primeiro porque logistica do M-113 é o que não falta no Brasil, ainda temos centenas deles..

E por manter plenamente sua capacidade aerotransportavel e pequeno em 13 ton, pode ser rapidamente desdobrado para qualquer ponto por C-130 ou o C-390….

Ainda por ser pequeno e leve , navios Ro-RO porta container podem lança-los ao mar em qualquer contingencia de reforço de navios que se faça necessario…

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

Seria um Mini AAV-7 de 13 ton e 10 tropas custando 20 -25% do Clanf

carvalho2008

A capacidade da rampa é de até 13 ton…no maximo…teoricamente possivel ao peso de um M-113. Mas o M-113 não é oceanico. As ondas podem afunda-lo. Seria necessario instalar a conversão de KITs da ARIS..e transforma-lo no Arisgator….excelente opção por 1/5 do custo de um AAV-7…apesar de somente transportar 10 tropas….mas fica rapido e funcional em estado do MAr 4.

carvalho2008

carvalho2008

Aqui o que era usado no HMS Ocean. O BVS-10 Viking de até 11 toncomment image

Alex Barreto Cypriano

Parece um BV-206, de 4,5 toneladas, vazio.

carvalho2008

hummmm.esta parecendo mesmo….

carvalho2008

comment image

carvalho2008

comment image

Leandro Costa

É algo de suma importância. Temos faltas de meios, temos até discutido prioridades erradas por parte da MB em diversos sentidos. Mas é sempre bom ver a MB se fazendo ao mar e treinando com o que temos.

Thom

Muito bom.
Mais precisamos de mais escoltas.
Porque precisamos de um força expecionaria tão grande como os fuzileiros?
Ao meu ver os FN’s são.
Brasil não tem pretensões em outros países como Moçambique, não há porque ter mais de 10 mil fuzileiros (Será isso tudo mesmo?).
Brasil devia ser uma força de autodefesa somente. Hoje não é nem isso em meios navais.

Allan Lemos

Brasil devia ser uma força de autodefesa somente.

Mas o Brasil já é somente uma força de autodefesa. Tanto é que algum infeliz teve a brilhante ideia de pôr na CF/88 a proibição do Brasil realizar operações ofensivas a menos que seja atacado primeiro.

Last edited 1 ano atrás by Allan Lemos
Allan Lemos

O Brasil deveria ter continuado com uma política imperialista.

carvalho2008

Fuzileiros são uma força de ação rápida.

Um país do Tamanho da Europa mesmo para suas fronteiras, precisaria de uma força de ação rapida…

O Brasil é o 3o país do mundo com o maior numero de divisas de fronteiras….

O Brasil possui mais de 10 países fronteiriços, quem tem tanto assim?

E do outro lado, o Oceano….

E do outro lado dos 10 paises fronteiriços com o Brasil, o Oceano….

Juarez

Qual a relação entre o tamanho de um com o número de países fronteiriços???
Se fosse por isto, o EU tem apenas dois países com fronteira seca deveria ser um 1/5 do CFN.
CFN e uma tropa de assalto, de tomada de terreno, portanto não tem absolutamente a nada a ver com fronteiras.
Com relação ao tamanho da fronteira marítima, a Austrália tem um a tão grande quanto a nossa e não tem CFN.

carvalho2008

Para 10 fronteiras, 10 relações diferentes, cada uma com sua pertinente facilidade e risco de relações. Para um país continental, uma das opções é vc pontilhar a fronteira com bases e tropas. A outra opção é você ter tropas de desdobramento rápido. O nome pode ser qualquer um, mas qualquer um que seja teriam caracteristicas similares aos fuzileiros, tal como paraquedistas também são. O elemento aquatico completa o cenario de desdobramento. A marinha deve ter capacidade pinçar um ou mais vizinhos que isoladamente ou não procure agredir o Brasil. Cabe ao exército empurrar para fora e cabe a marinha pressionar… Read more »

carvalho2008

O Brasil é o 3o pais com o maior numero de fronteiras no mundo….são 10 países com fronteiras com o Brasil…

A MB tendo Nae ou apenas Macaé, é responsavel por 25% do orçamento de defesa…

Qual seria o papel da MB caso algum país populista isolado ou em coalizão com outros vizinhos, ameace invadir? Somente FAB e EB teriam algo a atuar?

carvalho2008

Poxa…ninguem responde….não foi uma pergunta retorica…..qual seria o papel da MB?

Leandro Costa

Sem problemas. Realmente não tinha visto a pergunta antes. O papel da MB vai depender muito do(s) vizinho(s) brigão(ões). Se tiverem acesso ao mar, a MB deve tentar negar o uso do mar ao inimigo. Tanto em relação à ações ofensivas quanto em relação à abastecimento de material de guerra. Ao mesmo tempo acredito que a MB deveria sempre tentar amarrar o máximo de forças inimigas tentando guardar a costa ante uma possível invasão. Todo mundo sabe que temos meios de desembarque e o maior exército da região, o que poderia colocar uma bela pulga atrás da orelha de qualquer… Read more »

carvalho2008

Pois então, assim esta perfeitamente respondido….e concordo…com nossa força de fuzileiros, qualquer um dos 10 paises fronteiriços , mesmo em coalização entre si, podem ser pinçados pelos Fuzileiros brasileiros em suas praias, forçando com que abandonem suas forças em nossas em nossas fronteiras. Prover a capacidade de pinçar cada um deles é impar. Nosso exercito bloqueia a fronteira e nossa marinha e fuzileiros os forçam a sair tambem dela pois estaria ameaçando seu litoral.

Isto falando-se apenas em fronteiras, mas existe uma diversidade de outras missões estrategicas inerentes a forças de desdobramento rapido tal como os fuzileiros assim o são.

Leandro Costa

Carvalho, se me lembro bem, após aquele episódio da tomada das refinarias brasileiras pela Bolívia, na surdina passou pelos legisladores um pedaço de papel que dava ao Brasil a capacidade legal de intervir militarmente em outros países para salvaguardar os interesses Brasileiros, efetivamente dando capacidade de resposta ao Brasil a eventos como aquele. Isso não se concretizou no caso de Honduras, por exemplo, embora tivéssemos capacidade se uma ação fosse pensada com um pouco de criatividade. Fiz uma pesquisa rápida ontem sobre isso, mas não achei nada. O momento extremamente polarizado politicamente no Brasil dificulta a busca, mas lembro-me claramente… Read more »

carvalho2008

Tambem lembro

Bardini

comment image
.
Alguém sabe o motivo da “Liberal” ter os laçadores do Exocet direcionados para a proa?

Last edited 1 ano atrás by Bardini
carcara_br

Posicionamento do radares de designação de alvos?

Flanker

Apenas achismo meu, mas acredito que os lançadores podem ser movidos, variando seu ângulo em relação ao eixo longitudinal do navio. Acredito que eles não tenham apenas uma posição de montagem/colocação.

Bardini

Eu só me lembro de ter visto esses lançadores montados apontando para os bordos nas FCN. E acho que são fixos… E além do lançador, tem o defletor para atenuar a queima do motor do míssil. . Minha teoria é de que, como o míssil é perna curta, essa montagem reduz o RCS do navio, que navega mais de “frente”, quando este está se direcionado para a região de lançamento dos mísseis. E como estão ambos apontando para frente, o tempo de disparo entre um e outro, fica menor. . Mas, sei lá… Capaz de ser um motivo bem diferente… Read more »

Last edited 1 ano atrás by Bardini
Flanker

“Eu só me lembro de ter visto esses lançadores montados apontando para os bordos nas FCN.”

Eu tb, Bardini. Acho que só a Liberal tem essa configuração. E a possibilidade que vc aventou é bem plausível.

Dalton

Meu palpite é que a “Constituição” e a “Liberal” originalmente foram designadas fragatas multi propósito, diferente das outras 4 anti submarinas e foram desde o início equipadas com suportes para mísseis anti navio “apontados” para a frente que foram mantidos.

Teropode

Uma reformulação pontual seria o ideal para nossas FAs , começando por uma reforma administrativa , terceirizando “toda” área de suporte que pode ser confiada a civis , além de uma reforma previdenciária para as novas admissões e uma redução no valor das pensões dos atuais , na área operacional manter os esforços para completar o número de Scorpenes e dar sequência no SN , contratando mais 1 ao invés de contratar mais convencionais , a venda de 3 Tupi class garante o início dos cortes de chapa do 2 Subnucle , não adquirir mais nada de ” oportunidade” por… Read more »

Enes

Deus nos livre desses dois, já estariam muito velhos e desgastados.

Teropode

O orçamento de defesa do Brasil é um dos maiores do mundo , vemos marinhas com orçamento menores e muito mais bem equipadas , todo sabemos onde está a falha na administração destes recursos e também que não é fácil corrigir de um dia pra outro , dito isto : Há meios legais e racionais para aliviar este nó no pescoço , se for criados novos braços para o sistema de defesa nacional ( como fizeram os EUA com a força espacial ) , com um novo sistema administrativo e certamente um novo estatuto que rege salários , previdência e… Read more »

Allan Lemos

Não sei se é motivo de orgulho. Com tantos privilégios que eles dão a se mesmos todos os anos, o mínimo que têm que fazer é treinar um pouquinho a tropa para pelo menos fingir que estão preparados para enfrentar uma agressão estrangeira.

Allan Lemos

Companheiro, eu apenas não gosto de me enganar, também sempre falo o que penso, doa a quem doer, é um defeito meu o tal do sincericídio.

Elias

Quer saber de privilégios procure no STF e congresso nacional onde seu deputado está na benesses que o nosso imposto oferece

Antonio SANTOS

Opa, legal, mamata nas forças armadas pode porque o STF e o CN também o fazem. Passa mais pano, amigão. Esse blog é sobre Forças armadas e não sobre STF. Aqui as criticas e elogios devem ser voltados à Marinha, Força aérea e Exército.

Marcelo Andrade

Sim, mas critica com fundamentação ok?

Teropode

Tá passando da hora de desvincular Guarda costeira e Fuzileiros da MB , deixando para a Marinha a operação de Submarinos , Fragatas , corvetas , porta- aviões e cruzadores porta-mísseis , a patrulha offshore fica por conta da GC , incluindo ações com a receita federal e aos Fuzileiros caberia operar os navios de desembarques anfíbios , incluindo o Prisco , a Marinha assim dará origem a 2 novos elementos das forças Armadas da nação , com novas diretrizes , novas normas administrativas e mantendo o status militar , Minas fez isto a 20 com os bombeiros .

Welington S.

Nos States os Marines é o quarto poder se não me engano… no Brasil seria o mesmo?

Luciano

Lindas fotos! Mesmo com todas as limitações, é importante tá realizando exercício!

Uma questão…por que os CLAnfs estao desdentados?

Alex Barreto Cypriano

Bela foto da corveta Barroso.

JagdVerband#44

Anos 70, aí vamos nós!

Renan

Nestas horas gostaria de ser o presidente.
Para reordenar o orçamento militar e conseguir comprar meios modernos para exercerem com sucesso suas missões.
Um treinamento muito belo, e deveria ter dinheiro para realizar com maior envergadura e com mais frequência.

Parabéns a MB .
É para isto que pagamos imposto, para ter uma marinha treinada e tirando leite de pedra.

Renan

Já pensou um treinamento destes com uma simulação com
3 Riachuelo infiltrando mergulhadores
2 patrulha Amazonas
Barroso
2 Niterói
4 Tamandaré na escolta
O atlântico
O Bahia
O navio de desembarque anfíbio g25 e g28
Todos os helicópteros possíveis de embarque em cada navio
Com ao menos 6 h2 sabre partindo do Atlântico.
Todo o possível de blindado anfíbio.
O kc390 lançando paraquedista
O A4 lançando bombas em posição fortificada.
E em terra o exército tentando barrar este ataque com todos os seus meios.
Ficaria show

carvalho2008

Ai não vale…rzrzrz…vc emprestou os Sabre para a MB…..mas seria interessante sim…. De todos, o que seria muito desequilibrante, seria os Riachuelo com uns 8 misseis de cruzeiro cada sendo disparados pelo Tubo de torpedos….a missão, atingir de forma stealth r antecipada ao ataque, os pontos estrategicos de defesa do continente…..daria uns 32 misseis direcionados as bases aereas mais proximas do litoral, estações de radar….não é algo distante de se alcançar agora….implementar de forma rapida um Missil cruzeiro superficie superficie e superficie-terra é plenamente viavel…. fazer um ensaio operacional com os Sabre no Atlantico seria interessante….mas acho que podem ocorrer… Read more »

Glasquis 7

Nestas horas gostaria de ser o presidente.
Para reordenar o orçamento militar…”

Não é o Presidente que faz isso.

Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

MODELISMO: Ateliê de Maquetes de André Gomes

O Ateliê de Maquetes de André Gomes produz modelos navios de guerra e mercantes sob encomenda. (Contato: 21-96598-8318 e...
- Advertisement -