quarta-feira, dezembro 1, 2021

Saab Naval

Porta-aviões dos EUA recebe 12 oficiais da Marinha Indiana no exercício Malabar do ‘Quad’

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Japão e Austrália se unem para exercícios de guerra antissubmarino na Baía de Bengala

Membros do Diálogo de Segurança Quadrilateral – EUA, Japão, Austrália e Índia – realizaram exercícios de defesa conjunta no Oceano Índico no dia 14 de outubro, fortalecendo ainda mais sua parceria de segurança em meio à crescente influência militar da China na região.

A segunda fase do exercício anual Malabar, que incluiu todos os quatro membros do Quad pelo segundo ano consecutivo, começou no dia 11 de outubro, de acordo com a Força Marítima de Autodefesa do Japão (JMSDF).

No último dia, o Chefe de Operações Navais, almirante Mike Gilday, principal comandante da Marinha dos EUA, recebeu 12 oficiais da Marinha Indiana a bordo do porta-aviões USS Carl Vinson.

Entre os visitantes estavam o chefe do Estado-Maior da Marinha, almirante Karambir Singh e o vice-almirante A.B. Singh, comandante-chefe do Comando Naval Oriental.

“Esta visita ao Carl Vinson durante o Malabar foi uma oportunidade importante para ver em primeira mão a integração entre nossas duas marinhas no mar”, disse Gilday em um comunicado à imprensa da Marinha dos EUA.

“Se nossas marinhas continuarem a se exercitar juntas, como estamos fazendo agora ao lado das forças navais japonesas e australianas, não há dúvida de que nossa parceria continuará a crescer. A cooperação, quando aplicada ao poder naval, promove a liberdade e a paz e evita a coerção, intimidação e agressão”, disse ele.

Os participantes da Marinha dos EUA incluíram o porta-aviões USS Carl Vinson, o cruzador de mísseis guiados USS Lake Champlain, o destróier de mísseis guiados USS Stockdale e um avião P-8A Poseidon de patrulha marítima e reconhecimento.

O Japão enviou seu porta-helicópteros JS Kaga e o destróier JS Murasame.

Representando a Marinha Indiana estava o destróier de mísseis guiados INS Ranvijay, a fragata stealth multirole INS Satpura e um avião de patrulha marítima e de reconhecimento P-8I.

Os participantes da Marinha Real Australiana incluíram a fragata HMAS Ballarat e o navio de reabastecimento de frota HMAS Sirius.

A presença de múltiplas aeronaves de patrulha marítima e reconhecimento sinalizou que os participantes estavam engajados em exercícios de guerra antissubmarino na Baía de Bengala.

Durante a primeira fase do exercício Malabar, que começou em agosto, os países praticaram operações marítimas perto de Guam e no mar das Filipinas. Os exercícios deste ano foram estendidos ao longo de três meses, ao contrário do exercício de cerca de oito dias realizado em novembro 2020.

O exercício Malabar começou originalmente como exercícios bilaterais entre os EUA e a Índia. O Japão aderiu oficialmente à estrutura em 2015 e a Austrália voltou no ano passado.

Os líderes do Quad realizaram sua primeira cúpula em pessoa no final de setembro, prometendo em uma declaração conjunta “enfrentar os desafios à ordem baseada nas regras marítimas, incluindo nos mares do Leste e do Sul da China.” Mas a declaração não mencionou a própria China ou a cooperação de defesa dos membros, provavelmente sem levar em consideração a posição da Índia de que o Quad não é uma aliança militar.

O bloco quer evitar levar a China longe demais no palco diplomático. Em vez disso, fará exercícios conjuntos em grande escala regularmente para demonstrar sua cooperação e desencorajar movimentos excessivamente provocativos de Pequim.

O último exercício ocorre quando os exercícios multilaterais, incluindo aqueles envolvendo atores europeus, tornam-se gradualmente comuns no Indo-Pacífico.

Japão, Estados Unidos, Reino Unido, Holanda, Canadá e Nova Zelândia participaram de um exercício de dois dias a partir de 2 de outubro na costa das Ilhas Nansei do Japão, não muito longe de Taiwan. Entre os participantes estavam o USS Ronald Reagan e o Carl Vinson dos EUA, bem como o HMS Queen Elizabeth do Reino Unido

O Queen Elizabeth também praticou operações marítimas com a JMSDF no final de agosto no Mar da China Oriental, enquanto o Reino Unido aproveita o desdobramento do porta-aviões na Ásia para aprofundar sua cooperação de segurança com o Japão. A JGSDF (Força Terrestre do Japão) conduziu um exercício conjunto simulando defesas em ilhas remotas com os Exército Francês e o Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA no Japão em maio também.

FONTE: Nikkei

- Advertisement -

10 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mk48

“Entre os visitantes estavam o chefe do Estado-Maior da Marinha, almirante Karambir Singh e o vice-almirante A.B. Singh”
.
São parentes ?
.
Olha o Nepotismo aí, hein?
.
😂😂😂😂

Burgos

Sem querer, mas querendo !!!
Fazendo o trocadilho !!!
🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣
Mk vc não vai pro céu !!!😈

Mk48

😎😎😎😂😂😂

Zeus

Prezado, fiquei curioso e fui pesquisar:
“Singh é um título, sobrenome ou apelido Indiano tradicionalmente utilizado pelos sikhs do sexo masculino. Significa “leão” e o seu uso é obrigatório para todos os que foram iniciados na Khalsa ou comunidade dos sikhs. Algumas pessoas que ainda não foram iniciados na Khalsa poderão também usar o nome.”

Mk48

Obrigado. Aprender é sempre bom !

Carlos Campos

Malabar aconteceu ao mesmo tempo do treinamento do sino-russo, e ainda tive que ler que os EUA estavam com medo, que estavam acabados, não que a China e a Russia sejam fracas, mas o poder combinado do QUAD é superior, só de PA tem 13 nesse grupo, mais porta helicopteros. pra crianças torcedoras, não tem jogo ganho, qualquer um dos lados pode vencer, mas por poder e numero a vale ordem ainda domina.

Tiger 777

Todas as etnias da Índia, tem participação no Estado. Um país que não tem histórico de discriminação. Se não me engano, o principal cientista nuclear da Índia, é muçulmano.

Carlos Campos

não tem? acho que vc precisa pesquisar mais.

Tiger 777

Carlos, eu sou judeu. A Índia nunca nos perseguiu.

Emerson

Desejo solenemente que Tio Sam e seus aliados, tenham muito com o que se divertir do outro lado do mundo 🤭🤭🤭

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

Naval Group lança o ‘Duguay-Trouin’, segundo submarino nuclear de ataque tipo ‘Barracuda’

O Naval Group lançou o segundo submarino nuclear de ataque (SSN) do tipo Barracuda para a Marinha Francesa (Marine...
- Advertisement -