domingo, setembro 19, 2021

Saab Naval

Array

Vox blog, vox Dei: S-3 Viking

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

s-3-viking-1.jpg

Na nossa última enquete perguntamos aos leitores: Qual seria a melhor opção de aeronave AEW/COD para a Marinha do Brasil?
47% votaram no S-3 Viking, 33% no S-2T Turbo Tracker e 10% em helicópteros Sea King adaptados. 9% votaram no helicóptero russos Ka-31.
Nas fotos, um S-3 Viking em detalhe. Notar o estado de conservação do avião.

s-3-viking-2.jpg

s-3-viking-3.jpg

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
André

Eu sei o que significa a sigla AEW, mas COD o que seria?
Sds a todos.

Vassily Zaitsev

A catapulta seria capaz de lançá-lo????????????????????

E os aparelhos de parada (cabos), aguentariam o tranco?????????????

Vassily Zaitsev

COD, capacidade de carga/transferência de combustível (revo). mais ou menos isso.

André

Valeu pela informação, Vassily.
Sds.

Mauricio R.

COD = Carrier on board delivery.

Não é uma aeronave REVO, mas de carga/passageiros.

A US Navy tem no C-2B, derivado do E-2 Hawkeye, sua aeronave COD.

Não é um ac fácil de ser voado, pelo tamanho da envergadura tem o costume de flutuar antes de tocar o convoo.

Bosco

Isso mesmo Vassily. COD significa “Carrier Onbord Delivery” e as aeronaves são usadas para entrega de carga e transferência de pessoal a bordo de um NAe.

Nimitz

Caramba, os S-3 estão caindo aos pedaços.

Nunão

Nimitz, não me surpreenderia se o fato deles estarem “mal na foto” seja por que o Galante não deve gostar dos S3 – afinal, foi ele que fez o post e escolheu as fotos a dedo, hehe.

Nunão

Sobre a enquete:

Santos! Santos! Santos sempre Santos!

Bosco

As funções do S-3 na USN serão distribuídas entre os MH-60R (ASW), os F-18E/F (REVO), o C-2A (COD).
Se não me engano, após 2009 só veremos a versão ELINT (ES-3A) que conta com poucas unidades.

Bosco

Será que existe algum programa sério para o desenvolvimento de uma versão AEW do S-3?comment image

Bosco

Alguém sabe por que a USN vai deixar de operar uma aeronave anti-submarina de asa fixa?
Seria pela grande eficiência do MH-60R, pela ineficiência dos atuais sistemas de detecção de anomalias magnéticas (MAD) frente aos atuais submarinos, ambos ou tem uma outra explicação?

Bosco

Se não estou enganado, nem o MH-60R nem o futuro P-8 Poseidon terão MAD.

Medeiros

Olá, estava comparando o S-2 com o EMB-120, o Brasília tem características muito similares e superiores ao S2, não seria o caso de fazermos adaptações de projeto (pois temos o know-how) e operar uma aeronave robusta como esta em vez de um avião mais defasado, imagine um Brasília naval, que coisa hein! É de se pensar. Poderíamos vender para muitos países como opção mais econômica. O que acham?

Marcelo R

Pelo estado que está. Quantas latas de cerveja dá para fazer com um S3 para reciclagem ???

Bosco

Um Brasília naval seria no final do projeto um avião completamente diferente e não guardaria nenhuma semelhança com o atual.
As asas teriam que ser altas, o trem de pouso reforçado, um reforço estrutural geral, maior resistência à corrosão, aviônica apropriada para operações sobre o mar, engate para a catapulta, gancho de parada, etc.

airacobra

s-2t

não é viavel o emprego do s-3

marujo

Tendenciosas ou não, as fotos mostram aviões em condições lamentáveis. Parecem aviões de museu antes de recuperação.

jean

Boa noite.

Senhores!

No primeiro momento eu achei que seria o melhor para estas funções, dentro de pacote de modernização parecido com R99 feito pela Embraer, mas para minha infelicidade o A12 e o S3 não são compatíveis, mas os S2 modernizados darão conta do recado!

Invencible

Caramba! O São Paulo não é compatível com nada… Bom! O S-3 talvez não seja a melhor alternativa. Então o S-2T seria uma saída!. O importante é que a MB tenho uma aeronave deste tipo. Ela não irá operar para sempre mas por um tempo. Temos um Porta-Aviões que está no fim de sua vida útil, mas podemos deixar ele equipado com aeronaves operacionais e com alguma utilidade. Ter um Porta-aviões com os A4-M, S-2T e helicopteros é um grande passo e representa uma grande arma para projetar poder, para patrulhar nossa costa e para participar de um coalizão (se… Read more »

direto do fundo do mar

Os S3 estão um bagaço e a culpa não é do Galante não. Eu os vi no George Washington e estão mesmo surradinhos.
Alias, só vieram no GW para mostrar a MB sua funcionalidade em PAs.
A US Navy não os usará mais.
Portanto, que venham S2 e deixemos esses S3 por lá mesmo afinal, para o que a MB quer, o S2 faz e muito bem.
Uma pena a enquete ir em direção de uma aeronave que viria para nós com um custo de manutenção mais alto do que os AF-1.
Uma pena!

Edilson

Continuo insistindo na possibilidade de se adquirir algumas células do S-3 e convertê-los em aeronaves de esclarecimento marítimo, ou até mesmo ataque de superfície baseado em terra.
uns 24 deles substituiriam os Bandeirulhas até a entrada dos efetivos P-3 e ou os seus substitutos.
seriam bons para missão de vigilância e escuta eletrônica.
acredito que muitas célullas ainda estejam em boas condições e poderiam ser recuperadas.
os 4 que podem ser 12 sea hawks, que são novos mas que podem ter o sonar recondiocionados + os 12 super lince, estarão supercarregados na missão de defeender a amazônia azul…

Corsario-DF

Galera, o pessoal tá esquecendo que na USNavy os aviões realmente ficam no mar quase a totalidade de sua vida útil. E não é como no Brasil que ficam estocados em hangares em terra sem turbinas… Mas deixa pra lá. É lógico que as células de S-3 devem estar muito surradas como essas das fotos, mas imaginar que os S-2 vão estar a mil maravilhas aí é sacanagem. É a mesma coisa que pegar uma senhora de 60 anos e realizar umas plásticas e silicone nela, vai até dar uma ajeitadinha, mas no final das contas é uma coroa. Enquanto,… Read more »

Corsario-DF

Que foto ridícula esse radar “domo” do S-3 em Bosco? Seria muito melhor um Ereye montado sobre ele…

McNamara

Esses S-3 estão no bagaço, a única justificativa seria a de que iriam operar no bagação, que é o São Paulo, mas as catapultas do Opalão não conseguem lançar o S-3 “full”, então, vamos por os pés no chão, e rezar para que consigamos ter uma mínima capacidade operacional, com os A-4 modernizados, os S-2T COD e REVO, uns seis Seahawk e fazer uma procissão, acreditando que deus é mesmo brasileiro, e que o mundo é bonzinho, e ninguém vai nos atacar nunca.

Nelson Lima

Esses aí Viking estão a deriva.Que venham os velhos tracker de novo

Invencible

Como citado anteriormente…

Se temos o R-99 pronto para que comprar os P-8?

Resposta: Para incentivar a indústria nacional de defesa, mas nesse caso da ESPANHA.

Caramba, o R-99 é um equipamento moderno e poderia ser utilizado no nosso litoral. Mas é melhor pegar as células mais antigas dos P-8 e dar uma calibrada para ficar com um equipamento meia bomba que logo será substituido por quem? Vejamos os R-99????

Paulo Costa

Os S-2 são mais antigos que os S-3 Viking´s,
e tem varias fotos dos S-2 como novos…
Nada como uma boa revisão,e pintura…..

Corsario-DF

Invencible, você quis dizer P-99 e P-3 Orion correto? Pois o P-8 Poseidon é a futura aeronave patrulha da USNavy baseada no Boeing-737NG, enquanto o R-99 (A e B) são aeronaves AEW/Sensoriamento remoto.

Paulo Costa, você simplesmente disse tudo.

Sds.

Tiago Jeronimo

A voz do povo pode até ser a de Deus, mas escolher um avião que ninguém mais usa e ainda numa versão que nao existe(AEW) em vez o Trio E/C/S-2 não é uma escolha muito sábia…

Invencible

O São Paulo pode operar o E-2C Hawkeye ou sua ultima versão?

So existem no mundo o S-2 e o S-3?

Por que não comprar uma aeronave de ponta para isto? Serão poucas unidades mas que podem ser usadas por um longo período.

McNamara

O Hawkeye 2000 não está disponível para o Brasil, prezado Invencible.

Invencible

E o E-2C Hawkeye prezado McNamara?

O que não está disponível é o avião ou seus equipamentos?

Falo da aeronave. O equipamento para ela viria de outra forma.

Afinal o equipamento desta aeronave é bastante sensível.

McNamara

Prezado Invencible ( ainda que o certo seja Invincible, o nome do navio aeródromo inglês ) . Quando você fala em última versão do Hawkeye, trata-se do Hawkeye-2000. O E-2C é mais antigo, não é de “ponta” como você sugere.
Comprar um Hawkeye,só a aeronave, para quê? É um turboélice como o S-2T. Se for para recheá-lo eletronicamente, certificá-lo e testá-lo, vamos fazer isso com o S-2T que é mais barato.

ronaldo de souza gonçalves

esse aviões estão na hora de aposentar ,se partirmos por algum outro celulas novas ou menos caidas que estas e so rechea-las com eletronica e teriamos um aviaõ pro a-12 e pro a-13 alias por muito mais tempo.

Ivan - PE

Os S-3 Vicking são aviões incríveis, pequenos o suficiente para um porta aviões e com alcance apropriado para ASW, AEW e REVO. Votei neles e mantenho o voto. A maioria deve estar mesmo acabada, pois os norte americanos já planejam retirá-los de serviço faz algum tempo. Mas são jatos, com motores atuais. Seriam escolhidas as melhores células e depois reformadas (sem troca do tipo de motor). Os motores inclusive são atuais e econômicos Estam voando. ASW e ASuW já fazem com galhardia, inclusive com versões modernizadas utilizando os MAVERICK para querra litorânea. REVO, sem maiores adaptações, dão show… com reforma… Read more »

Ivan - PE

Em tempo.
Ameaça maior no Atlântico ainda é a submarina.
As distâncias neste TO são sempre grandes, e precisam ser cobertas com rapidez… e este meu argumento por um avião, melhor ainda um jato econômico (verifiquem os motores destes Vickings).
Sds.

Tiago Jeronimo

Se o F/A-18E/F está disponivel para nós porque o Hawkeye 2000 não estaria, você se baseia em algum fato ou é só a sua opinião caro McNamara?

Invincible

Prezado e sábio McNamara.

Eu sei que o Hawkeye-2000 é o modelo mais novo do E-2C. So que se você comparar um S-2 com um E-2C verá que o E-2C é mais novo.

Eu fiz a comparação S-2 com o E-2C devido ao seu veto antecipado da compra do Hawkeye 2000.

Como o Tiago disse: “Se o F/A-18E/F está disponivel para nós porque o Hawkeye 2000 não estaria, você se baseia em algum fato ou é só a sua opinião caro McNamara?”

Afinal, por que eles não venderiam essa aeronave?

PS: Obrigado pela correção do nome.

Nautilus

O fato de os participantes do blog votarem em sua maior parte no S-3 não o faz o ideal para a MB. Os S-2T reformados pela Marsh estão em muito melhor condição do que esses surrados S-3. A Marsh entrega os aviões com potencial de 12 mil horas de vôo. Com um bom “recheio”, representarão uma solução muito boa para o grupo aéreo do São Paulo, ao lado dos AF-1M e dos SH-60.

Edmar

Será que depois de modernizado esse avião vai aguentar o tranco?

Bem, é melhor telo do que não ter nenhum….

- Publicidade -

Últimas Notícias

Como foi feito o acordo entre a Austrália, Reino Unido e EUA para o compartilhamento da tecnologia de submarinos nucleares

The Times: ‘Como uma cena de Le Carré’: como o pacto do submarino nuclear foi o maior segredo do...
- Advertisement -