esquadra2

organograma_esquadra

O ComemCh, sediado no Rio de Janeiro, planeja as operações navais e aeronavais da Esquadra brasileira, supervisiona o emprego das Forças de Superfície, de Submarinos e Aeronavais; e organiza a manutenção dessas forças e das organizações militares subordinadas. Seu atual comandante é o vice-almirante Fernando Eduardo Studart Wiemer.
O ComemCh tem como missão executar as tarefas básicas de controlar áreas marítimas; negar o uso do mar ao inimigo; projetar poder sobre terra; e dissuadir atitudes hostis contra áreas marítimas de interesse do Brasil.
Clique no gráfico para conhecer o organograma das unidades subordinadas ao ComemCh.

A Esquadra é o conjunto de Forças (navios, meios aéreos e de fuzileiros navais destinados ao serviço naval, pertencente ao Estado e incorporados à Marinha do Brasil) e navios soltos, posto sob comando único, para fins administrativos.
Administrativamente, a Esquadra é subdividida em Forças, as quais são organizadas de acordo com o meio ambiente em que suas unidades operam. Daí, temos, a ela subordinadas: a Força de Superfície (ComForSup), a Força de Submarinos (ComForS) e a Força Aeronaval (ComForAerNav). Para apoio ao Comando-Em-Chefe da Esquadra (ComemCh) na organização das diversas operações delegadas à Esquadra, existem ainda duas unidades a ele subordinadas: o Comando da Primeira Divisão da Esquadra (ComDiv-1) e o Comando da Segunda Divisão da Esquadra (ComDiv-2).

Além das Forças Navais, a Esquadra possui, sob sua subordinação, a Base Naval do Rio de Janeiro (BNRJ), situada na ilha de Mocanguê, na baía da Guanabara, onde fica sediada a maior parte de seus meios, o Centro de Adestramento Almirante Marques de Leão (CAAML), cuja atividade principal é treinar o pessoal que guarnece os navios da Esquadra, com ênfase no desempenho de Operações Navais e Controle de Avarias, e o Centro de Apoio a Sistemas Operativos (CASOP), destinado a garantir o pleno funcionamento dos sistemas de combate instalados nos navios e o Centro de Manutenção de Embarcações Miúdas (CMEM).

“Os povos sãos e fortes, as nações másculas e livres amam nas suas Esquadras
a imagem de sua própria existência.”
Rui Barbosa

esquadra-quadro

Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista especializado em temas militares, editor-chefe da revista Forças de Defesa e da trilogia de sites Poder Naval, Poder Aéreo e Forças Terrestres. É também fotógrafo, designer gráfico e piloto virtual nas horas vagas. Perfil no Facebook: https://www.facebook.com/alexandregalante

8 Comentários para “ComemCh: Comando-em-Chefe-da-Esquadra”

  1. Mn Hil 25 de março de 2009 at 14:08 #

    Nossa eu amo a MB estive pouco tempo la e so conhecia o basico do ComemCh agora ja sei um pouco mais e suas funções um abraço a todos

  2. CorsarioDF 25 de março de 2009 at 14:08 #

    Que bela imagem. Só espero ver isso tudo funcionando a pleno vapor!!!

    Sds.

  3. Clêuber 26 de março de 2009 at 0:25 #

    Esse e um pedaço da marinha que temos de ter!Que belissimas imagens.Eu considero um Nae seja essencial para o Brasil, pois ele muda muita coisa em termos de capacidades.Que possamos ter uma marinha melhor ainda do que a da fotografia.
    Abraços

Trackbacks/Pingbacks

  1. Navios ficarão abertos à visitação em Santos, no próximo final de semana - 30 de março de 2009

    […] Esquadra brasileira encontra-se conduzindo a Operação ADEREX-I/09, na área marítima compreendida entre as cidades […]

  2. Saída de Santos dos navios da Operação ADEREX-I/09 - 6 de abril de 2009

    […] a Marinha, a Esquadra brasileira encontra-se conduzindo a Operação ADEREX-I/09, na área marítima compreendida entre as cidades […]

  3. Os Principais Meios e Programas da Marinha do Brasil - 26 de abril de 2009

    […] Esquadra da Marinha do Brasil é composta pela Força de Superfície, Força de Submarinos e Força […]

  4. O retorno do ‘São Paulo’ (2) - 1 de julho de 2009

    […] para que não ocorra a descontinuidade nas operações com perda de qualificação, nem fique a Esquadra sem contar com importante meio durante os períodos de manutenção […]

  5. Esquadra em Vitória - 5 de agosto de 2009

    […] dos navios da Esquadra feitas no domingo (02/08/09), atracados no porto de Vitória/ES. Houve visitação […]

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Cortes adiam término do Estaleiro de Construção de submarinos e a reforma do A12

O primeiro submarino S-BR em construção em Itaguaí-RJ - Foto Ricardo Pereira

  Roberto Lopes Enviado Especial ao Rio A eliminação de 24,8% do orçamento do Ministério da Defesa previsto para o […]

Orçamento 2015: corte na Defesa foi de 5,6 bi

Cortes 2015 no Ministério da Defesa - foto Nunão - Poder Aéreo

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão divulgou nesta sexta-feira, 22 de maio, os números do contingenciamento orçamentário deste ano […]

FREMM Aquitaine realiza com sucesso seu primeiro disparo de Míssil de Cruzeiro Naval

FREMM Aquitaine dispara Míssil de Cruzeiro Naval - foto Marinha Francesa

Além do MdCN, também chamado de ‘Scalp Naval’, a fragata francesa também disparou pela primeira vez o míssil antinavio MM40 […]

Empresa Chinesa CEIEC vence licitação para reconstrução da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF)

Estação Antártica Comandante Ferraz

SECRETARIA DA COMISSÃO INTERMINISTERIAL PARA OS RECURSOS DO MAR RESULTADO DE JULGAMENTO CONCORRÊNCIA Nº 2/2014 Processo nº 61165.000287/2014-93 Espécie: Reconstrução […]

BAE Systems vai fornecer cinco canhões navais Bofors 40 Mk4 para a Marinha do Brasil

BAE_Bofors_40_Mk_4_Naval_Gun_System

Karlskoga, Suécia – A BAE Systems fechou um contrato para produzir e entregar cinco canhões navais Bofors 40 Mk4 para […]