Home Sistemas de Armas ‘São Paulo’ receberá novo sistema de comunicações por satélite

‘São Paulo’ receberá novo sistema de comunicações por satélite

239
0

nae-sao-paulo-2a

vinheta-clipping-naval A gigante espanhola de tecnologia Indra acaba de fechar dois grandes contratos, que giram em 6 milhões de euros, com os governos brasileiro e alemão. No Brasil, a parceria foi selada com o Ministério da Defesa para implementar um sistema de comunicações por satélite no principal navio da Armada Brasileira, o porta-aviões São Paulo. A companhia dotará dois submarinos U-212 e duas fragatas F-122 da Armada Alemã com seus sistemas de comunicação.

No caso do porta-aviões São Paulo, a tecnologia permitirá ao navio estabelecer comunicação de voz e dados a 512 kbps em banda super high frequency (SHF, de 3GHz a 30GHz, frequência de canais especiais). A Indra também afirma que vem colaborando com o Ministério da Defesa Brasileiro, há cerca de três anos, para o desenvolvimento de sua rede de comunicações por satélites militares.

FONTE: DCI

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Vlademir Baltazar
Vlademir Baltazar
10 anos atrás

Como é a vida….

E o MD não fechou as melhorias com os Alemães no que diz respeito aos submarinos e fecha acordo para o Porta Aviões….Isso só acontece aki !!!

Abs,

gaspar
gaspar
10 anos atrás

o SP eh movido a carvao ou lenha ?!?!?!

Sem saco
Sem saco
10 anos atrás

Lê direito a notícia e verá que é uma empresa espanhola que vai fazer o serviço. Crítica sem noção dessa maneira realmente só acontece aki!!!
aí meu saco…

Falcon
Falcon
10 anos atrás

Puxa será que dava pra colocar um filtro na “chaminé” do A12??? rsss.
Cara quanta fumaça heim… mas é bonito assim mesmo o bichão…

Agora vai ficar HI-TEC, com tecnologia de video conferencia, transmissão em tempo real etc…
Um abraço

thiago
thiago
10 anos atrás

Continuar a Investir no São Paulo é jogar dinheiro fora.

Marcelo Tadeu
Marcelo Tadeu
10 anos atrás

Gaspar,

É movido à óleo especial chamado Special Navy. Que venha o São Paulo – ” Eu conduzo, não sou conduzido”

Lucas Urbanski
Lucas Urbanski
10 anos atrás

Rapaiz, e eu tava achando que a MB estava fazendo uma reforma meia-boca no são paulo,putzz.
O bixinho irá ficar afiado quando sair do estaleiro, e tomara que saia logo por que ele tem muito trabalho a fazer na Amazonia Azul.
Agora só falta uns novos vetores para recompor sua aviação embarcada.
Abraço.

Sarney
10 anos atrás

Será que levou multa do Ibama,como polui,

Flavio
Flavio
10 anos atrás

ACho que falou a reforma no filtro da chaminé..rsrs

Realmente a tecnologia é importante e o contrato firmado é válido. Mas não temos empresas nacionais que fazem isso não? Sou meio “medroso” em fazer este tipo de contrato com empresas estrangeiras…Comunicações é vital!!!

The Captain
The Captain
10 anos atrás

Que risco há dos espanhois informarem cada uma das frequências fornecidas com o sistema, aos nossos potenciais inimigos?

Bronco1
Bronco1
10 anos atrás

The Captain,

É improvável. Mas convenhamos: esse é um risco que qualquer país corre quando não detém tecnologias críticas.

Se o Brasil produzisse esse sistema com total independência tecnológica, não precisaríamos nos preocupar com mudança de humor, lobby e pressão.

Mas como como fabricar tudo em todas as áreas com 100% de autonomia é algo utópico, alguma coisa nós sempre vamos comprar do exterior.

Antonio
Antonio
10 anos atrás

Comunicação em banda de 512 kbps por 6 milhões de euros? Isso está certo? Essa banda não é muito lenta e o preço não é muito alto?

Vitor Hugo
Vitor Hugo
10 anos atrás

Uma coisa que a Materia ficou meio confusa, Vai doar para quem? Brasil?

“A companhia dotará dois submarinos U-212 e duas fragatas F-122 da Armada Alemã com seus sistemas de comunicação.”

abraços!

Dalton
Dalton
10 anos atrás

Vitor…

substitua “dotará” por “equipará”…acho que vc confundiu “dotar”
por “doar”, foi esta sua duvida?

abraços

luciano
luciano
10 anos atrás

Vitor, não doará nada pra ninguém! é apenas um contrato com a marinha alemã pra colocar sistemas de comunicações.

Primo
Primo
10 anos atrás

Bronco e The Captain, mesmo que o país dominasse a tecnologia dos meios de comunicação, ainda assim estas teriam que passar em algum momento por satélites e neste caso, pelo que sei, o Brasil não possui o seu próprio satélite para comunicações seguras, e aluga a banda X de algum satélite americano. Quanto aos Espanhóis fornecerem a frequência utilizada, acho que isso pode não representar problema já que certamente será utilizada uma criptografia em diversos níveis muito forte nos dados trafegados. O problema seria se eles posssuíssem as chaves de criptografia usadas. Então diante disso não vejo muita saída no… Read more »

Primo
Primo
10 anos atrás

Depois que postei que vi que várias frases ficaram horríveis no meu texto mas esta ao menos tem que ser corrigida: “Então diante disso não vejo muita saída no horizonte visível”, melhor seria “Então diante disso não vejo muita saída no horizonte,”

Tenho que lembrar mais dos meus caridosos e ora já falecidos professores de Português.

Grande Abraço
Primo

tomas
tomas
10 anos atrás

Será que não daria para gastar um pouco mais e dotar o “São Paulo” com dois sistemas de defesa de ponto para complementar os dois sistemas SIMBAD, ex-Minas Gerais A-11?
Que tal (2) Goalkeeper SGE-30 ou (2) Phalanx MK-5 Block 1B ou (2) Type 730/825-30mm ou em último caso para quebrar o galho (2) reparos Bofors-Sea Trinity de 40mm), senão o A-12 sempre estará incompleto para sua função.

McNamara
10 anos atrás

A notícia boa seria “sistema de comunicações receberá novo porta-aviões para ser instalado”…É aquela coisa, arruma daqui, dá uma polida alí, limpa o carburador, põe gasolina premium, mas continua sendo um Opalão…

General
General
10 anos atrás

Só essa micharia ou mixaria!!

OBS:gostaria de saber dos leitores cultos desse blog a forma correta de se escrever a palavra acima

Desde já, agradeço

Obrigado!!

Marcelo Tadeu
Marcelo Tadeu
10 anos atrás

Se o Foch fosse ruim a Marine Nationale não estaria arrependida até hoje de ter vendido. Quem substituiu o CDG durante o seu PMG?

Felipe Cps
Felipe Cps
10 anos atrás

Mas queima um óleo que é uma beleza hein? Olha o IBAMA…

___________________

General em 02 Out, 2009 às 16:15:

Até onde sei mixaria é com x mesmo.

Sds.

Challenger
Challenger
10 anos atrás

A Baia de Ganabará, secou? o “Opalão” está encalhado? É a unica explicação que imagino para o atraso.

Porque o NAe São Paulo, ainda não saiu ao mar?

Lucas Calabrio
Lucas Calabrio
10 anos atrás

Prezado General

segundo o Houaiss, o correto é:

mixaria

substantivo feminino
Regionalismo: Brasil. Uso: informal.
1 algo de pouco ou nenhum valor; ninharia, bagatela; mixuruquice
Ex.: o ladrão levou sua bolsa mas não havia nada de valor, só m.
2 quantia muito pequena de dinheiro; ninharia
Ex.: trabalha um mês inteiro para ganhar uma m.
Abraço

Luís Aurélio
Luís Aurélio
10 anos atrás

Caro General

Como o Lucas Calabrio e o Felipe Cps já informaram mixaria é com ” x ” . O Dicionário Contemporâneo da Língua Portuguêsa ; CALDAS AULETE , assim define o vocábulo : Mixaria : s. f. (Bras.) ( pop. ) insignificância, miudagem, bagatela, coisa sem valor.
Um abraço a todos.

Avião sem Asa
Avião sem Asa
10 anos atrás

“…no principal navio da Armada Brasileira…”

Essa cancanba aí é o melhor que nós temos? É! certamente temos a maior força de combate da América do Sul (fora Chile, Venezuela, Bolivia, Colombiae etc).

Esse é o nosso Brasil.

Quando faremos o nosso próprio Porta Aviões? afinal, jásabemos tudo sobre o sampa, vamos fazer um !

ronaldo
ronaldo
10 anos atrás

sem duvida que ter um NAe é fundamental pra estabelecer uma doutrina, mas se for calcular o quanto ja custou esse são paulo daria pra colocar um su-33 ou rafale a cada 1 quilometro da costa brasileira.

trackback
10 anos atrás

[…] Fonte: Poder Naval CategoriasDefesa, Naval, Sistemas de Armas, tecnologia Comentários (0) Trackbacks (0) Deixe um comentário Trackback […]

MB
MB
10 anos atrás

Resumindo é assim, a antiga Embratel estatal tinha uma série de satélites, os Brasilsat. Esses satélites eram de propriedade brasileira, mas comprado, desenvolvido e lançado por empresas estrangeiras. Esses satelites, alguns ainda estão em funcionamento no fim da vida útil, tinham vários transponders (espécie de repetidoes/amplificadores de sinal) para várias bandas comerciais (C, L, Ku) e um transponder em banda X para uso exclusivo militar. Até meados da década de 90, esse transponder era subutilizado devido a quase inexistência de estações terrenas fixas ou móveis (veículos ou navios) nas FFAA, só no começo de 2000, esse panorama melhorou um pouco.… Read more »

MB
MB
10 anos atrás

Continuando as frequências utilizadas são definidas pelo MD e não pela empresa instaladora, podendo ser modificas quando o MD quiser. “Teoricamente”qualquer país dotado de equipamento de inteigência de sinais, a bordo de um navio por exemplo, pode entrar na área de cobertura de um satélite governamental e tentar interceptar seu tráfego. Devido a isso o tráfego de interesse é sempre criptografado como já foi citado em algum comentário. Como informação as estaçoes moveis navais da MB podem utilizar uma banda de até 2Mbps. Contudo como o MD possui apenas um transponder por satélite e cada um possui uma limitação de… Read more »