quarta-feira, dezembro 1, 2021

Saab Naval

França confirma interesse russo na classe Mistral

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A França confirmou a possibilidade de vender a Moscou um navio anfíbio que permitiria aos russos adicionar capacidade ofensiva sobre o mar.

O chanceler francês Bernard Kouchner e o ministro da Defesa, Hervé Morin, confirmaram os rumores de que a França está estudando a venda de um navio anfíbio à Russia. Ambos os lados, no entanto, observaram os franceses, não acordaram nada oficialmente até o momento.

Kouchner disse que há, na França, alguns princípios e regras rígidas para a venda de armas, especialmente em se tratando de um navio tão caro. O ministro da Defesa russo, Anatoly Serdyukov, indicou que no momento os dois países estão fazendo consultas mútuas.

O chefe da Defesa russo disse que seu país apresentou todo um conjunto de questões ao seu par francês e que está esperando por respostas, antes da tomada de decisões específicas de seu governo. Serdyukov disse que a Rússia não está interessada em um navio, mas em vários.

O navio em causa pertence à chamada Classe Mistral de assalto anfíbio, projeção e comando. Possui 199 metros de comprimentoe também tem a função de porta-helicópteros, podendo transportar até 16 unidades, além de 450 soldados por até seis meses ou cerca de 700 por períodos de tempo mais curtos.

Segundo a imprensa russa, o Almirante Vladimir Vysotsky afirmou que o navio de guerra francês iria aumentar muito a velocidade das operações russas. Ele teria dito que o navio da Classe Mistral realizaria algumas tarefas em 40 minutos, quando tarefas semelhantes realizadas por navios russos na Frota do Mar Negro levaram 26 horas, durante o recente conflito no ano passado contra a Geórgia.

O analista militar russo independente, Pavel Felgenhauer disse à VOA que a França, provavelmente, terá que consultar seus aliados para ir adiante com a venda. O analista diz que quase todos os países que produzem armas modernas usam algumas patentes ou know-how dos Estados Unidos. Diz ele que, portanto, a França deverá consultar a OTAN e acima de tudo Washington para vender ou não o navio à Rússia.

Moscou sinalizou que pode comprar um porta-helicópteros e adquirir licença para construir vários outros em estaleiros russos. Cada navio do tipo Mistral tem custo estimado em até Us$ 1 bilhão.

NOTA: a companhia Navantia, espanhola, também foi convidada a participar, no que cita como “concurso internacional” à armada russa, além da DCNS francesa com seu Classe Mistral. A Navantia cita o interesse russo por até quatro unidades de seu LHD Classe Juan Carlos I.

FONTE: VOA – Voice of America News     FOTO: Wikipédia

- Advertisement -

29 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
29 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Leonardo

O Brasil é que precisa de umas 2 belezinhas como esta, e rápido!

🙂

Lucas Urbanski

Queria ver esta noticia com um nome assim: “França confirma interesse Brasileiro na classe Mistral”.
Abraço.

Invincible

Lucas,

Falou e disse…

Um navio desses seria de muita valia para a Marinha!

Bronco1

Até que US$ 1 Bi não é nenhum absurdo pra um monstro desses. Se incluir o sistema de armas é um valor até bastante razoável.

O plano da marinha era possuir uns 4 navios de assalto anfíbio. Quem sabe não veremos PELO MENOS 2 destes em terras tupiniquins.

S.A.

Rodrigo Rauta

Eu acho muito dificil esse navi custar so 1 bilhão de doletas. Pode ser que esse custo seja para França, mas para exportação, acho que o preço, no minimo, dobra.
Quanto a venderem esse navio aos russos, acho mais facil a embraer produzir a NCC- 1701 Enterprise…..rsrsrsrsrs!

Abraços!

Lucas Urbanski

O que um navio deste porte daria de logística para uma esquadra é uma coisa absurda, apoiado com um porta-aviões, seria uma forma de projeção de poder muito boa.
Abraço.

Vinicius Kober

Um desses e mais uns 10 Seahawks pra marinha tava de bom tamanho jah.

Azul&branco

Só confirma a cegueira dos amadores que idealizaram a END, com sua a “negação do mar”. O exercício fictício do “resgate em Honduras” é a prova disso.

Mahan

A França “consultaria” os EUA e a OTAN,a qual voltou a integrar-se completamente, para vender armamentos à RUSSIA??? Imagina para o Brasil! Cadê os cumpanhero defensores da independência nacional proporcionada pela bilionária “aliança estratégica”?

Lucas Calabrio

Prezado Marcelo Ostra e Flávio
A minhas colocações foram mero exercício da imaginação,e pra isso aceito correções e sugestões
Abração

Lucas Calabrio

correção
As minhas

Lucas Calabrio

Prezado Flávio

Porto de Manaus

Acesso Marítimo: 1.500 km de via navegável natural, desde a foz do rio Amazonas, onde o calado é limitado a 10m, até o rio Negro em Manaus. O trecho, com aproximadamente 15 km, da embocadura do rio Negro até o porto, em suas condições mais restritivas, oferece largura de 500 m e profundidade de 35m.
Fluvial: pelo rio Negro, afluente da margem esquerda do rio Amazonas.

Lucas Calabrio

A Classe Mistral tem calado de 6.3 M.

Lucas Calabrio

navios tipo catamarã podem seguir rumo a Tabatinga pois tem calado somente de 5 m

Lucas Calabrio

Prezado Marcelo Ostra
Não sou especialista e consequentemente esqueci esse PEQUENO detalhe, mas o que eu quiz dizer e sei que tu entendestes é que torna-se necessário um mistral no rio grande do sul. A idéia foi essa
sds

Flavio

Lucas Calabrio,

sua idéia é excelente em relação a quantidade de meios, mas a localização não ta tão otimizada…

Manaus não suporta um bichão desses não. Aqui não é mar, é rio. e na época da vazante(estamos nesta época agora), o rio fica muito baixo…..encalharia na hora, rsrsrs

Mas, se quiser comprar as 8, eu apoio, contanto que não venha para cá em época de seca.rs

Jonas Rafael

Lucas, achei que você sestava se referindo aos nomes dos navios..rsss
paulo, os Tarawa provavelmente seriam mais baratos de adquirir, mas mais caros de manter…

paulo

Não seria mais barato ao Brasil, hipotéticamente, adquirir alguns classe tarawa que esse Mistral?

Baschera

Mahan,

Pois é caro colega….. alguns acham que achamos a pedra filosofal.
Bem a verdade é que hipotéticamente só trocamos os ianques pelos franceses. Afinal, nossas “verdinhas”, na verdade, é que valem….
E ainda vamos pagar muito, mas muito mais caro…..

Sds.

Lucas Calabrio

Prezado Marcelo Ostra

Quando falei de Porto Alegre, foi a questão geopolítica e realmente não percebi sobre o calado. Não era do meu conhecimento tal problema.
Valeu pela dica, quando falar sobre qualquer cidade vou pesquisar o calado.
Abraço

Marcelo Ostra

Fala Vassili, estou com a internet cortada (em verdade os cara me deicharam com 3,00 kbp de veloc), nao consigo abrir fotos, email, entrar em chats e afins, malemale aqui e quase 10 min pra abrir, isso deve ficar no minimo ate semana que vem

Abs
Mod MO

Marcelo Ostra

Sim Lucas, compreendo Mas eis que surge uma pergunta: como vc desencalharia ele ? Montar estrategias nao é tao facil, o calado da lagoa dos patos é de 5,10 m, o nosso amigo cala 6,20 m Outra coisa, mesmo que o calado não fosse problema, ma lagoa não há navegação noturna, vc arriscaria tanto tempo navegando em um local (canal tão estreito) e com tantos fatores impossibilitando sua livre navegação ? no caso, não seria melhor Rio Grande naum ? (que alem de tudo, é mais ao sul) Haveria mais colocações em relação aos outros locais (alguns deles), mas deixe… Read more »

Vassili

Fala Grande Mestre…………..

Sou eu ou é o sr. que anda meio sumido ultimamente????????????

Abraços.

Lucas Calabrio

Prezados
O Brasil precisa de pelo menos 8 desse tipo.
1- Rio (2)
2- Santos
3- Recife
4- Porto Alegre
5- Belém
6- Salvador
7- Manaus
Abraços

Lucas Calabrio

O Brasil possue muitas “avenidas”, mas sem guarda de trânsito ou radar.
Sei que é caro, mas quem disse que soberania e respeito não custa caro?
Abraço

Lucas Calabrio

Prezado Marcelo Ostra

Porta Alegre é a cidade mais ao sul do país, portanto mis próxima de uma região que já foi(?) conflituosa (Malvinas), além do Estreito de Magalhães e do Cabo das Agulhas, África do Sul , por onde passam grande parte da navegação marítima.
Abraço

Lucas Calabrio

É a primeira porta do Brasil de baixo pra cima

Lucas Calabrio

cont.
O controle do mar é necessário do início ao fim.

Marcelo Ostra

Lucas, entre varias perguntas relacionadas a sua posição, selecionaria uma, pq colocar um navio deste em porto alegre ?

Abs
Mod MO

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

Naval Group lança o ‘Duguay-Trouin’, segundo submarino nuclear de ataque tipo ‘Barracuda’

O Naval Group lançou o segundo submarino nuclear de ataque (SSN) do tipo Barracuda para a Marinha Francesa (Marine...
- Advertisement -