Fraterno_01

Em 28 de maio, teve início a Operação “Fraterno XXVIII”, na área marítima entre Buenos Aires e Rio Grande, com o suspender dos navios participantes dos Grupos-Tarefa (GT) 101.2 (brasileiro), e GT 101.1 (argentino). A Fragata “ Constituição” e o Destructor ARA “Sarandi” suspenderam do Porto de Buenos Aires.

A Operação é coordenada pelo Comandante do GT brasileiro, Contra-Almirante Luiz Henrique Caroli, Comandante da 2ª Divisão da Esquadra, a bordo da Fragata “Constituição“, e pelo Comandante do GT argentino, o Capitán de Navio Fernando Luis Beccaria, a bordo do Destructor ARA “Sarandi”.

A Operação tem o propósito de aprimorar o nível de adestramento das unidades navais no planejamento e na execução de Operações Conjuntas e de reforçar os laços de amizade entre Marinhas amigas.

O GT brasileiro é composto pela Fragata “Constituição” (F42), Corveta “Jaceguai” (V-31), Navio-Tanque “Almirante Gastão Motta” (G23) e os helicópteros AH-11A “Super  Lynx” e UH-12/13 “Esquilo”.

Além desses meios, o Submarino “Tikuna” (S-34), o Navio-Patrulha “Benevente” (P-61) e o Rebocador de Alto-Mar  “Tritão” (R-21) apoiarão os exercícios.

O GT argentino é composto pelos Navios ARA “Sarandi” (D13), ARA “Robinson” (P45) e  ARA “Patagonia”  (B1) e pelas aeronaves  embarcadas  “Fennec”   (AS555)   e   “Alouette”  (AI03).

A Força Aérea Brasileira também participa da Operação, empregando uma aeronave “Bandeirulha”, para patrulha marítima (P-95B).

Durante a comissão, serão realizados exercícios relacionados com o incremento e com a manutenção do grau de aprestamento de parcela de unidades navais dos países participantes.

Em 28 de maio, o Navio-Tanque “Almirante Gastão Motta” realizou Transferência de Óleo no Mar (TOM) com a Corveta “Jaceguai” e, juntos,  demandaram o ponto de encontro com os navios que suspenderam de Buenos Aires, incorporando-se ao Grupo-Tarefa às 12h do dia seguinte.

Em 29 de maio, o Navio-Tanque “Almirante Gastão Motta” reabasteceu a Fragata “Constituição”.

Foram realizados exercícios de qualificação e requalificação de pouso a bordo (QRPB), diurno e noturno, além de exercícios de ataque coordenado entre a Fragata “Constituição” e sua aeronave orgânica.

No dia 30 de maio, foram executados exercícios de busca e ataque a submarino, manobras táticas, manutenção de posição do navio e trânsito sob ameaça submarina.

TOM Fraterno_2

FONTE: MB

Tags: , , , , , , , ,

Um comentário para “ComDiv2 participa da “FRATERNO XXVIII””

  1. Steen 9 de junho de 2010 at 19:25 #

    O Tikuna deve ter afundado geral…

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Portugal também interessado no navio-doca ‘Siroco’

corymbe-le-bpc-tonnerre-releve-le-tcd-siroco-2

Na hipótese de o Brasil considerar inviável a aquisição do navio de assalto anfíbio Siroco , o navio, que será […]

Compre seu livro ‘Monitor Parnaíba – 75 anos’

Livro Monitor Parnaíba - 75 anos -  Capas - WEB

A editora Aeronaval Comunicação, que produz a revista Forças de Defesa, está lançando a primeira edição do livro “Monitor Parnaíba […]

Base chinesa em Walvis Bay põe em xeque trabalho da Missão Naval do Brasil na Namíbia

Namibia

Uma delegação da República Popular da China desembarcará proximamente em Windhoek, capital da Namíbia, para negociar a instalação, ainda este […]

Vídeo: Navio-Patrulha Classe ‘Macaé’

Navio-Patrulha Macaé

O Navio-Patrulha classe “Macaé”, construído no Brasil sob gerenciamento da EMGEPRON, é um navio versátil, apropriado para missões de vigilância […]

Compre sua revista Forças de Defesa 12ª edição

Forças de Defesa 12 - capa e miolo 2 - destaque

Saiu a Revista Forças de Defesa 12ª edição, com 120 páginas! a versão impressa está disponível para compra pela Internet e […]