Fraterno_01

Em 28 de maio, teve início a Operação “Fraterno XXVIII”, na área marítima entre Buenos Aires e Rio Grande, com o suspender dos navios participantes dos Grupos-Tarefa (GT) 101.2 (brasileiro), e GT 101.1 (argentino). A Fragata “ Constituição” e o Destructor ARA “Sarandi” suspenderam do Porto de Buenos Aires.

A Operação é coordenada pelo Comandante do GT brasileiro, Contra-Almirante Luiz Henrique Caroli, Comandante da 2ª Divisão da Esquadra, a bordo da Fragata “Constituição“, e pelo Comandante do GT argentino, o Capitán de Navio Fernando Luis Beccaria, a bordo do Destructor ARA “Sarandi”.

A Operação tem o propósito de aprimorar o nível de adestramento das unidades navais no planejamento e na execução de Operações Conjuntas e de reforçar os laços de amizade entre Marinhas amigas.

O GT brasileiro é composto pela Fragata “Constituição” (F42), Corveta “Jaceguai” (V-31), Navio-Tanque “Almirante Gastão Motta” (G23) e os helicópteros AH-11A “Super  Lynx” e UH-12/13 “Esquilo”.

Além desses meios, o Submarino “Tikuna” (S-34), o Navio-Patrulha “Benevente” (P-61) e o Rebocador de Alto-Mar  “Tritão” (R-21) apoiarão os exercícios.

O GT argentino é composto pelos Navios ARA “Sarandi” (D13), ARA “Robinson” (P45) e  ARA “Patagonia”  (B1) e pelas aeronaves  embarcadas  “Fennec”   (AS555)   e   “Alouette”  (AI03).

A Força Aérea Brasileira também participa da Operação, empregando uma aeronave “Bandeirulha”, para patrulha marítima (P-95B).

Durante a comissão, serão realizados exercícios relacionados com o incremento e com a manutenção do grau de aprestamento de parcela de unidades navais dos países participantes.

Em 28 de maio, o Navio-Tanque “Almirante Gastão Motta” realizou Transferência de Óleo no Mar (TOM) com a Corveta “Jaceguai” e, juntos,  demandaram o ponto de encontro com os navios que suspenderam de Buenos Aires, incorporando-se ao Grupo-Tarefa às 12h do dia seguinte.

Em 29 de maio, o Navio-Tanque “Almirante Gastão Motta” reabasteceu a Fragata “Constituição”.

Foram realizados exercícios de qualificação e requalificação de pouso a bordo (QRPB), diurno e noturno, além de exercícios de ataque coordenado entre a Fragata “Constituição” e sua aeronave orgânica.

No dia 30 de maio, foram executados exercícios de busca e ataque a submarino, manobras táticas, manutenção de posição do navio e trânsito sob ameaça submarina.

TOM Fraterno_2

FONTE: MB

Tags: , , , , , , , ,

Um comentário para “ComDiv2 participa da “FRATERNO XXVIII””

  1. Steen 9 de junho de 2010 at 19:25 #

    O Tikuna deve ter afundado geral…

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Marinha suspende até setembro execução do contrato que rege construção da classe Macaé

Navio-Patrulha Macaé

  A Marinha do Brasil suspendeu, até a terceira semana do mês de setembro, a execução do contrato nº 45000/2008-004/00, […]

Guerra entre China e EUA pode ser inevitável, segundo jornal chinês

bandeira da china

Uma semana depois de a Marinha chinesa ameaçar um avião americano que operava voos de reconhecimento em águas internacionais, o […]

Embraer Defesa & Segurança entrega primeiro caça AF-1B modernizado para a Marinha do Brasil

(E-D) O Presidente da Embraer Defesa & Segurança, JacksonSchneider, entrega maquete do primeiro AF-1B modernizado aoComandante da Marinha, Almirante-de-Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira

  Gavião Peixoto, 26 de maio de 2015 – A Embraer Defesa & Segurança realizou hoje a cerimônia de entrega […]

Na hora da crise, falta de decisão é pior do que falta de dinheiro

Fragata coreana "Incheon" (FFG 811), comissionada em janeiro de 2013

  Roberto Lopes Enviado Especial ao Rio Não é fácil emitir um parecer com base, apenas, em informações fragmentadas, colhidas […]

IPqM avança na pesquisa de um sonar passivo totalmente nacional

Sonar

Após o desenvolvimento do Sistema de Detecção, Acompanhamento e Classificação de Contatos (SDAC), que realiza o processamento dos sinais digitalizados […]