Home Noticiário Internacional TCD ‘Foudre’ para a Armada Argentina?

TCD ‘Foudre’ para a Armada Argentina?

410
4

Foudre L9011

O governo francês propôs transferir para a Argentina um dos seus dois navios da classe Foudre, com isso a ARA poderia resolver a carência existente pela ausência de um navio deste tipo.

Entre os anos de 2006 e 2007, a França tentou transferir para a Argentina dois navios da classe Ouragan (Ouragan e Orage), que seriam revisados em estaleiros locais antes de seguir para a Argentina. Mas aquisição foi rejeitada pelas autoridades da nação sul-americana, após ter constatado que os navios continham um alto teor de amianto.

Durante a visita feita a Buenos Aires, em novembro de 2009, o ministro da Defesa da França Herve Morin, ofereceu cooperação técnica para construir um navio anfíbio de transporte com design francês nos estaleiros argentinos.

Na ocasião, concordaram em coordenar uma visita à Argentina de uma delegação da DGA.

Segundo informações, o navio que a França ofereceu à Argentina é justamente o TCD Foudre (L9011), que entrou em serviço na Marine Nationale em 1990.

O navio será substituído por uma nova unidade da Classe Mistral, o Dixmude.

O Foudre mede 168 metros de comprimento, tem um deslocamento de 12 mil toneladas, pode atingir uma velocidade máxima de 21 nós e uma tripulação de 220 oficiais e marinheiros.

A doca interna acomoda até 10 embarcações de desembarque, possui  convoo e hangar com capacidade para quatro helicópteros de médio porte com até 9 ton.

O navio também oferece grande potencial para uso em operações de ajuda humanitária e pode ser facilmente adaptado para incluir as instalações do hospital a bordo, com duas salas sirúrgicas, completamente equipadas e acomodação para 50 camas.

Foudre

Foudreperfil

SAIBA MAIS:

4 COMMENTS

  1. Acho que ele deveria vir para a MB como brinde devido o pacote dos SBR. seria interessante para tranporte e desembarque dos fuzileiros e é relativamente novo.

  2. Não seriam uma boa aquisição para substituir o Ceara e o Rio de Janeiro?
    Nos dariam uma excelente capacidade de desembarque e apoio, e junto com o Garcia e o Saboia nos atenderiam por muito tempo.
    Muitos são contra compras de oportunidade, mas eu acredito que sendo bem conduzidas são muito interessantes para a aquisição de meios que precisamos.
    Acho que esses dois “TCD” teriam vaga em Mocangue… o que acham?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here