Caça naval chinês J-15 na capa da Modern Ships

Caça naval chinês J-15 na capa da Modern Ships

56
27
SHARE

27 COMMENTS

  1. ahahah milagre da multiplicação

    Oia até probe retrátil ele tem, se for uma cópia mesmo e não o Su33, então capricharam no xerox..ahha

  2. Os Russos duvidam que, o que os Chineses fizeram funcione, a estrutura do funcional do Su-33 nao foi copiada, mas de uma versao velha que eles compraram da Ucrania.

  3. o pessoal do forum da Key Publishing (Air International, Air Forces Monthly) está dizendo que essa foto de capa dessa revista é photoshop, porém muito bem feito.

  4. Marco, a resposta é mercado…
    Os custos de desenvolvimento tem que ser pagos. Acredito, pelo que vi como vc também acredita, que temos capacidade tecnológica para tentar desenvolver nossos próprios aviões. O problema é, se conseguirmos vencer as barreiras tecnológicas que nos permita fazer algo útil, agregar isso a viabilidade financeira.
    A EMBRAER é uma emrpesa privada, não fará avião somente por patriotismo…
    vide exemplo do KC-390, quem esta bancando é a FAB, quem vai aproveitar é a EMBRAER.
    Então o que define as vezes se um país vai ou não desenvolver seu próprio avião, se tiver parque tecnológico para isso, é sempre o vil metal…
    pelo menos é como penso
    abçs
    MM

  5. Caramba! Os chinas tem até caça naval??

    Os ching ling não estão prá brincadeira!

    O ministro da Defesa chinês Liang Guanglie é o responsável do Exército de Libertação Popular (ELP), o mais numeroso no mundo,e iniciou uma viagem hoje pelo Continente Americano.Pretende visitar o México,Colômbia e Brasil.

    O ELP conta com 2 milhões de soldados em suas fileiras e a força aérea possui mais de 400 mil soldados e 2.024 equipamentos aéreos, o que a situa como a maior potência da Ásia e a terceira do mundo, atrás dos EUA e da Rússia.

    Abre o olho Brasil!!!

  6. Marcelo, concordo com vc, msa tbem existem vários casos em que uma espresa privada apresentou um projeto ao governo de um país que se interessou e bancou uma parte importante do desenvolvimento. Este governo entrou com esta parcela $ pois junto à empresa acreditou nas possibilidades de vendas futuras.

    Posso estar errado,, mas poderíamos colocar alguns projetos neste sentido: F15 Silent Eagle, Gripen E/F ???, e mais um míssel europeu que não lembro o nome agora. Sei que tem mais, mas to com preguiça de pesquisar rsrsrsrs

  7. Mas, por que estão debochando dos chineses? Quem me dera que tivéssemos a metade desse vetor disponível.
    Acho que a nossa pesquisa está atrasada por uma questão de filosofia de investimento e de vontade política, diferentemente de deixá-la atrelada às possibilidades de mercado. Mercado interno, até pode ser, mas um bom produto vende sempre.

  8. Marco Antonio Lins disse:
    30 de agosto de 2010 às 16:49

    Srs
    Alguem pode me dizer,qual a dificuldade que o Brasil tem de construir o seu proprio vetor?
    ——————————————————————————————————————

    a venda, compra e desenvolvimento material bélico de ponta sempre é complexo.

    vou elencar alguns poucos fatores:

    1. lobby + vontade política: pq é assim que funciona a democracia, as companhias investem nos políticos e eles compram o que estiver acordado.

    2. pressão externa: vamos super que compremos 200 PAk-fa, nossos vetores seriam similares aos americanos. Eles, tentariam diminuir nosso poder,como militarmente não é possivel tornariam o comércio mais complicado.Aí entra o poder do lobby.Quem manda mais, a industria bélica ou os ruralistas?

    3. Investimento em tech. não é barato e toma muito tempo.

    4. Como já dizia kant, é muito caro manter um exéricto permanente e qualificado, isso desvia recursos do que “é mais importante” que no caso seria, saneamento, infra estrutura…

    5. os Estados só tem 3 interesses: Aumentar o poder, manter o poder e diminuir o poder alheio.

    espero ter ajudado.

    abs 😉

  9. Xing-Ling está no caminho certo…Xing-Ling compra de prateleira e faz cópia em casa…daqui à pouco, Xing-Ling aprende a fazer cópia melhor que o original…Xing-Ling está no caminho certo…

  10. olha, pode ser photoshop, e pode ser um caça baseado em terra com um gancho inserido nele apenas para fotos. Os alemães tiravam fotos de aviões que nunca produziram em serie e diziam que tinham esquadrões do tal aparelho, a coisa era tão bem feita, que muitos pilotos aliados diziam terem sido atacados por tais aviões.

    tem outro lado da moeda, a Russia e grande exportador para a India, e esta participando do processo de escolha do novo caça deles, e mais agradavel para os russos acusarem os chineses de copiarem seu aparelho que dizer que vendeu para o futuro (bem proximo) arqui-rival da India na Asia.

Deixe uma resposta