Passagem baixa do novo UH-15 Super Cougar durante a cerimônia de transferência de comando do CON

Subscribe
Notify of
guest
28 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Joker
Joker
9 anos atrás

Ache o Padilha no NAe SP…

Paulo Andrade
Paulo Andrade
9 anos atrás

Belas fotos. Parabéns à equipe do PN

Apenas duas observações:

* O Sea King mesmo velhinho ainda impõe respeito. Vai deixar saudades

* O Opalão tá parecendo novo. Espero que finalmente a MB volte a ser tratada com o respeito que merece, assim como todas as Forças Armadas

Francisco
Francisco
9 anos atrás

Prestem atenção na última foto…
Faço uma pergunta

Os Falcões já estão operando no NAe São Paulo?

MatheusTS
MatheusTS
9 anos atrás

Intão né francisco me pergunto se algum falcão ja pousou no NAe aparentimente ele esta novisimo deu até orgulho agora (caça em cima do NAe, Helicopetero novo passando e NAe novinho…) parabens a MB que esta fazendo bom uso de seus recursos. Outra porque a pessoal nos outros navios atracados quase como solitarios a direita na 1ª e 2ª foto…. (detalhe em varias fotos o SP aparenta sempre estar com as 4 “cordas que freiam os aviões” na minha opinião o falcão pousou ou estava guardado no SP ou ali no AMRJ) gostaria de saber se alguem poderia me responder… Read more »

MatheusTS
MatheusTS
9 anos atrás

A e o padilha na minha opinião é o cara ali do lado da barraca quadrada no meio do SP pelas fotos que ele tirou só poderia estar ali….
To meio indeciso com o cara fora da barraca ou no meio dela…..

João Gabriel
João Gabriel
9 anos atrás

Bem que podiam ter estreado o UH-15 nas operações contra os vagabundos heim….Equipamento de guerra não é pra ser bonito e lustroso,tem que mostrar pra que foi feito,não teria oportunidade melhor que essa pra ver se o equipamento novo é bom….Os Piranhas foram enviados….

Francisco
Francisco
9 anos atrás

Galante,
Como assim? 23 não voarão mais? sobrem quantos? zero? ou existem outros?
Ou tu quis dizer que alguns dos 23 não voarão mais?

Grato pelas informações

Paulo Andrade
Paulo Andrade
9 anos atrás

Acho que sem querer o Galante se expressou mal.

Dos 23 A-4 que temos hoje, 12 serão modernizados. Sendo 3 bipostos (TA-4KU) e 9 monopostos (A-4KU)

Desses 12, 2 já foram enviados para a Embraer. Um mono e um biposto. O mono foi enviado no começo do ano e o bi em julho.

O cronograma prevê que os primeiros sejam entregues à MB em 2013 e os últimos em 2014.

Luiz Padilha
Luiz Padilha
9 anos atrás

Em suma, a MB terá apenas 12 A4 modernizados voando. Os outros não voarão mais.

João Gabriel, esse UH-15 acabou de chegar e nem pronto está. Não havia como utiliza-lo neste episódio do Alemão.

Quem sabe no da Rocinha?

Luiz Padilha
Luiz Padilha
9 anos atrás

E eu estava a frente da tenda destacada justamente pisando no trilho da catapulta lateral.:)

W@sh
W@sh
9 anos atrás

Paulo Andrade disse: 29 de novembro de 2010 às 21:43 * O Sea King mesmo velhinho ainda impõe respeito. Vai deixar saudades =========================================================== Creio claro que o Amigo esteja falando das aeronaves de verdade. Não sei como o pessoal do SP ainda não tomou vergonha e continua botando o “caveirão” no convôo em cerimônias. Aquele que nós vemos na foto, é chamado de caveirão pela divisão que cuida dele. Trata-se apenas de uma carcaça, sem rotor principal e internamente todo depenado. Até bem pouco tempo realizava-se a bordo “o dia da família”, atitude ímpar e louvável do Almirante Resende, comandante… Read more »

W@sh
W@sh
9 anos atrás

Francisco disse:
29 de novembro de 2010 às 22:02

Prestem atenção na última foto…
Faço uma pergunta

Os Falcões já estão operando no NAe São Paulo?

=========================================================

A exemplo do “caveirão” que já citei anteriormente, Aquele A-4 é o “caveirinha”. Apenas a célula depenada, usada para adestramento da tripulação. “Mora” no navio. Sendo que o “caveirinha” está bem mais conservado que o “caveirão”.

João Gabriel
João Gabriel
9 anos atrás

Não seria má idéia não viu Luiz…heheehe

Abraços!

Ratão.com
Ratão.com
9 anos atrás

Pelas fotos do A 12, vemos que existe muito espaço para a colocação de tres sistemas trinity de canhoes de 40mm e um sistema (1×6) de misseis anti aereos (de defesa de ponto) Sea Wolf que sobrou da F 47 Dodsworh.
Ficaria com uma proteção BOA e eficiente, sendo bem casada com o novo Siconta mark 4 que estão instalando…

poorman
9 anos atrás

Uma coisa que me chama a atenção é o “estado visual” de conservação do São Paulo.
Quem esteve presente pode descrever a atual situação do A-12 ? Será feita alguma incorporação de equipamento/armamento? Previsão dos falcões à bordo ? etc. (sei que pode ser matéria para outro post)

poorman
9 anos atrás

Outra pergunta: O A-13 e A-14 teria o desenho/fabricação baseado em qual modelo? Seria possível Ctrl+C Ctrl+V do A-12 para um NG?

Cristovan
Cristovan
9 anos atrás

Poderiam ter feito uma foto do A-12 completo.
De proa a popa.
Vamos aguardar o futuro das nossas FAs!

W@sh
W@sh
9 anos atrás

poorman disse: 30 de novembro de 2010 às 9:52 Uma coisa que me chama a atenção é o “estado visual” de conservação do São Paulo. Quem esteve presente pode descrever a atual situação do A-12 ? Será feita alguma incorporação de equipamento/armamento? Previsão dos falcões à bordo ? etc. (sei que pode ser matéria para outro post) ========================================================= Disso ninguém pode falar mal da MB. É a força especialista em manter as aparências. Diz-se que o que pesa no orçamento anual do MD, são os gastos com pensões e folha de pagamento. E o que mais pesa no orçamento da… Read more »

Zorann
9 anos atrás

Parabens a nós brasileiros pelos novos helicópteros da MB. Afinal somos nós que pagamos toda a conta de tudo que a MB faz e deixa de fazer. Oque da tristeza é a falta de organização e o descaso com nosso dinheiro. Compramos 23 A-4 a 10 anos atrás. De pelo menos 4 anos para cá, somente 2 A-4 são mantidos operacionais, o restante estando largado por aí. Agora faremos a modernização de 12 aeronaves, sendo que as primeiras serão entregues em 2014. O AF-1 é um esquadrão de faz de conta que pelo menos a 8 anos não é operacional.… Read more »

gerson carvalho
gerson carvalho
9 anos atrás

Caros amigos, só pra lembra, mais um navio da classe “Macaé” esta sendo incorporado a MB. o navio se chama “Macau”.

Fox Bravo
Fox Bravo
9 anos atrás

W@sh disse:
30 de novembro de 2010 às 7:05

Caro W@sh muito boa a do caveirão e caveirinha, kkkkkkk, estou rindo até agora. A gente ri mais é de chorar nossas FFAA vivendo muito de aparências .

Sds

Cristovan
Cristovan
9 anos atrás

Galante

Vlw pelo retorno do comentário.
Numa próxima, quem sabe!

Guilherme
Guilherme
9 anos atrás

Zorann, gostaria de te esclarecer algumas coisas, pois percebi que vc está desinformado. 1) Os AF-1 não estão jogados por aí. No momento da compra nos anos 90, foi arrematado um lote de 23 aeronaves e demais equipamentos. Foi uma compra de oportunidade, na qual já era sabido que algumas aeronaves jamais iriam voar, mas sim forneceriam peças e componentes para as outras (canibalização). 2) Atualmente, após alguns anos de muitas dificuldades, principalmente por conta de um contrato mal sucedido com a Lockheed Martin da Argentina, que foi rescindindo por não cumprimento por parte da empresa, a MB acertou os… Read more »

Mauricio R.
Mauricio R.
9 anos atrás

Olha não postei nada antes, pq estava fazendo uma força danada p/ entender essa tal “padronização”, tão alardeada aqui. Mas foi em vão, não passou, não houve entendimento de como se compra um modelo de helicóptero de um fabricante, p/ missões de transporte (vertrep???), SAR, C-SAR e ASuW; e outro modelo de um outro fabricante p/ missões ASW. Seria alguma debilidade técnica, do modelo anterior??? E dizem que essa “padronização”, está em glass cockpit, modelo de flir, radar, etc… Será o mesmo vírus que levou a FAB a padronizar seus cockpits, do T-29 p/ o F-5, qndo normalmente, como a… Read more »

W@sh
W@sh
9 anos atrás

Deve-se levar em consideração que este helicóptero caiu de para-quedas na MB. Não foi adquirido atraves de estudos, foi um “presente” do MD. MEsmo que de grego. E como já dizia meu tataravô, “cavalo dado não se olha os dentes”. Agora a MB tem que adequar o “presente” as suas necessidades.
Outra coisa. “Vertrep” é o nome dado a faina de se pegar ou retirar carga do navio ou plataforma atraves do guincho da aeronave.