Home Noticiário Internacional Os desafios da Austrália para substituir seus submarinos

Os desafios da Austrália para substituir seus submarinos

179
1

Instituto de análises da Austrália está preocupado com os fundos para o empreendimento e com um possível ‘gap’

Reportagem do jornal Camberra Times, com informações do instituto australiano de política estratégica (Australian Strategic Policy Institute  – ASPI) discute a necessidade de já se alocar fundos para o projeto dos novos submarinos australianos, para evitar a criação de uma lacuna entre a frota atual e os novos meios.

Segundo os planos da Defesa, uma nova classe de 12 submarinos deverá iniciar sua operação por volta de 2025, e sua construção deverá consumir 36 bilhões de dólares (a nota não especifica se são dólares australianos ou americanos).

Fontes ligadas à Defesa disseram, em ‘off’, que a Marinha Real Australiana está sonhando se espera que o Governo assine o programa ainda neste ano. Mas, se o início da alocação de recursos demorar mais, pode ser repetida uma situação do passado, quando a atual classe Collins substituiu os antigos Oberon após estes darem baixa, entre 1992 e 2003. Isso criou um ‘gap’ operacional e de capacidades de uma década, entre as desativações no início dos anos 1990 e a plena operação dos Collins, 10 anos depois. Além disso, a operação da nova classe vem sofrendo continuamente com insuficiência de tripulantes.

Segundo o ASPI, uma decisão sobre o porte e forma da nova frota deve ser tomada nos próximos dois anos. Mas o problema é que a Defesa, no momento, não tem todas as informações e recomendações necessárias para repassar ao Governo, para que este decida. Até agora, as únicas certezas são de que a propulsão dos meios será convencional e que a construção será em Adelaide. O número exato de submarinos, suas tarefas e seu porte ainda estão por ser determinados, segundo o instituto. Há mesmo discussões sobre considerar uma propulsão nuclear para a classe.

O instituto publicou um interessante estudo chamado ‘The once and future submarine—raising and sustaining Australia’s underwater capability’, com uma discussão histórica sobre a substituição anterior (Oberon por Collins) e o que se pode esperar no futuro, com a baixa dos Collins e a entrada em serviço da nova classe.

Clique aqui para baixar e ler o estudo, em arquivo pdf.

FONTES: Camberra Times e ASPI

FOTO: Royal Australian Navy (Marinha Real Australiana)

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
GUPPY
GUPPY
9 anos atrás

Alguém sabe informar quantos submarinos ‘Oberon’ a Austrália operou e, se possível, quais países além da Austrália, Brasil e Chile? Creio que a fabricante Inglaterra e, acho, o Canadá. Alguém pode me esclarecer?

Thanks.