Home Sistemas de Armas Lançada a primeira FREMM Italiana, ‘Carlo Bergamini’

Lançada a primeira FREMM Italiana, ‘Carlo Bergamini’

404
12

 

A Fincantieri informou o lançamento, em 16 de julho, da primeira fragata FREMM italiana, a “Carlo Bergamini”. O lançamento foi celebrado no estaleiro Riva Trigoso, em Gênova.

A madrinha do navio foi a senhora Maria Bergamini Loedler, neta do almirante Carlo Bergamini. O nome homenageia o almirante da esquadra condecorado (in memorian) com a medalha de ouro de valor militar  após afundar com seu encouraçado, o Roma, em 8 de setembro de 1943.

A entrega do navio, capaz de uma grande gama de tarefas e operação em diversas situações táticas, deverá ocorrer em 2012. Segundo a Fincantieri, a fragata tem 139 metros de comprimento, 19,7 metros de boca e um deslocamento carregado de aproximadamente 5.900 toneladas, com acomodações para 145 tripulantes. A velocidade máxima deverá ser de 27 nós.

A Marinha Italiana acrescenta que o navio pode embarcar 2 helicópteros NH-90 ou um NH-90 e um EH-101 com sistema de movimentação assistida. A propulsão é do tipo CODLAG (Combined Diesel – Electric And Gas) e, como destaques dos sistemas de armas e sensores, estão os mísseis superfície-ar ASTER 15 (16 células de lançamento) e o radar multifunção EMPAR.

As fragatas FREMM italianas deverão substituir as classes “Lupo” e “Maestrale”, contruídas pela Fincantieri nos anos 1970. Também substituirá os navios-patrulha de esquadra classe “Soldato”, segundo a Marinha Italiana. Os contratantes principais na Itália são a Orizzonte Sistemi Navali (51% Fincantieri, 49% Finmeccanica) e, na França, a Armaris (DCNS + Thales). A cooperação franco-italiana nessa classe foi desenvolvida após a experiência positiva com o programa conjunto  “Orizzonte”, em que duas fragatas foram construídas para cada país. As “Orizzonte” italianas são as fragatas de defesa aérea ”Andrea Doria” e “Caio Duilio”.

FONTES: Fincantieri  e Marinha Italiana FOTOS: Marinha Italiana (Marina Militare)

12 COMMENTS

  1. Achei esse navio mais bonito q as FREMM francesas, a aí nós temos chances de adquiri-los ou já foi pro esquecimento mesmo?

    []s

  2. O papo é q essas foram as escolhidas pelo Comte da MB(deu aki no blog essa noticia!) especialmente pelo preço…Mas a decisão final sabe como é….será politica, então surpresas não podem ser descartadas até o fim. Vai q aparece um azarão (com um presentinho) com um pacotão já no golden goal???? abçs.

  3. Leva-se 6 anos para construir e colocar uma belonave como essa no estado de capacidade inicial operacional…6 anos !

    Serão incorporadas a cada 1 ano e meio, assim, a última das 10 deverá ser comissionada oor volta de 2023.

    Estes navios estarão substituindo navios na faixa dos 30 anos de serviço, o que é o ideal.

    Aqui no Brasil…

    Nossas fragatas que mesmo modernizadas deveriam ter uma vida útil de 40 anos (Niterois) e 35 anos (Greenhalghs), terão que ter suas vidas úteis esticadas para 45 e 40 anos respectivamente, mas mesmo assim, não me parece que será suficiente e o nr de “grandes combatentes” de superficie será reduzido ao menos durante alguns anos.

    As 4 corvetas/fragatas leves Inhaumas, deveriam ter uma vida útil na faixa de 30 anos, assim a primeira deveria dar baixa em 2019, pouco provável também.

    Assim, quanto antes os novos navios forem construidos, melhor !

  4. Seria mais factível ressuscitar o design da “Barroso”, modifica-lo de modo a prover a MB c/ 2 spin-offs:

    1-) design passível de uso como OPV.

    2-) design passível de uso como:

    a-) fragata ASuW/ASW.

    b-) fragata AAW.

  5. A fragata deslizará uns poucos metros até uma “chata” de cerca de 160m que se posicionará à frente e será transportada até uma doca seca flutuante proxima, quando então se dará o lançamento ao mar.

    abs

  6. Alguém reparou, na primeira foto, que bem ao lado da ‘Carlo Bergamini’ está uma ‘irmã mais nova’, em avançado estágio de construção?

  7. Aliás, na penúltima foto também dá pra ver a popa da outra fragata, ainda sem os hélices. Na outra fragata, está até mais fácil de ver outro detalhe da classe, que é a rampa traseira para lançamento e recuperação de lanchas rápidas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here