Nas imagens, os futuros navios-aeródromo britânicos da classe “Queen Elizabeth” vão tomando forma nas instalações da BAE Systems no Reino Unido.

Na foto acima, um dos 4 geradores diesel de energia elétrica que vão equipar o HMS Prince of Wales. Cada gerador pesa 160 toneladas e vão produzir 11.600kW cada.

Nas fotos abaixo, o HMS Queen Elizabeth sendo montado na sua doca em Rosyth.

Tags: , , ,

Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista especializado em temas militares, editor-chefe da revista Forças de Defesa e da trilogia de sites Poder Naval, Poder Aéreo e Forças Terrestres. É também fotógrafo, designer gráfico e piloto virtual nas horas vagas. Perfil no Facebook: https://www.facebook.com/alexandregalante

6 Comentários para “E os navios-aeródromo classe ‘Queen Elizabeth’ vão tomando forma…”

  1. aericzz 14 de agosto de 2012 at 17:33 #

    Tá produzindo hj hein galante!!!!

  2. aericzz 14 de agosto de 2012 at 17:38 #

    manda mais!!!!!!

  3. eraldocalheiros 14 de agosto de 2012 at 18:53 #

    segundo os sonhadores mor, os tupiniquins não irião entrar neste projeto; E como ficou essa situação? Alguem se habilita a falar algo? Ou o sonho tornou-se realidade para o pais das bananas? Boa noite à todos.

  4. Marcos 14 de agosto de 2012 at 20:35 #

    E o nosso NAe São Paulo também vem ganhando forma. Forma de uma imensa e grande sucata.

  5. Clésio Luiz 15 de agosto de 2012 at 11:38 #

    Alguém sabe dizer se eles se decidiram entre ter uma ou duas pontes?

  6. daltonl 15 de agosto de 2012 at 12:35 #

    Terão duas “ilhas” cada qual com sua respectiva “ponte”, a dianteira de navegação e a traseira de operações aéreas, e cada “ilha” terá também
    uma chaminé, espaçadas devido ao layout do maquinário.

    Nos NAes americanos, eles já mudaram a “ilha” uma vez depois da classe Forrestal que e tornou-se padrão nos atuais “Nimitz”, mas o futuro USS Gerald Ford terá a “ilha” recuada ainda mais e aparentemente não trará desvantagens navegacionais já que sistemas de cameras de video colocados adiante dão a ponte uma clara visão.

    abraços

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Crise econômica paralisa renovação da Marinha venezuelana

PC 22 Warao da Venezuela - destaque foto Nunão - Poder Naval

  As graves dificuldades econômicas vivenciadas pela sociedade venezuelana – motivadas pela queda do preço do barril do petróleo (produto […]

Velejador é resgatado após ataque de tubarões em alto mar

NPa Macau

Marinha, através do Comando do 3º Distrito Naval (Com3ºDN), realizou o resgate de um velejador que estava à deriva, a […]

França admite reforçar arsenal por meio de leasing

FREMM-Normandie - foto DCNS

O chefe do Estado-Maior de Defesa da França, general do Exército Pierre de Villiers, disse nesta sexta-feira (30.01), que o […]

O monitor Parnaíba e a Base Fluvial de Ladário – parte 1

Parnaíba - perfil a boreste na Base Fluvial de Ladário - foto Nunão - Poder Naval - Forças de Defesa

Nova série de matérias do Poder Naval começa mostrando o armamento principal do monitor Parnaíba   Por Fernando “Nunão” De Martini […]

Argentina quer suas OPV classe Malvinas de emprego dual

P18N

O comando da Armada Argentina quer que a sua nova classe de navios-patrulha oceânicos (OPV, na sigla em inglês) de […]