China recebe primeiro hovercraft classe Zubr

zubr2

A China recebeu o primeiro hovercraft do projeto 12322 Zubr encomendado na Ucrânia. O contrato para o fornecimento de dois navios anfíbios foi assinado em 2009, no valor de $315 milhões.

Em reportagem veiculada pela Voz da Rússia ontem (26) Vasily Kashin, analista do  Centre for Strategic Technology Analysis, baseado em Moscou, afirmou que os hovercrafts representariam boas possibilidades de sucesso em um possível desembarque de tropas chinesas nas ilhas Senkaku/Dayou – alvo de disputas e tensão entre China e Japão.

Kashin aponta que Pequim mudou sua atitude até então mais passiva quando Tóquio nacionalizou as ilhas no ano passado. Em meio a uma onda de sentimentos anti-nipônicos, a China passou a ser mais ostensiva em suas patrulhas navais na região. A presença de navios-patrulha e aeronaves mantém pressão sobre o Japão, e ao mesmo tempo acalma os ânimos nacionalistas da população, que demanda uma resposta mais enérgica. Através da introdução de armamentos mais modernos como caças Su-35 e sistemas de defesa antiaérea S-400, além dos hovercrafts Zubr, o Exército de Libertação Popular tenta mostrar ao Japão que não irá retroceder em suas reivindicações territoriais.

De acordo com Kashin, a localização do arquipélago – a 300km da costa da China – coloca as ilhas dentro do raio de alcance das baterias S-400, permitindo à Força Aérea chinesa abater caças japoneses sem lançar as próprias aeronaves. Ainda que uma paz tênue se mantenha enquanto o Japão não ocupe efetivamente as ilhas, o deslocamento de armas mais avançadas para a região tornará o Mar do Leste da China um foco de tensão global cada vez maior.

Sobre o Zubr

O hovercraft do projeto 12322 desloca 555 toneladas, é capaz de atingir uma velocidade de até 60 nós e tem autonomia de 300 milhas náuticas. Os armamentos duas instalações de artilharia com calibre de 30 mm e dois lançadores de foguetes de artilharia de 140 mm.

O Zubr é projetado para transportar três tanques de 150 toneladas, ou 10 veículos blindados de transporte de pessoal de 131 toneladas e mais 140 paraquedistas.

FONTE: Voz da Rússia e Want China Times via Naval Open Source Intelligence (tradução e adaptação do Poder Naval a partir de originais em português e inglês)

Tags: , , , , , , ,

Jornalista formada pela Universidade Federal do Paraná. Ganhou o Prêmio Sangue Novo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná com uma monografia sobre o PROSUB. Feliz proprietária de um SSN classe Virginia.

9 Comentários para “China recebe primeiro hovercraft classe Zubr”

  1. Black Hawk 27 de setembro de 2013 at 18:00 #

    “O Zubr é projetado para transportar três tanques de 150 toneladas, ou 10 veículos blindados de transporte de pessoal de 131 toneladas e mais 140 paraquedistas.”

    e isso mesmo?
    3 tanques de 150 toneladas(450 toneladas) ou 10 blindados de 131 toneladas(1310 toneladas)!!!
    so pode estar errado,pois ele leva mais que duas vezes o próprio peso….

  2. MO 27 de setembro de 2013 at 18:14 #

    deve ser até 150 t. total pay load

  3. daltonl 27 de setembro de 2013 at 19:05 #

    140 paraquedistas ???? Ah tá…o Zubr não apenas é anfibio mas capaz
    de voar.

  4. MO 27 de setembro de 2013 at 19:32 #

    ih Dalton, vai ver que a voz da Russia eh escrito pelo Robertev Godoyievsk

  5. Ivan 27 de setembro de 2013 at 19:47 #

    Segundo o jornalista russo ‘yspecializado’ “Robertev Godoyievsk”, como os hovercrafts utilizam um colchão de ar para voar acima das ondas a tropa transportada por este são paraquedistas e não fuzileiros.

    Vai entender estes ‘Godoyievsks’…

    Abç.,
    Ivan Ivanovich.

  6. Ivan 27 de setembro de 2013 at 22:35 #

    O mapa:

    http://jornaljoseensenews.com.br/portal/wp-content/uploads/2012/09/China-e-Japão.jpg

    Estão mais perto de Taiwan que da China continental.

    Além disso, 300 km de mar aberto é muita coisa para um hovercraft que foi projetado para mar fechado, como Báltico e Negro. Mais ainda imaginar que baterias de SAM S300 seriam capazes de oferecer cobertura aérea, estando a ilha no limite do alcance.

    A Marinha do PLA encomendou 4 (quatro) destes classe Zubr, 2 (dois) fabricados na Ucrânia e mais 2 (dois) a ser construído na China. Aparentemente o objetivo é mais criar e TESTAR doutrina, incorporar uma nova tecnologia e, se for aprovado, desenvolver seus próprios hovercrafts.

    Sds.,
    Ivan.

  7. Alfredo Araujo 27 de setembro de 2013 at 22:38 #

    Black Hawk disse:
    “ou 10 blindados de 131 toneladas(1310 toneladas)!!!””

    Ou esse blindado é um derivado do alemão Pzkpfw VIII Maus, ou vc confundiu os números…
    131 toneladas já é a soma dos 10 blindados de 13 toneladas.

  8. ricardo_recife 27 de setembro de 2013 at 22:43 #

    “três tanques de 150 toneladas, ou 10 veículos blindados de transporte de pessoal de 131 toneladas e mais 140 paraquedistas”.

    Ele leva tanques e veiculos blindados ou pequenos navios patrulhas?

    Abs,

    Ricardo

  9. Ivan 27 de setembro de 2013 at 23:06 #

    A carga do Zubr está entre 130 e 150 toneladas.

    http://www.naval-technology.com/projects/zubr/

    “Zubr can carry up to 130t of cargo: three medium battle tanks such as the T-80B tank, or eight BMP-2 infantry combat vehicles, or ten BTR-70 armoured personnel carriers, or 360 fully equipped amphibious landing troops. The ship has a bow and a stern ramp for fast landing of troops and combat material.”

    Sds.

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Marinha dos EUA compra helicópteros usados do Japão

Mh-53E Sea Dragon Port-au-Prince

A Marinha dos Estados Unidos (USN) adquiriu dois helicópteros usados MH-53 Sea Dragon, além de outros sobressalentes, que pertenciam às […]

Crise derruba verbas e cronograma do projeto AF-1B; 2ª aeronave só em 2016…

AF-1M

  Roberto Lopes Editor de Opinião da Revista Forças de Defesa As restrições orçamentárias que se abateram sobre a Marinha […]

Reforma do AMRJ: no futuro, Oficina de Submarinos servirá à construção de navios de superfície

NAPAOC Amazonas no AMRJ - foto V Cardoso

A Marinha já traça planos para as áreas do seu Arsenal, no Rio de Janeiro (AMRJ), que ficarão liberadas de […]

Marinha suspende até setembro execução do contrato que rege construção da classe Macaé

Navio-Patrulha Macaé

  A Marinha do Brasil suspendeu, até a terceira semana do mês de setembro, a execução do contrato nº 45000/2008-004/00, […]

Guerra entre China e EUA pode ser inevitável, segundo jornal chinês

bandeira da china

Uma semana depois de a Marinha chinesa ameaçar um avião americano que operava voos de reconhecimento em águas internacionais, o […]