No Credit Check Payday Loans

ClippingNEWS-PAfrota chinesa no rioUma frota da Marinha chinesa chegou ontem (22) ao Rio de Janeiro, começando uma visita de cinco dias.

A frota, que passou antes pelo Chile, é composta por um destruidor de mísseis, uma fragata de mísseis e um navio de abastecimento. É a segunda vez que a Marinha chinesa visita o Brasil e a primeira vez que passa pela cidade do Rio de Janeiro.

Funcionários da embaixada e do consulado da China no Brasil, emigrantes chineses, representantes de empresas chinesas, estudantes e representantes da Marinha brasileira, bem como repórteres chineses e brasileiros, deslocaram-se ao cais para acolher a chegada da frota.

O comandante da frota, Li Xiaoyan, disse aos jornalistas que durante a estadia no Brasil se encontrará com o comandante da Marinha brasileira e os dirigentes do Estado e da Prefeitura do Rio de Janeiro. Os marinheiros chineses irão visitar os navios de guerra do Brasil e realizar várias ações de intercâmbio, incluindo um jogo de futebol, além de guardarem tempo para conhecer a cidade brasileira. Na manhã do dia 26, a frota fará um exercício militar junto com a Marinha brasileira.

FONTE: China Radio International

FOTO: CRI (meramente ilustrativa)

VEJA TAMBÉM:

Tags: ,

Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

21 Responses to “Frota da Marinha chinesa visita Rio de Janeiro” Subscribe

  1. jcsleao 23 de outubro de 2013 at 10:22 #

    “Destruidor” de mísseis é dose! Não menos pior é “fragata de mísseis”. Culpa dos Google Translator da vida…

  2. Fernando "Nunão" De Martini 23 de outubro de 2013 at 12:21 #

    Jcsleao,

    Apenas deixando claro que o texto em português é da própria China Radio International.

  3. Alfredo Araujo 23 de outubro de 2013 at 14:05 #

    Eu vi a Type-52C chegando, da janela do meu trabalho =D

    Passou tão rápido q nem deu tempo de ir na mesa pegar o celular =/

  4. jcsleao 23 de outubro de 2013 at 14:39 #

    Fernando “Nunão” De Martini 23 de outubro de 2013 at 12:21 #

    Olá Nunão.
    Nem precisava esclarecer. Até porque vocês sempre informam a fonte, o link da mensagem original, e que traduziu. Apenas achei engraçado.

  5. Fernando "Nunão" De Martini 23 de outubro de 2013 at 15:13 #

    De fato, jcsleao, é engraçado.

    Me faz lembrar uma das “traduções” preferidas pelo MO:

    “Estações de batalha! Quartel general!!!!”

  6. MO 23 de outubro de 2013 at 15:46 #

    ow alguem foi a bordo dos xinelicos, viram as fotos do pad ? CARALHICUS duke, olha os brasões dos navios !!! “Estações de Batalha, Quartel General” …. kkk, olhem se nao viram …

  7. MO 23 de outubro de 2013 at 18:42 #

    Aproveitando escalas e navios em destaque Commodore em SSZ com vídeo =
    http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2013/10/mv-commodore-c4sd2-video-e-fotos.html

  8. Wagner 23 de outubro de 2013 at 20:14 #

    Viram ? Eles nao meteram um missil na cidade…

    Mas a paranoia Direitista americanofila de classifica-los como inimigos transformou a Trilogia num palanque anti-chines.

    Eles são nosso maior parceiro econômico, e tal como os USA, nós tambem dependemos da China.

    ESSA É A REALIDADE.

  9. MO 23 de outubro de 2013 at 20:36 #

    Gente, me desculpem, mas isso eh inedito !!!!!!!!!!!!!!!! melquei uma duas cuecas com isso, que sorte tem os merrrrrmao .. ah um dia um dia aqui vira capital do mundo e começam a vir pra cah … SSZ

    PLAN no RRJ video =
    http://santosshiplovers.blogspot.com.br/2013/10/video-e-fotos-da-escala-inedita-de.html

  10. joseboscojr 23 de outubro de 2013 at 20:57 #

    Wagner,
    Você tem que cuidar desta sua paranoia. Aposto que você está tendo queda de cabelo, pressão alta, manchas na pele e outras cositas mas. rrsrrr.
    Ao contrário dos anti-imperialistas que colocam todas as mazelas do mundo nas costas dos americanos e dos sionistas, aqueles que aceitam como normal a existência dos EUA e de Israel não odeiam russos ou chineses ou quem quer que seja.
    Essa paranoia é característica exclusiva dos fanáticos odiadores dos ianques e dos sionistas.
    Obs: até em escolher inimigos nós brasileiros somos medíocres e escolhemos inimigos dos outros pra odiar. Seria cômico se não fosse patético.
    Ah! Me esqueci que temos razões mesmo para odiar os americanos e os judeus, aliás, foram os primeiros que perpetraram o golpe de 64 (acredite quem quiser) e o Silvio Santos é judeu.
    O Golpe infelizmente propiciou a nossa atual “democracia” de araque e o Sílvio Santos é um pé no saco de marca maior.

  11. joseboscojr 23 de outubro de 2013 at 21:17 #

    O máximo que se fala aqui na Trilogia é que os produtos chineses são menos capazes que os equivalentes ocidentais e isto não é culpa de ninguém que odeia os chineses e sim deles mesmos por venderem um monte de porcaria e cópias fajutas. A propaganda negativa vem de lá.
    Ninguém diz a mesma coisa de Singapura, da Coréia do Sul ou de Taiwan porque nesses países a propaganda foi favorável.
    Também se coloca muitas das vezes que os produtos russos são inferiores aos equivalentes ocidentais.
    O que há de mais nisto?
    Há coisas que eles são melhores por força das circunstâncias e há coisas em que eles são piores.
    Pra cada caso de míssil R-73 à frente do seu tempo há 100 casos de produtos piores, desde televisão,passando por máquina de lavar até chegar em naves espaciais.
    A culpa é nossa? A culpa é da Trilogia?
    Não! A culpa é deles que durante décadas de regime comunista não obtiveram o mesmo grau de qualidade devido à pura falta de competitividade típica do regime que a ex URSS adotava.
    Ora! Será que depois da URSS falir, se levantar literalmente das cinzas, se reorganizar na figura da Federação Russa, vivendo numa época de crise global, todos temos que acreditar que de uma hora para outra ela possua os mais modernos sistemas de armas do mundo apesar de investir 20 x menos que os EUA?
    Será que eles são assim tão criativos e geniais?
    O problema é que a imbecilidade da política externa oculta do PT no poder teima em incentivar a tal da paranoia antiamericana e não mede esforços em desviar a atenção dos problemas internos buscando um inimigo externo e claro, os americanos não fazem por menos e sempre colocam a bunda na janela pra alguém passar a mão nela. Parece que gostam de levar no orifículo intestinus terminales e o atual governo se esbalda com esse bando de asseclas amestrados que fazem certinho o dever de casa.

  12. Luiz Monteiro 23 de outubro de 2013 at 21:24 #

    A partir do dia 26, navios da Esquadra (MB) e os meios navais da Marinha Chinesa iniciam operações conjuntas. Rumo sul

  13. nunes neto 23 de outubro de 2013 at 21:26 #

    Bosco assino embaixo, essa paranoia já está dando nos bag ……senhores editores façam algo,todo comentário desse cidadão tem um ataque ideológico, já está dando náuseas.Abçs

  14. joseboscojr 23 de outubro de 2013 at 21:32 #

    Wagner,
    Eu tenho grande respeito pela sua pessoa e inclusive você já fez comentários extremamente elogiosos a respeito de comentários meus, mas não posso deixar de reparar que você a cada dia que passa tenta fazer a Trilogia ficar muito parecida com uma série de outros sites e fóruns de “defesa” onde independente do tema colocado sempre há algum comentário de cunho ideológico, totalmente fora de contexto.
    Quando ninguém está falando ou sugerindo nada você provoca e põe pilha.
    Este é um dos poucos espaços que tal prática ainda é mal vista e onde se pode falar de míssil sem falar de ideologia ou política, falar de canhão sem falar de ideologia ou política, falar de fuzil sem falar de ideologia ou política.
    Como entusiasta do assunto espero que continue assim já que gosto de falar de fuzil, míssil e canhão e só.
    Há matérias exclusivas de cunho político e pelo menos nas eminentemente técnicas não deveria haver este tipo de “provocação” sob pena de afastar aqueles que são só entusiastas do assunto e estão se lixando para a Rússia, a China ou para os EUA.
    Na verdade há aqueles (eu sou um deles) que além de entusiasta considera o ser humano uma infestação na Terra e portanto, russos, chineses, coreanos, brasileiros, americanos, sionistas, cristãos, muçulmanos, flamenguistas, petistas e salgueirenses são igualmente nefastos e prejudiciais à natureza.
    Um abraço.

  15. Nautilus 24 de outubro de 2013 at 2:12 #

    Por falar em traduções ridículas em filmes de guerra, no antigo “Afundem o Bismarck”, na “Versão brasileira: Herbert Richers”, o comandante grita a ordem, no meio do maior bombardeio: “Voltem ao porto! Voltem ao porto!”
    Obviamente, na versão original, o comandante disse, na verdade : Turn to Port! (Vire a bombordo!)
    Outra: No filme “SOS Submarino Nuclear”(Grey Lady Down), após enfrentar problemas, o submarino afunda e toca o leito oceânico, além da capacidade nominal de resistência do casco. O navio finalmente repousa no fundo, adernado e o imediato dirige um olhar aliviado ao skipper, interpretado por Charlton Heston e diz: “graças a Deus o caso resistiu!”. No que o comandante responde: ‘graças a Deus e à Dinâmica Geral!”… Fiquei matutando sobre o que cargas d’água o personagem de Heston quis dizer com isso e imaginei que, na versão original, ele devia estar se referindo à General Dynamics Electric Boat Division, fabricante do submarino! Kkkkkk!

  16. joseboscojr 24 de outubro de 2013 at 8:30 #

    Nautilus,
    Tão interessantes quanto as suas considerações é o amadorismo de alguns autores de livros.
    No caso do “O Nimitz Volta ao Inferno”, livro baseado no roteiro do filme “Nimitz, De Volta ao Inferno”, há uma citação dizendo que os lançadores de mísseis Harpoon do porta-aviões haviam sido colocados de prontidão.

  17. MO 24 de outubro de 2013 at 12:43 #

    é Fontoura e os cara, isso se deve a nossa eterna falta de cultura maritima e naval, no qual funciona mais ou menos assim, quem faz não sabe o que é, quem procura, o faz em fontes leigas, mesmo os pseudos dissionarios e quem matearealiza pensa assim “ah dane-se, pra quem eh ta bom’ .. eh por isso que temos alem de tudo os 1o Imediato, Estibordo, Transatlantico, Cargueiro, Madame Ancorado no porto, docado no porto (isso aqui então ….), 2o SGT no US Army, Oficial de Ciencias (Capt. Spock, XO da Enterprise …) e por ai vai .. e as vezes ainda tem um sapiencia para atestar

    PS kkkkk coitado da Gen Dinamics …. kkkkk ah e detalhe nas pseudo cientificas (History Chaneel, Discovery, Nat Geo … meu Jizuis, sai de baixo …)

  18. Marcos 24 de outubro de 2013 at 13:15 #

    Caro Wagner

    “Eles são nosso maior parceiro econômico, e tal como os USA, nós também dependemos da China.”

    Na verdade foi a China é que transformou os EUA em seu maior parceiro comercial. Não é a toa que eles crescem a taxa de 12% aa. Por aqui, por conta de uma ideologia burra, simplesmente abandonaram o maior mercado consumidor do planeta.

    E os EUA não dependem em nada da China. Mas o reverso não é verdadeiro.

  19. Marcos 24 de outubro de 2013 at 13:16 #

    Voltando ao artigo: eles pelo menos tem o que mostrar!

  20. jcsleao 25 de outubro de 2013 at 12:33 #

    Poxa MO! Qual o problema com “estibordo”!???
    Afinal tudo depende de que lado do navio você se encontra. O lado mais próximo é “estibordo” e o mais distante é “aquelibordo”. Kkkkkk
    Uma das traduções que mais que chateiam é battleship virar “navio de guerra”….

  21. MO 25 de outubro de 2013 at 18:40 #

    boa leão, tinha esquecido desta …. rsssssssss

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Entrevista com o comandante do submarino ‘Tapajó’, capitão-de-fragata Horácio Cartier

Um dia a bordo do submarino ‘Tapajó’ – parte 3 PODER NAVAL: Comandante Cartier, o senhor poderia falar um pouco […]

Um dia a bordo do submarino ‘Tapajó’ – parte 2

Um submarino de propulsão convencional como o Tapajó tem um funcionamento parecido com um telefone celular: de tempos em tempos […]

28ª Viagem de Instrução de Guardas-Marinha

Hoje o Navio-Escola “Brasil” realizará a Cerimônia de despedida para a XXVIII Viagem de Instrução de Guardas-Marinha. A Viagem terá […]

Um dia a bordo do submarino ‘Tapajó’ – parte 1

No dia 16 de julho de 2014, na véspera da data comemorativa do Centenário da Força de Submarinos (1914-2014), uma equipe […]

Aprovado plano de trabalho do Brasil para exploração de crostas na Elevação do Rio Grande

O Brasil acaba de alcançar importante êxito na aprovação do Plano de Trabalho para exploração de crostas cobaltíferas na Elevação […]

Veleiro ‘Cisne Branco’ aberto para visitação em Belém-PA

Está aberto para visitação do público paraense o navio veleiro Cisne Branco, da Marinha do Brasil. As visitações são gratuitas […]