VANT

A Prosin – Projetos e Sistemas Navais S.A, empresa brasileira de engenharia naval e de engenharia de sistemas, subsidiária da DCNS do Brasil, está realizando dentro do seu portfólio, atividades de pesquisa e desenvolvimento para sua matriz visando desenvolver soluções tecnológicas no Brasil. Entre elas a integração dos VANT brasileiros. Derick Furquim, engenheiro de sistemas na Prosin fala sobre o assunto:

Prosin realiza estudo para a integração naval de drones brasileiros

Como uma de suas atividades de P&D previstas para o ano de 2014, a Prosin vem realizando um estudo sobre a integração naval de veículos aéreos não tripulados (VANT) brasileiros a serem utilizados pelas Marinhas. Esse estudo tem como objetivo a identificação de VANTs fabricados por empresas brasileiras e uma análise sobre a integração dos mesmos em navios de superfície.

Também conhecidos como “drones” (do inglês, “zangão”), os VANT são definidos como Produto Estratégico de Defesa pela Estratégia Nacional de Defesa (END) de 2008 para as Forças Armadas. A Marinha do Brasil prevê o uso deste tipo de equipamento principalmente em operações de monitoramento, tanto na Amazônia Azul quanto em patrulhas na bacia hidrográfica do Amazonas.

A indústria de VANTs no Brasil enfrenta dificuldades relacionadas às vendas e prestação de serviços no país, devido a dois fatores: a falta de regulamentação da ANAC para voos comerciais de VANTs e a quase inexistência de compras por parte das Forças Armadas. Através deste estudo a Prosin busca também uma cooperação com os fabricantes brasileiros a fim de fortalecer a atratividade da oferta de VANTs.

DIVULGAÇÃO: DCNS

Tags: , , , ,

Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista especializado em temas militares, editor-chefe da revista Forças de Defesa e da trilogia de sites Poder Naval, Poder Aéreo e Forças Terrestres. É também fotógrafo, designer gráfico e piloto virtual nas horas vagas. Perfil no Facebook: https://www.facebook.com/alexandregalante

2 Comentários para “DCNS colabora na integração de VANTs na MB”

  1. desastreBR 10 de junho de 2014 at 22:13 #

    VANTs!?

    Já estão ultrapassandos, observem essa reportagem:

    http://exame2.com.br/mobile/tecnologia/noticias/com-skybox-google-maps-podera-funcionar-em-tempo-real

  2. desastreBR 10 de junho de 2014 at 22:14 #

    * ultrapassados

Deixe um comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Precisamos, para já, de 4 (bons) navios usados

maestrale

  Roberto Lopes Editor de Opinião da Revista Forças de Defesa e autor do livro “As Garras do Cisne” Parece […]

Navio-veleiro Cisne Branco aberto à visitação em Santos neste final de semana

Cisne Branco (2)

A Capitania dos Portos de São Paulo informou em nota à imprensa que o navio-veleiro Cisne Branco da Marinha do […]

Marinha peruana estuda três opções para renovar sua força de superfície

DE_LA_PENNE__5____a

  Não é só a Esquadra brasileira que necessita equacionar a renovação de sua força de superfície em um cenário […]

Cerimônia de incorporação do Navio de Pesquisa Hidroceanográfico ‘Vital de Oliveira’ à Marinha do Brasil

Vital de Oliveira - 1

  Em uma cerimônia de batismo, mostra de armamento e transferência para o setor operativo, o Navio de Pesquisa Hidroceanográfico […]

Ministério da Defesa menos otimista com as chances do Prosuper em 2015

FREMM 523b

Roberto Lopes Editor de Opinião da Revista Forças de Defesa e autor do livro “As Garras do Cisne” Passam os […]