Home História Documentário ‘Action Navy’ (1975), da Marinha Real Britânica

Documentário ‘Action Navy’ (1975), da Marinha Real Britânica

635
10

Excelente documentário dos tempos gloriosos da Royal Navy. Na época, as fragatas da classe “Leander” ainda formavam a espinha dorsal daquela Força, as fragatas Type 21 estavam entrando em serviço, juntamente com os contratorpedeiros Type 42.

Muitos navios aparecem no vídeo: HMS Danae (F47), HMS Leander (F109), HMS Andromeda (F57), HMS Fife (D20), RFA Tidespring (A75), RFA Tarbatness (A345), HMS Churchill (S46), HMS Invincible (R05), HMS Sheffield (D80), HMS Amazon (F169), HMS Wolverton (P1093), HMS Bronington (M1115), HMS Blake (C99), HMS Hydra (A144) e HMS Albion (R07).

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo
Marcelo
5 anos atrás

quem saberia dizer qual país introduziu a configuração “padrão” de fragatas/destroiers que temos hoje: canhão na frente, hangar de helicópteros atrás, mísseis anti-navio e/ou anti-aéreos na estrutura? Será que foi essa classe 21 do Reino Unido?

Marcelo
Marcelo
5 anos atrás

Parabéns ao PODER NAVAL!!!!

Fazia muito tempo que não assistia a um documentário tão bom quanto este.

A Nossa MB nunca fez um filme igual a este?

Skyraider
Skyraider
5 anos atrás

Nossa, este vídeo é do ano em que nasci. Muito legal as fainas. Lembrou-me os tempos de criança, visitando os navios da esquadra no porto de Rio Grande, quando meu pai serviu no 5 DN, lá pelos anos 84/85. Achava os Wasps lindos, com turbina exposta, embora barulhentos, se comparados aos esquilos ou linces (cada gosto né).

Dalton
Dalton
5 anos atrás

Marcelo… mesmo antes da T 21 houve a classe Leander, mas, o arranjo que você descreveu não foi de todo incorporado de imediato pois ainda não havia um helicóptero pequeno o bastante para o hangar…o “wasp” estava sendo desenvolvido ainda e um lançador de mísseis como o Seacat só mais tarde foi adicionado pois estava em desenvolvimento também. Não há nada de muito original no arranjamento e várias marinhas já tinham este arranjo em mente, ou seja, um helipad e um hangar ocupando o terço final de um navio e armamento de tubo na parte dianteira com armamento secundário na… Read more »

Marcelo
Marcelo
5 anos atrás

valeu Dalton, esse sabe tudo

JagderVband#44
JagderVband#44
5 anos atrás

Arrisco a dizer que, salvo algumas exceções em termos de armamentos e sistemas de comunicação/combate, nossa MB está no mesmo nível dos navios mostrados no referido vídeo.

Oganza
Oganza
5 anos atrás

Interessante… Era em 1975? E eles não mostraram o Ark Royal (R09) com seus Buccaneers, Phantons, Gannets e Sea Kings… sua retirada não ocorreu entre 1978-79?… =/ No mais, ótimo “documentário”… em tempos de Cold War valia de tudo para deixar a população com a sensação de segurança… …é bom lembrar que a partir do meio da década de 70 os ingleses já estavam no meio de uma das suas piores crises econômicas até a chegada da Dama de Ferro para consertar as coisas… Claro que com uma providencial ajuda da Argentina… 😛 …antes de ser uma vitória Militar, as… Read more »

Dalton
Dalton
5 anos atrás

Oganza… em 1975 o Ark Royal IV passou boa parte do ano fora inclusive visitou e exercitou-se com a marinha brasileira, então é possivel que quando o vídeo foi feito ele não estivesse disponível. Claro que imagens dele poderiam ter sido introduzidas, notei que mostraram o R 07 que em 1975 já havia sido retirado, mas, como já sabia-se que o Ark Royal estava com seus dias contados o que de fato ocorreu em 1978 e o futuro era o Invincible talvez não fizesse muito sentido mostrar Phantons. Como o Invincible só foi comissionado em 1980 não acho que ele… Read more »

Oganza
Oganza
5 anos atrás

Dalton e Galante,

vlw pelas informações… muito Obrigado.

É bacana ver que boa parte das imagens captadas para o material foram feitas para esse fim, com manobras ensaiadas para se construir uma percepção mais plástica da RN… sem falar na disponibilidade de meios e na reafirmação da presença global.

Realmente muito bem feito.

Grande Abraço.