MK48-CBASS-hero

Empresa fabricará sistemas de orientação e controle para torpedos sob contrato da Marinha dos EUA no valor de até US$ 425 milhões

CBASS-logoA Lockheed Martin (NYSE: LMT) fornecerá à Marinha dos EUA os mais recentes avanços em sistemas de sonar sob um contrato no valor de até US$ 425 milhões para sistemas de guiagem e controle para torpedos MK.48 Mod 7, parte de um esforço de cinco anos para aumentar o inventário dos torpedos pesados MK.48 Mod 7 para a frota de submarinos americana.

Os sistemas de orientação e controle da Lockheed Martin irão equipar os torpedos pesados, com maior largura de banda e orientação simplificada e recursos de rastreamento. Estes sistemas irão aumentar a eficácia do MK.48 e fornecer recursos avançados de contra-medidas.

Torpedo MK.48
Torpedo MK.48 – clique na imagem para ampliar

“As mais recentes tecnologias de guiagem e controle para o torpedo MK.48 são em parte graças ao investimento de US$ 10 milhões da Lockheed Martin na eficiência de fabricação, instalações e laboratórios para garantir que as marinhas possam enfrentar as ameaças em ambientes marinhos nos litorais e em águas profundas”, disse Tom Jarbeau, diretor do Programa MK.48 da Lockheed Martin. “Estamos construindo sobre as nossas cinco décadas de experiência em sistemas submarinos e nosso forte histórico de fornecimento de sistemas eletrônicos complexos aos nossos clientes dentro do cronograma e do orçamento.”

MK-48-torpedoesSob este novo contrato, a Lockheed Martin fornecerá seções de orientação e controle totalmente integrados, para aumentar o estoque de torpedos MK.48 torpedos ao longo de vários anos. Há potencial para ordens de produção de mais de 250 torpedos ao longo dos próximos cinco anos para a Marinha dos EUA, que são usados ​​por todas as classes de submarinos como sua arma de guerra antissubmarino (ASW) e arma de guerra anti-superfície (ASuW).

Estes novos sistemas de orientação e controle para os novos torpedos MK.48 incluem a mesma seção dos torpedos pesados ​​existentes da Marinha que a Lockheed Martin está atualizando sob o Programa MK.48 CBASS (Common Broadband Advanced Sonar System) solicitado pela Marinha dos Estados Unidos em 2011. A Lockheed Martin entrega à Marinha dos Estados Unidos, pelo menos, 20 kits Mod 7 CBASS por mês e está a caminho de entregar todos os kits dentro do cronograma. A Lockheed Martin também realiza manutenção intermediária destes torpedos para o treinamento da frota, dando à Marinha uma vantagem de combate crítica.

DIVULGAÇÃO: Lockheed Martin

NOTA DO PODER NAVAL: o torpedo MK.48 também é empregado pelos submarinos da Marinha do Brasil, na versão Mk.48 Mod.6AT ADCAP.

Torpedo MK 48 – Especificações
Peso 3.500 lbs (1.676 kg)
Comprimento 5,8 m
Diâmetro 21 polegadas (533 mm)
Profundidade máxima > 1.200 pés
Alcance MK-48 ADCAP –  54.685 jardas a 40 nós;  42.530 jardas a 55 nós
Velocidade Máxima de 55 nós
Guidance System Common Broadband Advanced Sonar System
Cabeça de combate 650 libras (292,5 kg) de alto explosivo
Propulsion Otto Fuel II Piston Engine

5
Deixe um comentário

avatar
5 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
DaltonDavid SoaresBardinironaldo de souza gonçalves Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
ronaldo de souza gonçalves
Visitante
ronaldo de souza gonçalves

achei o estoque deles até pequeno,250 em 5 anos para uma marinha daquele tamanho se for pro Brasil 250 era formidavel,quanto o Brasil produzir os proprio torpedos pro subnuclear eu acho que o almirantado tem um certo medo,pois na argentina alguns torpedos não funcionaram e os franceses passaram os codigos dos exorcet para os ingleses.espero que teve umaconfusão só espero que o projeto avance e tenhamos um torpedo confiavel e que não consigar vence-lo com contra medidas.

Bardini
Visitante

“pois na argentina alguns torpedos não funcionaram”

A respeito dos torpedos SST-4:
.
“Una tecnología nueva e incomprendida, con errores de diseño y problemas de mantenimiento. Con todo esto, no es de extrañar el pobre desempeño de este torpedo en Malvinas 1982.”
.
http://www.elsnorkel.com/2014/06/los-incomprendidos-algo-mas-del-estado.html

Dalton
Visitante

Ronaldo… não é que o estoque da US Navy seja de “apenas” 250 torpedos e sim que o estoque poderá ser aumentado em mais 250 unidades até para cobrir torpedos que serão retirados devido à idade e os que são enviados para manutenção. . Com cerca de 70 submarinos, 250 torpedos não seriam suficientes para equipar nem metade da força embora não haja necessidade nem recursos para ter um estoque para todos os 70 submarinos já que muitos deles sempre estão em longas manutenções. . Levando em conta que um SSN embarca normalmente 26 deles e os SSBNs e SSGNs… Read more »

David Soares
Visitante
David Soares

“Levando em conta que um SSN embarca normalmente 26 deles e os SSBNs e SSGNs embarcam pelo menos 12,”
Acredito que esses números não se reflitam em tempos de paz onde o número de torpedos embarcados é menor visando diminuir o atrito e a manutenção deles.

Dalton
Visitante

David…

os navios e submarinos da US Navy são enviados para literalmente do outro lado do mundo às barbas de potenciais adversários…se a coisa
ficar quente como já ficou simplesmente não faria sentido a US Navy operar avançadamente com seus meios não devidamente armados e treinados.
.
É bem possível que navios e submarinos não partam para suas missões com os paióis completamente “cheios” afinal munição é finita e precisa
ser dividida entre muitos meios, mas, a quantidade de armas embarcada deve ficar bem próxima da capacidade máxima.
.