Home Poder Naval Empregados da Nuclep denunciam militarização da empresa pela Marinha

Empregados da Nuclep denunciam militarização da empresa pela Marinha

9450
52

797409

Empregados da Nuclebrás Equipamentos Pesados (Nuclep) denunciaram dia 28 que estão passando por um processo de “militarização”. A denúncia foi feita em ato efetuado fora das instalações da empresa de economia mista, vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e subordinada à Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN).

“Nós temos as comprovações que a parte territorial marinha, a Marinha está tomando e, agora, a Nuclep está passando algumas diretorias para a Marinha”, disse à Agência Brasil o diretor da Associação dos Empregados da Nuclep (AEP), David Neves. Segundo ele, o atual presidente da Nuclep, Jaime Cardoso, não conseguiu ainda mudar a empresa para o Ministério da Defesa.

David Neves afirmou que a companhia, que durante as décadas de 1970 e 1980 desenvolveu equipamentos de grande importância para a nação, continua desenvolvendo até hoje obras estratégicas para o país, não só na área nuclear. Acrescentou, porém, que o presidente não dá o devido valor aos funcionários da casa: “Ele está fazendo acordo com o Ministério da Defesa para poder se manter no cargo, e está passando tudo para o militarismo”.

100_0845

O diretor da AEP informou que Jaime Cardoso demitiu há pouco todo o quadro comissionado do diretor administrativo, Saulo Farias, e colocou para assumir a segurança patrimonial da Nuclep um almirante da reserva. “Toda a parte de controle que liga a Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas (Ufem), empresa da Marinha, com a Nuclep está de porteira aberta. É tudo da Marinha”. A Ufem integra o Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub), da Marinha. O funcionário lembrou ainda que a diretoria industrial da Nuclep já é exercida também pelo almirante Liberal Zanelatto, desde 2011, que sempre assume a presidência da companhia, na ausência do titular.

A AEP solicita apoio da sociedade para impedir que a Nuclep passe efetivamente para a Marinha e saia do âmbito do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. As irregularidades apontadas foram encaminhadas à direção da CNEN. Os empregados denunciaram também que, pela primeira vez, foram impedidos pelos dois almirantes de se manifestar no pátio da empresa. “Às 5h, os guardas já estavam em fileira. Eles expulsaram os funcionários”. Daí, a mobilização foi feita na rua e resultou em 100% de apoio para a proposta de não militarização da empresa. Do total de 1.068 funcionários, mais de 970 são associados à AEP.

A intenção dos servidores é que a Nuclep continue como empresa para fins estratégicos, “não para fins da Marinha”, indicou David Neves. Os funcionários receiam que possa ocorrer demissões na companhia, devido à falta de obras no pátio, como foi registrado na Empresa Gerencial de Projetos Navais (Emgepron), estatal da Marinha do Brasil, de onde 400 empregados foram dispensados, em fevereiro deste ano. “Será que eles vão ter pena da gente?”, indagou o diretor da associação.

Posicionamento

Controladora da Nuclep, a CNEN informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que não tem ingerência real sobre a empresa, ou seja, não exerce um controle efetivo. Acrescentou que questões internas têm que ser respondidas pelo próprio presidente da Nuclep.

Procurada pela Agência Brasil, a direção da Nuclep não respondeu às ligações, nem apresentou nenhum posicionamento. Segundo a assessoria de imprensa, a manifestação foi um fato isolado, efetuado fora das instalações da empresa, devido à discordância com a demissão de um diretor e funcionários.

FONTE: Agência Brasil

52
Deixe um comentário

avatar
52 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
32 Comment authors
Baronronaldo de souza gonçalvesCelsoBispoEng.Leonardo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Luiz Campos
Visitante
Luiz Campos

Isso é bom ou é ruim? Só falta a CUT se manifestar.

Jorge Knoll
Visitante

– ASSIM como se condena a partidarização dos setores da administração pública por parte do PT, também devemos condenar a militarização da NUCLEp, pois ela que é uma entidade civil, tanto que está ligada ao Ministério da Ciência e Tecnologia, como também a formação de cientistas, engenheiros especializados nesta área, a militarização da empresa a tornará um cabide de emprego para os almirantes que passarem para reserva, fechando cargos que pertencem a civis, além de tornar-se uma subsidiária da Marinha Brasileira, pois, também, estará suscetível ao seu comando – como do Ministério da Defesa. A empresa foi criada para prestar… Read more »

Mauricio R.
Visitante

“Só falta a CUT se manifestar.”
.
A CUT não, a CBT, mas pela capa jornalzinho são todos farinha do mesmo saco.

Caio Romão
Visitante
Caio Romão

Ora, ora, vejam só… Um bando de canalhocratas que não fazem nada pra ninguém a não ser cursinhos preparatórios as custas do papai até os 20 anos de idade, fazem concurso público e passam a ganhar nada menos que 15 pau por mês, mamando nas tetas de um estado já falido… Tudo correria muito bem e eles chegariam à gerente antes dos 25, ganhando umas 30 pila sem fazem porr… nenhuma pra ninguém e “trabalhando” 6 horas por dia. Que maravilha! A vida é bela!!!! Mas, porém, entretanto, todavia… No meio da caminho tinha uma pedra, tinha uma pedra no… Read more »

Caio Romão
Visitante
Caio Romão

Chorem, canalhas! A repúbliqueta bananeira-sindicalista está moribunda e pode bater as botas a qualquer momento!
E quando esse dia chegar, e não vai demorar muito, se alguém quiser se encostar e ganhar dinheiro fácil, ao invés de virar funcionário público vai ter que virar gigolô.

Caio Romão
Visitante
Caio Romão

Jorge Knoll 30 de abril de 2016 at 1:50
———————————————–
Caro Jorge, para efeito de informação:
1- Desenvolvimento de energia nuclear é um assunto estratégico para qualquer país. Você e eu sabemos muito bem que a maioria dos funcionários públicos dessas “BRÁS” da vida não valem o escarro de um tuberculoso.
2- Com a quantidade de lunáticos em se tratando de esfera federal nos últimos 14 anos, nada mais justo que a Marinha controle “certas coisas” para que nenhuma informação vaze para republiquetas bananeiras-sindicalistas, vizinhas. Pra bom entendedor, meia palavra basta.

Bardini
Visitante

A MB, que deveria se preocupar em empurar água com seus navios, tenta abocanhar mais um cabidão para o almirantado se encostar… Brafhil puthénfia…

Caio Romão
Visitante
Caio Romão

Off-Topic…Marinha Real Tailandesa:
1 Porta-aviões, comissionado em 1997 (Novo)
7 Fragatas – todas mais novas que as brasileiras
7 Corvetas – todas mais novas que as brasileiras
22 NAPAOCs (Ual !!!)
9 Missileiras
1 Navio escola
3 Navios de desembarque
9 Navios auxiliares
EXEMPLO!!! País em desenvolvimento, que nunca pretendeu exercer a influência que o Brasil almeja e que mesmo assim leva sua defesa sério!
https://en.wikipedia.org/wiki/Royal_Thai_Navy

Caio Romão
Visitante
Caio Romão

Bardini 30 de abril de 2016 at 7:24
A MB, que deveria se preocupar em empurar água com seus navios, tenta abocanhar mais um cabidão para o almirantado se encostar… Brafhil puthénfia…
——————————————————-
Caro, Bardini, não se faça de bobo.
Você e eu sabemos muito bem que a Nuclep e a MB tem orçamentos separados.
O fato de alguns almirantes ocuparem postos estratégicos nessa estatal não incide em consequência alguma para a operatividade da Armada.

Caio Romão
Visitante
Caio Romão

ps: Almirantes da reserva, diga-se.

jurandor
Visitante

Gostaria que este tal neves falasse quais foram esses desenvolvimentos, se os mesmos foram úteis m alguma coisa. Só falar não diz nada

EduardoSP
Visitante
EduardoSP

Briga de burocracias, cada uma querendo defender o seu, pouco se lixando para o resultado final para o contribuinte.

Regra geral deveria ser cada macaco no seu galho, mas como a MB não tem o que (ou como) fazer, vai se imiscuir em outras áreas a fim de arrumar atividades, cargos e orçamentos para manejar.

Estranho o posicionamento da CNEN, que diz ser a controladora da empresa mas não tem ingerência na mesma. Nunca vi órgão público assumir o papel de “laranja”

Bardini
Visitante

Caio Romão 30 de abril de 2016 at 7:41
.
Almirante ocupando “posto estratégico”.
.
Acho que conheço essa história…

ACPBrasil
Visitante
ACPBrasil

Cambada de ____________,não conhecem nada sobre o que se faz na Nuclebras. A Nuclebras tem reconhecimento internacional, no desenvolvimento de equipamentos estratégicos em usinas nucleares,dentre outros segmentos de tecnologia!
_
COMENTÁRIO EDITADO. DEBATA OS ARGUMENTOS, SEM PARTIR PARA A OFENSA PESSOAL AOS DEMAIS COMENTARISTAS.
PRIMEIRO AVISO.

EParro
Visitante
EParro

Caio Romão 30 de abril de 2016 at 7:41 Parece evidente que você tem alguma informação que embase seus comentários. Entretanto, esta estória de, “aos vagares”, ir mudando a Nuclep do Min. da Ciência, Tecnologia e Inovação para o Min. da Marinha, a meu ver não “cheira bem”. Aliás, Almirantes da Marinha na reserva, assumindo as diretorias da NUCLEP aparenta que a mudança vá mesmo ocorrer! E não é porque o assunto seja estratégico que deva ficar com a Marinha, ou Força Aérea ou com o Exército. Como exemplo temos a EMBRAER, que parece estar indo muito bem. há tempos,… Read more »

Dalton
Visitante

Caio… quanto a marinha de Taiwan que vc elencou, algumas considerações: – Não há nenhum “porta-aviões” apenas um porta helicópteros modesto de 12000 toneladas de deslocamento máximo já que todas as aeronaves de asa fixa tipo “harrier” foram retiradas de serviço muitos anos atrás e o navio em si tem visto pouco de mar embora tenha sido utilizado como uma espécie de “iate real” para a família real e tenha sido utilizado em algumas calamidades; . – Uma das fragatas é do tipo “knox” comissionada na US Navy em 1974 , adquirida nos anos 90, portanto é mais antiga que… Read more »

luiz campos
Visitante
luiz campos

Não se esqueçam que a presiDANTA declarou que não vai colaborar com informações com o possível novo governo. Apenas isto já basta para justificar uma intervenção da MB na Nuclep.

Carlos Eduardo Oliveira
Visitante

Qual o almirante da reserva vai assumir a segurança patrimonial?
O Othon da Lava-Jato?

luiz campos
Visitante
luiz campos

que tal o zé dirceu.

Defourt
Visitante

Ah! Entendi! É um VIVA ao relativismo ético. . Quando parte da sociedade civil a denúncia de que as universidades brasilianas estão infestadas de socialistas do dinheiro alheio que não permitem outra teoria qual não seja a do marxismo, movimentos ditos sociais como MST, MTST etc. em seu livre “modus operandi” a incitar o País, o comandante do Exército denomina como “HISTERIA”. . Quando do contrário então vale tudo não é mesmo? Le Brésil não muda! Continua filtrando o mosquito e liberando o camelo. O termo “estratégico” é a desculpa “perfeita” para que se deixe o camelo livre leve e… Read more »

Mauricio R.
Visitante

“Segundo ele, o atual presidente da Nuclep,…” “…não conseguiu ainda mudar a empresa para o Ministério da Defesa.”
.
Como se o presidente da Nuclep tivesse tal autoridade e como se trocar a empresa de subordinação alteresse algo, o ministério é ocupado pelo PC do B mas o governo ainda é o mesmo.
.
Parece que os sindicalistas tiveram sua liberdade de ação dentro da empresa tolhida, e agora estão publicamente acusando o golpe em busca de simpatias.

David Neves
Visitante

Olá senhores é um prazer debater assuntos tão relevante com os senhores, em resposta a pergunta sobre obras da Nuclep ai vai algumas. Fabricação da Parte Inferior do Vaso de Pressão de Atucha 2 – ARGENTINA Fabricação do Aquecedor de Matéria para Aramar Fabricação do Pressurizador de Angra-II Fabricação dos Condensadores e Montagem na Usina Nuclear de Angra-II Fabricação dos Acumuladores de Pressão e Montagem na Usina Nuclear de Angra-II Reforma dos Condensadores de Angra-I Fabricação dos Trocadores de Calor (sistema secundário) da Usina Nuclear de Angra-II Fabricação da Ferramenta (dispositivo nuclear) para a retirada dos elementos combustíveis da Usina… Read more »

Defourt
Visitante

Mauricio R. 30 de abril de 2016 at 13:49
“Parece que os sindicalistas tiveram sua liberdade de ação dentro da empresa tolhida, e agora estão publicamente acusando o golpe em busca de simpatias.”
.
Então ERREI!
Se é para proteger a empresa de mais pelegos eu tenho que aqui pedir desculpas de público por meu comentário anterior. O que não anula a questão relacionada ao Comandante do EB que fora muito infeliz para se dizer o mínimo. Obrigado!

luiz campos
Visitante
luiz campos

Pelas fotos a Nuclep não passa de uma caldeiraria estatal. Não seria melhor terceirizar esse serviço ?

zeabelardo
Visitante
zeabelardo

Nem vou dormir essa noite de tanta preocupação. Uma empresa da união pode mudar de ministério!!!! E os sindicalistas acham que são eles que tem que definir o que acontece com a empresa. Acho que vou chegar amanhã no trabalho e dizer pro dono o que a empresa tem que fazer. Fala sério.

zeabelardo
Visitante
zeabelardo

“luiz campos 30 de abril de 2016 at 15:56
Pelas fotos a Nuclep não passa de uma caldeiraria estatal. Não seria melhor terceirizar esse serviço ?”
Fala baixo, pois isso é segredo de estado. Vai que descobrem que a empresa é inútil.

luiz campos
Visitante
luiz campos

zeabelardo, desculpe a indiscrição, posso causar uma demissão em massa destes trabaiadô.

Francisco Braz
Visitante
Francisco Braz

Observem que a indignação maior é a demissão do “quadro comissionado do Diretor Administrativo”. Ou seja, a galera que ganha mais sem fazer nada a mais, cujo único mérito é ter “QI” (Quem Indique) para melhorar a vida política do dito diretor. A NUCLEP começou a fazer a diferença para a MB… Tem que ser controlada de perto por ela para garantir que um monte de fofoqueiro não ache que tem direito de sair contando o que acontece lá dentro, misturando o direito de informação com a divulgação irresponsável (tentando não maldar a atitude). Fazem bem acabar com o espaço… Read more »

Caio Romão
Visitante
Caio Romão

Francisco Braz 30 de abril de 2016 at 17:49
Observem que a indignação maior é a demissão do “quadro comissionado do Diretor Administrativo”. Ou seja, a galera que ganha mais sem fazer nada a mais, cujo único mérito é ter “QI” (Quem Indique)
———————————————————
Exatamente, caro Francisco. Como eu disse, pra bom entendedor meia palavra basta. Infelizmente a maioria dos membros não são bons entendedores.

paco
Visitante
paco

As criticas aos funcionarios concursados feitas por um dos comentarias demonstra total ignorancia sobre o funcionamento das empresas e orgãos publicos no Brasil. Eu trabalho em uma empresa de economia mista. No meu setor os dois maiores salários são de cargos COMISSIONADOS, o salário desses dois paga o de todo resto junto. TODAS as empresas publicas e de economia mista são assim no Brasil. . Tornou-se uma moda no Brasil criticar, sem conhecimento de causa, o funcionalismo publico. Tirando o Judiciário que possui salários estratosféricos para concursados, todas as demais entidades são os COMISSIONADOS que ganham os maiores salários e… Read more »

Felipe Morais
Visitante
Felipe Morais

Caio Romão, tire esse ódio do seu coração. Será que você nunca conseguiu passar em um concurso e agora destila seu ódio aos servidores? Se não concorda com o quadro de carreira ou jornada de trabalho, vá choramingar ao MPOG e ao legislativo e não contra os servidores. Tem muita gente que trabalha duro para fazer as coisas andarem. Se a sua geração não trabalhava não coloque esta no mesmo saco. E outra, almirante de reserva em ponto estratégico? Por favor ne, que papo fraco.

Duanny D.
Visitante
Duanny D.

O dinheiro colocado nisso aí seria muito melhor empregado numa estratégia de defesa realmente efetiva, e não num sonho “megalonaníco”, bota mais essa na conta do guru dos alambiques.

luiz campos
Visitante
luiz campos

Voce pode ter os melhores profissionais do mundo, mas se a empresa não tiver um bom produto, prazo, preço e gestão, de nada adianta, Vide a Ptrobras, E jogar dindin público no lixo. é isso que está quebrando o país.

EParro
Visitante
EParro

Francisco Braz 30 de abril de 2016 at 17:49

E os diretores dispensados, eu suponho, que não serão substituídos, pois não?

Diego
Visitante
Diego

haha(sem ironias), se a nuclep e especialista em caldeiras como alguns alegam! será melhor colocar a modernização do nae sampa nas mãos deles hora! novas catapultas e motores propulsores e eletricos by eua e novas caldeiras e tubulações by nuclep e manda os franceses irem pastar (com categoria) e a facada de US$800 milhões pra botar o sampa pra navegar sem garantias!

FM
Visitante
FM

haha caro diego, quem dera ter tamanha audácia e perspicácia! o cabresto frances sobre nossos almirantes e forte(fortíssimo), quando algum francês fala eles se borram todo, seria mais fácil afunda-lo ou fazer dele um cassino do que tirar a boquinha! isso aqui é brasil.

Antonio Carlos Jr Zamith
Visitante

Não sendo de defesa e sim do prog. Nuclear Civil do Geisel eu estranho. Devido aos casos de corrupção na Marinha de Guerra do Brasil e que a Odebrecht esta querendo vender o estaleiro do PROSUB isso é suspeito mesmo. Não vai ter verba para o poderoso submarino nuclear que o Lulalau sonhou para virarmos potência mundial. Então o que a NUCLEP esta deixando acontecer? Vou saber com colegas o que há!

Miguel
Visitante
Miguel

Com estes entreguistas tomando o poder como Temer, Serra, Aécio, Aloísio, Meirelles, Arminío Fagra, FHC via este golpe institucional, os militares tem mais é que marca posição para que os entreguistas não dilapidem as riquezas e segredos de estado.
Aliás acho que as riquezas do Pré-sal deveriam ser tuteladas também pelos militares e parte dos royalties do petroleo, ir para equipar as forças armadas.

Artur
Visitante
Artur

Muito blablabla de esquerdeopata sindicalizado. Há sim a necessidade de se institucionalizar bem como seguir a lei que rege sobre a contratação de funcionário em empresas estatais, públicas ou de economia mista. Essa situação de comissionados parece muito estranha e perigosa, ainda mais em um setor relacionado à segurança Nacional.

Luiz Campos
Visitante
Luiz Campos

O PT já dilapidou a Petrobras e o único segredo de estado que existia era a roubalheira institucionalizada que felizmente foi descoberta. As promessas de utilizar os royalties do pré sal para defesa, educação, saúde etc, não se concretizaram.

Renato B.
Visitante
Renato B.

Lembrando que militar também é funcionário público (quando militar não é funcionário público costumam a ter outros nomes, como mercenário) a única coisa que consigo entender é que existe um conflito pelo controle de uma instituição.

Se vai melhorar ou piorar não dá para dizer só com esse texto. O resto é torcida pelo seu funcionário público preferido.

Jeff
Visitante
Jeff

“luiz campos 30 de abril de 2016 at 15:56
.
Pelas fotos a Nuclep não passa de uma caldeiraria estatal. Não seria melhor terceirizar esse serviço ?”
.
Eu ia postar a mesma coisa, mas vi que o amigo acima já tinha se antecipado. Parece uma escola do SENAI, já repararam?
Eu acho mesmo que assuntos estratégicos não podem ficar na mão “de qualquer um”, se é estratégico e principalmente estratégico para a Marinha do Brasil, tem mais é que fincar o pé mesmo e ficar por lá.

Renato B.
Visitante
Renato B.

Paco, só adicionando um detalhe. A famosa Lava-Jato é conduzida por um bando de procuradores com toda essa pinta de nerds concurseiros e o juiz que a julga também. Eu realmente não consigo imaginar essas grandes operações contra corrupção acontecendo se concurso público não se tornasse obrigatório.

Ainda tem muita, mas muito coisa para melhorar, mas certamente já melhor que os “velhos tempos”

Farias Cardoso
Visitante

A NUCLEP é uma sociedade de economia mista. Será que a Marinha ao militarizá-la não está demonstrando preocupação com uma possível privatização?

Subnauta
Visitante
Subnauta

Boa tarde a todos,
O problema é simples: antes trabalhavam no mínimo, sem produtividade! Agora estão tendo que cumprir metas…

Eng.Leonardo
Visitante

Concordo com os militares, essa empresa é muito sensível para ficar nas mãos de uma empresa privada, ainda mais com esses ________________________ fazendo escanda-los, agora os militares tem mais motivos para integra-la a marinha de vez, pensem os senhores querem deixar essa empresa se perde no tempo veja o caso da ENGESA, se tivesse se tornado uma empresa militar subordinada a defesa talvez estivesse viva hoje, precisamos de uma politica de estado realmente preocupadas com as FFAA’S a preocupação dos militares é que com grandes conquistas obtidas até hoje venham a se perder por causa da atual crise que o… Read more »

Bispo
Visitante
Bispo

Esses sindicalistas do PT merecem passagem só de ida para a Venezuela.

Eng.Leonardo
Visitante

Farias Cardoso, acertou na mosca, lembra da AEL, foi vendida aos israelenses…essa é a preocupação.

Celso
Visitante
Celso

Uma pergunta q nao quer calar….afinal de contas os ditos e orgulhosos funcionario publicos que sao sao tao coitadinhos e odiados, devem ser tratados como funcionarios publicos ou funcionarios DO publico …….vcs entenderam nao eh mesmo…..vamos colocar os pingos nos iiisss. Vamos acabar c os privilegios desta classe de sanguessugas q so faz reclamar mas esquecem q ao final de sua jornada, terao as maiores aposentadorias q a maioria absoluta do trabalhados nunca tera e ainda por cima como sao minoria, custam ao erario mais de 70 % de todas as aposentadorias pagas…incrivel nao eh mesmo………alguns sao melhores q outros,… Read more »

ronaldo de souza gonçalves
Visitante
ronaldo de souza gonçalves

ao meu ver o almiratado está sentindo com mudanças de governo a energia nuclear pode ter boicote o sub pode ter boicote e melhor salvaguardar os interresses da marinha e do Brasil