Home Acidente Aeronáutico Caça russo MiG-29K do porta-aviões Kuznetsov cai no mar Mediterrâneo

Caça russo MiG-29K do porta-aviões Kuznetsov cai no mar Mediterrâneo

5393
37

mig-29k-landing

Um caça MiG-29KUBR da Marinha Russa embarcado no porta-aviões Admiral Kuznetsov caiu no mar em 13 de novembro. A aeronave é um dos quatro Fulcrums navais operados pelo 100° Regimento Embarcado de Aviões de Combate.

Segundo algumas fontes, o incidente ocorreu por volta das 14.30Z e envolveu um Fulcrum biposto em uma formação de três MiG-29 que operavam a partir do navio-aeródromo no Mediterrâneo Oriental ao largo da Síria. Enquanto um dos aviões conseguiu pousar no Kuznetsov, um terceiro foi desviado por razões desconhecidas para a Síria.

O piloto da aeronave acidentada foi ejetado com segurança e resgatado por um helicóptero, enquanto a Marinha Russa transmitiu por rádio a todas as embarcações próximas para permanecerem afastadas 5 milhas náuticas (5NM) do ponto de queda.

O incidente se desenrolou enquanto vários aviões e navios de guerra da OTAN monitoram de perto as operações a bordo do único porta-aviões russo.

FONTE: The Aviationist/Combat Aircraft

37 COMMENTS

  1. Bom que o piloto consegui ejetar . Risco que se corre, em guerra ou exercícios , acidentes com equipamento militar acontecem. Nosso piloto não teve a mesma sorte,

  2. Deu ruim a propaganda. A despeito da fumaça de ambos (Kusnetzov e Fulcrum), é um incidente lamentável. Parece que China e Índia estão muito mais treinadas nos modelos navais de Flanker e Fulcrum.
    Seria interessante ver algums Yak-38 na filosofia antiga, bem como, se o Yak-141 tivesse vingado…
    .
    Saudações.

  3. Important people alive is the most valuable for our fleet – and the plane is the iron that we buy!
    ___

    Pessoas importantes vivo é o mais valioso para a nossa frota – eo avião é o ferro que comprar!

  4. Ainda bem que o piloto se safou, a perda de vidas é que é lamentável, o avião eles substituem fácil, bola pra frente, isso só acontece com quem treina sempre, parabéns pelo resgate.

  5. Duvido..
    Normalmente é instalado o perímetro de segurança bem guardado 🙂 ..
    Inclusive , os destroços deste Mig-29 já localizaram e recolheram.
    Um abraço!

  6. ScudB

    obrigado por responder minha provocação ^^ mas me lembro de dois casos o do avião f117 e de um sub russo perdido achado pelos amis.

  7. MadMax,

    Technical fault when returning to the carrier, the plane crashed 3 km from the deck in the Mediterranean Sea
    __

    Falha técnica quando voltar para a transportadora, o avião caiu 3 km a partir do convés no mar Mediterrâneo

  8. A noticia não está bem clara, um aterrou, outro caiu ao mar e o terceiro foi desviado para a Síria? Terá sido por razões de segurança, aterrou em terra?
    tanta fumaça do porta-aviões deve ter confundido os pilotos… ainda bem que se ejetaram.

  9. Realmente… a culpada foi a fumaça!!!
    Os pobres pilotos tiveram uma crise de tosse!!!!
    Gente… tenham paciência, pelamordeDeus!!!!!!
    Respeitem minha inteligência, e de quem tiver bom senso!!!!!

  10. No A 12 nunca aconteceu isso ….
    Ué, o Urso era o infalível, nunca dá pobrema, etc e tal ….
    “….enquanto vários aviões e navios de guerra da OTAN monitoram de perto as operações a bordo do único porta-aviões russo.”
    E ainda querem se comparar com os ….. (rs)

  11. Sempre há um preço para se chegar à excelência em combate. Por isso os treinamentos tem que continuar, à despeito dos acidentes. Felizmente o piloto sobreviveu.

  12. Pode ser com Russo, Americano, Inglês, Indiano, Brasileiro, Chinês… aviação embarcada é algo de alto risco mesmo em tempos de paz. A nação que optar por aviação embarcada tem que estar preparada para perdas, que infelizmente acontecem. É, infelizmente, comum de acontecer.

  13. Onde eles estão mesmo? Na ida, falaram que estavam treinando para chegarem na Síria nos cascos.
    Mas parece que ou não estão bem treinados ou deu bode mesmo.
    Muito louco isso.
    Decolar e pousar num curtíssimo espaço.
    E essas paradas por cabo?
    O sacolejo deve ser grande e o avião deve sofrer um bocado.

  14. Apenas especulando:
    Embora acidentes na aviação naval não sejam raros, faz-se mister identificar a fase em que o sinistro ocorreu. As operações de pouso e decolagem a bordo revestem-se de grande complexidade e não raro acabam em tragédia apesar do grande empenho em manter as tripulações treinadas, no entanto ocorrências em formação dependendo do tipo de exercício podem denotar falta de perícia, imprudência ou negligência.
    Nesse sentido, pode-se traçar paralelos do acima exposto quando se analisa os acidentes ocorridos no NAe Minas Gerais pelo antigo Esquadrão Cardeal, onde os mais marcantes envolveram operações de pouso em que as aeronaves acabaram tombando no mar. De forma semelhante, os diversos vídeos sobre o tema mostram ser alta a taxa de atrito nessas operações onde ações mitigadoras envolvem treinamento diário e automação. No entanto nada disso parece explicar a ocorrência.
    Desta feita, acidentes em voo de formação apesar de mais comuns, ocorrem em uma fase menos crítica que a anteriormente mencionada. Pode-se inferir então que de forma geral tripulações mal treinadas podem colidir enquanto evoluem, o que resulta normalmente de falta de perícia, entretanto tal afirmação revela-se improvável para uma aviação como a russa, que realiza uma razoável seleção de seus pilotos de caça. Outrossim, um treinamento de combate em uma arena visual seguido de colisão aparentemente é mais plausível, pequenos erros de imprudência/negligência podem subitamente resultar em sinistro fato não incomum na aviação de caça.
    Ademais, as premissas acima são sustentadas dentro da hipótese de uma provável colisão, no entanto, falhas estruturais ou mecânicas também poderiam justificar o envio de uma das aeronaves para sua alternativa no continente, e até mesmo coincidir com a falha que provocou a queda da outra.
    Por fim, face ao exposto é demasiadamente prematura qualquer análise conclusiva sobre o acidente, mesmo assim, diante do que foi divulgado, as evidências apontam para uma colisão resultante de pequenas infrações de segurança enquanto as aeronaves evoluíam em treinamento de combate.

  15. Operações aeronavais embarcadas requerem uma doutrina apurada e não tolera erros.
    Caiu a 1 MN do PA.
    Sera q não foi pá e seca?

    G abraco

  16. Rapaz, a bruxa realmente está solta em 2016 na aviação naval mundial, caiu o tubarão chinês em um J-15, cairam alguns Super Hornets da US Navy, Hornets dos Marines, AF-1B da MB, e agora esde Mig-29K, esse ano realmente ta brabo hein!

  17. E teve gente que “malhou” nossos pilotos quando do acidente do AF-1 (Falcão). Acidentes ocorrem no mundo inteiro. E este é parecido com o que aconteceu aqui – estavam voando em formação.
    E até mesmo a aviação da US Navy sofre com acidentes.

  18. Acho que pode ter sido um teste de interferência eletrônica. Para ter ocasionado a preocupação de enviar um para síria. Sinal que não estavam seguros naquele local.
    Acho que seria uma grande oportunidade para otan realizar testes de armas discretas

  19. Pois é Juarez
    Estou pensando nesta hipótese também, já que eles decolam com o mínimo de combustível e armamentos possível para cumprir a missão (coisa de decolagem auxiliada por ski-jump, diga-se de passagem).
    .
    Aos demais, decolagem auxiliada por catapulta e ski-jump poderia aumentar o peso máximo de decolagem em navios, ou a rampa serviria como freio dinâmico e prejudicaria a performance do lançamento?
    .
    Saudações.

  20. Leandro Costa:
    :Pode ser com Russo, Americano, Inglês, Indiano, Brasileiro, Chinês… aviação embarcada é algo de alto risco mesmo em tempos de paz”
    Nós temos aviação embarcada ??! não tenho conhecimento, onde está operando o Nae e seu grupo agora ??

  21. Off topic (me desculpo antecipadamente pelo comentário)
    Space Jockey
    Temos NAe sim, ele fica do lado do Aeroporto Santos Dumont e serve a pelo menos 7 anos como alternativa de pouso para o mesmo…

  22. Acho que vocês entenderam o que eu quis dizer, mas para os chatos, é bom avisar que aviação embarcada também engloba helicópteros em navios de guerra.
    .
    Para os que acham moleza, dêem uma checada nesse vídeo:
    https://www.youtube.com/watch?v=NJIZTL2ZyEw
    .
    E continuam seguindo os votos para que um dia nossa aviação embarcada de asa fixa possa novamente voltar à operação.

  23. Se os rebeldes na Síria tivessem acesso ao mesmo armamento anti navio que os rebeldes no Iêmen e essa mini FT entrasse no envelope de tiro; Ou, se os rebeldes na Síria fossem provisionados com lanchas rápidas capazes de farem o lançamento de mísseis anti navio afim de encurtar a distância do alvo e a plataforma de lançamento; O impacto do primeiro acerto, por si só, já daria conta de acabar com o restante da frota embarcada nesse grupinho de batalha.

    Se continuar desse jeito o grupo de batalha capitaneado pelo Kuznetsov será vencido pela natureza, literalmente.

    Save Ferris!

  24. Segundo o Jornal Gazeta RU, um cabo arrebentou durante o pouso de um MiG-29 e a tripulação não foi capaz de substituí-lo a tempo para o pouso do seguinte.
    .
    São as dores do parto de se operar um porta-aviões.
    .
    Teria sido o caso dos russos terem lançando um MiG-29 equipado com um sistema de reabastecimento em vôo, reabastecesse a aeronave em vôo permitindo que ela alternasse por um aeroporto em terra até que o problema fosse resolvido com o tanker fazendo o mesmo procedimento. A aeronave teria caído de pane seca.
    .
    Vivendo e aprendendo.

  25. Grupinho de batalha Sr. Reinaldo? E o cruzador Kirov, os dois destroyers Udaloy e Sovremmeny, as fragatas e corvetas que também acompanham o Admiral Kuznetsov nao iam fazer nada? Uma lanchinha rápida é suficiente? Na guerra da Georgia houve algo parecido com o que citou, uma lancha da marinha da Georgia partiu pra cima do grupo naval russo e nao soube nem o que aconteceu…o grupo destacou o menor de seus navios, uma corveta creio e mandou a lancha pro fundo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here