Home Sistemas de Armas Vídeo da Corveta russa Steregushy

Vídeo da Corveta russa Steregushy

152
0

Este vídeo, dica do nosso leitor Mauro Lima, apresenta a corveta russa Steregushi. As características deste navio foram apontadas pelo blog naval em abril do ano passado. Esta classe possui um deslocamento compatível com a Barroso.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Alfredo_Araujo
Visitante
Alfredo_Araujo

Reparem… essa corveta possui reparos laterais de AK-630 e um reparo de Kashtan na proa.
Interessante a nao padronização do sistema…

Robson Br
Visitante
Robson Br

Guilherme Poggio,
já que você comparou seu deslocamento com a Barroso, gostaria de saber como esta Corveta e como foi o resultado de seus teste. Seria útil mais algumas unidades?

Dalton
Visitante
Dalton

Um belo navio sem duvida. O sistema Kashtan nao é exatamente novo na marinha russa e algo semelhante já deveria estar a bordo dos navios da marinha americana.
Se lembro bem parece que eles querem acoplar ao Phalanx CIWS o RIM 116 que é baseado no missil sidewinder e ter algo parecido.

Sds

Mauro Lima
Visitante
Mauro Lima

Há informações na WEB de que o sistema Kashtan também pode engajar alvos de superfície no mar e em terra, como uma lancha rápida ou um carro com lançador de mísseis, por exemplo.

Será que este sistema Phalanx/SeaRam também conseguiria esta capacidade.?

Mauro Lima
Visitante
Mauro Lima

Não consigo encontrar informações sobre o sonar rebocado mostrado no vídeo… alguém tem mais informações, quem sabe até comparativas com outros modelos…

Me parece um equipamento muito interessante!

Mauro Lima
Visitante
Mauro Lima

Este é o míssil do vídeo… é bem legalzinho!

http://eng.ktrv.ru/production_eng/323/507/373/

Mauro Lima
Visitante
Mauro Lima

aqui está o sistema de contra-medidas para mísseis em aproximação, afora o CIWS, é claro!

PS: achei interessante o múltiplo uso do míssil acim… acho que com isto se ampliam muito as possibilidades de engajamento de alvos hostis…

gosto muito deste tipo de “estratégia” ou “tendência”

Dunga
Visitante
Dunga

Ta aí mais um bom produto na classe navio patrulha oceânico para a nossa “desgastada” Marinha estudar, vemos que a Barroso está muito perto deste conceito mas com algumas atualizações dela podemos chegar lá…

Douglas
Visitante
Douglas

muito bem.

Esse post do Poggio encerra de vez a discussão sobre a possibilidade da Barroso receber mísseis e um sistema AA/AS de respeito.

O Brasil em vez de promover “jogos olímpicos militares” gastando uma verba extra do Tesouro de R$ 1,2 bi deveria é construir duas unidades da classe Barroso, incorporando soluções similares a dessa corveta Russa.

Só faz “festa” quem tem dinheiro sobrando, não é o caso das nossa FA.

JACUBÃO
Visitante

Eu acho que a Barroso é uma goiaba perto de uma bela corveta como essa. Imagine se defender de mísseis e aeronaves com apenas um CANHÃO de 114mm e um único TRINIT. Se vier quatro aeronaves atacando em x, adeus barroso.

Mauro Lima
Visitante
Mauro Lima

Aí a Barroso diria… “o que vem de baixo não me atinge!”

E levaria um belo torpedo no traseiro… hehehe!

marujo
Visitante
marujo

Isso mesmo, Jacubão. Se a MB pensa em contruir novas corvetas, não podem ser da Classe Barroso. Além de subarmadas, inadequadas para para enfrentar ameaça áerea como você exemplificou, é um projeto velho, nada furtivo, inadequado para os dias de hoje.

RICARDO
Visitante
RICARDO

UM BOM EXEMPLO DE NAVIO SAO AS CORVETAS CLASSE SIGMA, TEM DE TUDO LA

Mauro Lima
Visitante
Mauro Lima

Na boa Jacubão… 4 aeronaves fechando em X… só um sistema AEGIS conseguiria se sair bem numa empreitada destas… tá mandando muito alto cara…

menos… menos…

Gabriel
Visitante
Gabriel

Este navio sem duvidas e impressionante se os russos tivesse bons prazos de entrega não seria nada mal adquirirmos umas cinco destas corvetas mas francamente acredito que Hugo Chavez ja deve estar de olho nessa maravilha.

KURITA
Visitante
KURITA

Vou dormir tranquilo , nossa Barroso tem mais poder de foto rsssssssssss

Mauro Lima
Visitante
Mauro Lima

Faz sentido… ele é encrenqueiro, e quer brigar…

Já nós… estamos parecendo mulher de malandro… levamos na cara, reclamamos um bocado… mas nos acostumamos com a situação…

Que MMM de situação!

Bosco
Visitante
Bosco

Marlos,
as últimas versões do Phalanx e do RAM são capazes sim de atuarem contra alvos de superfície. Mais precisamente o Phalanx block IB e o RAM block I HAS.]
Um abraço.

Bosco
Visitante
Bosco

Dalton,
esse sistema de unir o canhão ao míssil de defesa de ponto não acho muito interessante não, e acho que a USN também não. Sendo separados o Ciws e o míssil, permite-se que alvos sejam engajados de forma isolada aproveitando o melhor dos 2 sistemas.
Existe o SeaRAM que é a união de toda a estrutura do Phalanx Block IB com um lançador de 11 mísseis RAM block I o que permite ao míssil RAM um nível de automação semelhante ao proporcionado ao Ciws Phalanx e engajar alvos múltiplos.
Um abraço.

JACUBÃO
Visitante

Tudo bem meu car Mauro Lima, então coloca ela para encarar um Harpoom em cada travéz e fique lá a bordo para ver se ela se safa, pois nessa hora eu estarei na Praia do Futuro (CEARÁ) “bebendo” uma cerveja bem geleda, comendo um camarão frito e torcendo para nenhum caco de barroso cair na minha cabeça, hehehehehehe.

Dalton
Visitante
Dalton

Oi Bosco!

Apos ter postado…lembrei-me do novo ESSM, baseado no antigo missil sea sparrow, só que muito mais avançado e que será lançado dos atuais VLS a razao de 4 misseis por silo.
Estes misseis além de serem empregados contra misseis , se lembro bem serao utilizados contra pequenos alvos de superficie como pequenos botes por exemplo.
Varios navios americanos já o possuem e praticamente todos os cruzadores e destroyers mais antigos serao modernizados para recebe-los. Espanha já contratou e a Australia já tem em serviço.
Sua opiniao e a de outros aqui será bem-vinda!

Sds

Mauro Lima
Visitante
Mauro Lima

Jacubão… sai pra lá, bicho ruim!!! Eu tô fora (dei baixa em 93)… só tô criticanco o fato de você sempre colocar a pobre Barroso na pior situação possível… pega leve… Dalto… c não sabe o nome desses mísseis não?!? Gostaria de saber mais à respeito! Para navios menores como as Corvetas, acho que o sistema integrando ambos os vetores é legal sim… e como os sistemas normlamente permitem engajar múltiplos alvos, acho que seria possível engajar alvos mais longos com mísseis, e mais próximos com o sistma balístico. Agora se tiver 4 aviões fechando, dois mísseis pelos través opostos,… Read more »

Mauro Lima
Visitante
Mauro Lima

Sou uma besta…

ESSM = Evolved Sea Sparrow Missile

JACUBÃO
Visitante

Tá bom, meu caro mauro. Vou pegar mais leve desta vez.
Vamos imaginar a barroso equipada com o AEGIS e 4 aeronaves atacando em x (cada uma com 4 bombas de 454kg guiadas a LAZER), um Harpoom em cada travéz, um torpedinho básico na popa e mais seis BRAAHMOS (quatro em x e mais um na proa e outro na popa ) e eu me mando do CEARÁ e vou para o TIBET escalar o EVEREST só para ter certeza de que não irá cair nenhum caquinho de BARROSO na minha cabeça, mas vç continua a bordo para ver, hehehehehehe.

Gabriel
Visitante
Gabriel

Ou melhor ainda a barroso equipada com AEGIS E 4 SUHOI -35 FLANKER
ATACANDO EM X TAMBEM 4 BOMBAS ANTI-NAVIO DE MEIA TONELADA CADA UMA
HAHAHA DAI,0 A GENTE CANTA LA VEM O CHAVEZ CHAVEZ CHAVEZ….
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

JOSEF STALIN
Visitante
JOSEF STALIN

Fica esse nipônico kurita falando mau da Barroso, quem é ele pra falar , fugiu na hora H em que podia ter dado um golpe devastador na esquadra americana , além de estar cheio frescura só pq perdeu o yamato e não dormia duas noites seguidas.

JOSEF STALIN
Visitante
JOSEF STALIN

Saiu o nome dos futuros SCORPENES brasileiros , serão utilizados nomes de peixes na seguiinte ordem: S- 35 BARRACUDA , S-36 PIRAÍBA, S-37 PIRARUCU, S-38 PORAQUÊ, E O NUCLEAR S-40 TANCREDO NEVES abraços a todos

KURITA
Visitante
KURITA

O figurinha patética , aposto que está se divertindo usando o nome desse personagem soviético do mau que matou qse 40 milhoes de soviéticos cujo nome significa HOMEM DE FERRO, e que na epoca de suas sombrias atividades , usou esse nome ridículo como disfarce.

JACUBÃO
Visitante

Eu prefiro BARRACUDA, MARLIN, ANCHOVA E ALBACORA, e para degustar nada melhor que uma boa caldeirada regada a frutos do mar e um delicioso Robalo frito com molho de camarão, HEHEHEHEHE. O S-40 está de bom nome TANCDREDO NEVES.

JACUBÃO
Visitante

MAURO.
Onde voçê está amigo?
Tá na BARROSO ou tá voando com os inpactos das aeron… bem voçê sabe.

Tikuna
Visitante
Tikuna

Jacubão,

Seus comentários sobre a Barroso são apenas para rir, porque se for levar a sério, dá vontade de chorar!!
A Barroso entrou para substituir a Para… melhor ou pior.. não sei. Mas o seu emprego será feito dentro de uma FT, não abandonada no meio do mar.
Imaginar AEGIS numa Barroso é o mesmo que imaginar um AESA num Super Tucano.

Sds,

JACUBÃO
Visitante

Eu sei TIKUNA, o negócio é pertubar o meu camarada Mauro.