Home História O NAe São Paulo há sete anos…

O NAe São Paulo há sete anos…

206
46

a12-2

Clicando nesse link pode-se ler uma matéria interessante em arquivo PDF sobre o NAe São Paulo, publicada na revista Naval Aviation News, quando o navio alcançou um bom nível de operacionalidade na MB, em 2002. A mesma dupla que escreveu a matéria, também fez esse ótimo vídeo.
O acidente ocorrido com o NAe São Paulo em 2005 e a falta de recursos para manter os A-4KU Skyhawk II voando, deixaram o navio fora de operação até agora.
Muito trabalho terá de ser feito para fazer o São Paulo e suas equipagens dominarem as águas do Atlântico Sul novamente…

a12-1

Subscribe
Notify of
guest
46 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Flamenguista
Flamenguista
11 anos atrás

Quem tem dois, tem um… Quem tem um, não tem nenhum.

JACUBÃO
11 anos atrás

Falou e disse.

Virtual XI
Virtual XI
11 anos atrás

Sintomas de uma Marinha FALIDA.

Lecen
Lecen
11 anos atrás

O Brasil assinou um acordo militar para construção de submarinos com a França.

A França também está desenvolvendo um novo porta-aviões… o Brasil poderia unir o útil e agradável.

Contudo, não podemos esperar nada dos esquerdistas.

Igor
Igor
11 anos atrás

Desnessário o último parágrafo, mas tudo bem…

marujo
marujo
11 anos atrás

Os esquerdistas ccontrataram a construçao de quatro submarinos convencionais e o casco do primeiro submergivel brasileiro de propulsão nuclear. Quem antes deles? Fernando Henrique? Collor? Sarney?

Ulisses
Ulisses
11 anos atrás

Sou totalmente contra a esquerda mas algo é inegável,no governo LULA se fez mais do que nos outros governos.Só para se ter uma idéia: EB: 250 Leopards 1A5 Mais 50(?)lançadores Igla 16 EC725 O contrato do URUTU III MSS1.2 e etc. MB: 4 submarinos convencionais e o casco do nuclear,a modernização dos TUPI e mais torpedo MK 48. 4 Seahawks com opção para mais 2 ou 4. 8 mísseis Penguin.(até a chegada do míssil anti navio nacional) modernização dos skyhawk. 16 EC725 e etc. FAB: FX 2 modernização dos A-1 Falcão 8 CASA C-295 com mais 8 18 EC725 Mísseis… Read more »

Lecen
Lecen
11 anos atrás

Meu Deus! Jogam migalhas e vocês dão graças a Deus!

Enquanto isso, a China, índia e Rússia estão planejando porta-aviões, caças de quinta geração, tanques com canhões de 125 mm, etc…

Vocês se contentam com pouco e acham o governo corrupto do Lula (o filho dele comprou uma fazenda de R$125 milhões de reais este mês!!! Nada mal para quem era servente num Zoo em 2003!!!) a 8ª maravilha do mundo!

Quero ver se ocorresse uma guerra e todos percebessem que as bugingangas que temos não servirão para nada.

Hallan
11 anos atrás

Nós estamos vendo algumas mudanças… só que muito timidas para o nosso potencial e acho que os governantes ainda não estão sabendo mensurar o risco que corremos com situações como a do São Paulo.

João das Botas
João das Botas
11 anos atrás

“LULA usted tienes submarino nuclear, nosotros a cá tienemos SU-30”
Desculpem o portunhol…Viva a URSAL…triste…

MOSilva
MOSilva
11 anos atrás

Sem parcialidades: a Rússia, depois do fim da União Soviética, demorou quase 10 anos para deixar um único NAe operacional. A França construiu um (único) NAe nuclear, gastou bilhões de Euros e até hoje não tem uma força aérea naval embarcada operacional similar a que tinha em meados da década de 1970. Com o detalhe de que o CDG tem um desempenho geral inferior aos NAes que substituiu (isso devido a um erro de projeto que impede o navio de operar os reatores a plena potência sem expor a tripulação a níveis de radiação acima dos tolerados). Ah, como se… Read more »

Hallan
11 anos atrás

Metade das compras do Brasil ainda vão demorar anos para se tornar realidade e em um pais inteligente se faz um SUB em 1/3 do tempo que levara para entrar em operação os SUBs franceses que serão construidos no Brasil exemplo é o TIKUNA que poderia estar carregando misseis anti navio pois tem essa capacidade e não o faz tudo por miseria. O TIKUNA com esse capacidade poderia ser uma formidavel!!

Hallan
11 anos atrás

uma arma formidavel!! faltou essa parte…

Abrivio
Abrivio
11 anos atrás

MOSilva, Muito bem falado, acrescentando em outras áreas, espanta-me a quantidade de programas fracassados na marinha australiana (modernizações das OHP, helis…). Mundo afora, a quantidade de programas que nunca funcionaram, aeronaves que não decolaram e navios que nunca foram construidos, ou que resultaram em fracassos avassaladores é enorme, porém as críticas aos programas brasileiros é enorme. Na minha conta, todos foram um sucesso, sendo os atrasos decorrentes de falta de verbas ou problemas administrativos causados pela burocracia. Com relação ao dinheiro, isso não é problema de governo, mas da sociedade. A sociedade não prioriza suas forças armadas, qualquer gasto é… Read more »

Hallan
11 anos atrás

O governo tem que mostrar o tema levar a publico como sempre se fez nos EUA lá o tema é colocado na TV nos jornais se o pre sal fosse la nos EUA já estaria correndo em larga escala uma discussão a nivel nacional como defender este patrimonio e essa atitude teria começado no proprio governo que usa como justicativa para os gastos que se seguiriam. O dia que um presidente pensar assim a sociedade não vai considerar gasto e sim um investimento.

Abrivio
Abrivio
11 anos atrás

FHC acabou com os ministérios do ex, mar e aer, e criou os comandos militares. As FA não tem contato mais com o presidente, devendo passar primeiramente por um ministro da defesa, um civil. Deveria haver uma maior integração das forças e os comandantes deixariam o problema político ao ministro, daí muito bem, se houvesse um ministro de peso que desse prestígio ao ministério, vejamos: Ministros da defesa: 1 Élcio Álvares (FHC) Apesar de ex-governador do ES, sem peso político algum. 2 Geraldo Magela da Cruz Quintão (FHC) Ex-adv-geral, sem peso político algum. 3 José Viegas Filho (Lula) Embaixador, pior… Read more »

marlon
marlon
11 anos atrás

amigos temos que nos unir e fazer pressão nos politicos para olharen melhor para a nossa querida marinha. força brasil

Esdras
Esdras
11 anos atrás

Temos que nivelar por cima as coisas, porque estes poucos investimentos são mediocres. Uma marinha de uma nação deste porte, comprar apenas 4 Sehwalk é ridículo.
Devemos ver o nivel das coisas que países como India e China fazem, e não compram sucatas como nos terminamos de compar Leo 1 a5 e M-2000 modelo 1984.
Essa sindrome de viralata do brasil é que mata!!!!

Vassili Zaitsev
Vassili Zaitsev
11 anos atrás

Abrívio,

desses 6 ministros, o Nelsom Jobim é o que mais trabalhou pela pasta que defende. os outros, só fogo de palha.

abraços.

LOBO DO MAR
LOBO DO MAR
11 anos atrás

NÃO ESQUEÇAMOS QUE O AFUNDAMENTO DA MARINHA COMEÇOU NO GOVERNO COLLOR DE MELLO E DEU SEQUÊNCIA NO GOVERNO FERNANDO HENRIQUE. TEMOS QUE FAZER JUSTIÇA COM IMPARCIALIDADE. O GOVERNO LULA APENAS DEU CONTINUIDADE A DERROCADA. QUERO VER QUEM VAI COLOCAR A ULTIMA PÁ DE CAL!

AL
AL
11 anos atrás

Pessoal, aqui no PN mesmo vi que a catapulta lateral do São Paulo poderá lançar a partir de agora aeronaves com 20 toneladas de peso máximo na decolagem. Que aviões se situam nessa faixa? F-18? Super Etendard modernizados?

Abraços.

tomas
tomas
11 anos atrás

Meus caros, não sejamos incautos! Os governos FHC, Lula e seus ministros da defesa pouco se importavam com as FAs, pois estas, sempre foram vistas pelos dois como um “mal desnecessário”. O nome do atual ministro Jobim foi indicado para a pasta da Defesa para acalmar os ánimos, pelo simples fato que os militares “bateram na mesa” e com razão…O desdém com o qual as FAs vinham sendo tratadas pelo governo, levando-as a um estado de penúria salarial e de obsolescência material nunca antes visto. Foi a gota d´agua! Outros fatos ajudaram o governo a “acordar”da sua visão míope quanto… Read more »

Luís Fernando
Luís Fernando
11 anos atrás

Sim, deveríamos nos nivelar por cima com países como a Índia (“passaremos fome mas teremos a bomba atômica); a China(trabalhando horas a fio sem direito a nada, com um salário de miséria e todas as maravilhas de um governo ditatorial comunista) e a Rússia (nos transformando em vassalos de um Putin num país em que cada dia mais manda a máfia). Admito que tais países tem sim forças armadas imponentes, mas não trocaria o Brasil por nenhum deles! Os ventos de mudança sopram renovados do Ministério da Defesa e a discussão do tema já tomou sim um novo patamar. Não… Read more »

Ulisses
Ulisses
11 anos atrás

Eu não estou dizendo que está bom,longe disto,só acho que temos que progredir com a indústria nacional em primeiro lugar,assim como diz o PND.Se hoje não estamos melhores é porque tivemos grande atraso mas tenho certeza que daqui pra frente as coisas serão corretas.

Isto não é achismo,é certeza e esperança!

Tenho dito.

Ulisses
Ulisses
11 anos atrás

E a turminha que fica babando ovo de China e Índia e Rússia saibam que muitos de lá gostariam de estar no nosso lugar!

Robson Br
Robson Br
11 anos atrás

Ulisses
Concordo com você. So quero complementar um pouco mais. Nosso contexto é outro. Não podenos comparar nosso TO com os da china, da índia , da russia, etc. Se olhar do ponto de vista de US$ ou mesmo quantitativo é uma compra e tanto. coloca as FFAA em um novo patamar na América Latina. O importante que temos um rumo e um novo projeto.

Luís Fernando
Luís Fernando
11 anos atrás

Ulisses e Robson, de acordo com vocês.

Roberto L.
Roberto L.
11 anos atrás

Concordo plenamente com o Luiz Fernando. Temos de ter critério, não sair por ai comprando tudo que é “legal”… Temos um projeto de reaparelhamento, sério, que levará tempo para se concretizar, mas quando acabar, estaremos com uma industria forte, FA aparelhadas e equipamentos adequados.

MOSilva
MOSilva
11 anos atrás

Estratégia, planejamento e orçamento. Sem esta tríade, não podem existir forças de defesa adequadas para país algum. Qualquer projeto de compra de novos equipamentos ou melhoria dos existentes, na área de defesa ou em qualquer outra, estará fadado ao fracasso se não seguir esta receita, que embora pareça simples é de difícil implementação. Mas isso JAMAIS pode ser considerado desculpa para descaso e despreparo. A liderança das forças de defesa devem, no mínimo, ser tão bem preparadas na sua área de atuação quanto os meios operacionais. E nossos meios operacionais são do mais alto nivel e do mais elevado valor.… Read more »

MOSilva
MOSilva
11 anos atrás

A MB tem uma história de quase 50 anos de uso continuado de NAe. A filosofia operacional já está implantada. Agora, falta a adequação do uso do NAe São Paulo (o A-11 Minas Gerais tinha, como função principal, o combate a submarinos; já o A-12 deverá ter, além da função ASW, a função de ataque e defesa de frota). No entanto, por uma série enorme de situações adversas, ainda não temos o vaso de guerra operacional, em termos materiais e de vetores aéreos. Isso não quer dizer que o navio seja ruim. É, isso sim, limitado, como todo navio de… Read more »

MOSilva
MOSilva
11 anos atrás

A recalibragem da catapulta lateral do A-12 já deve ser fruto de uma possível futura compra de “novos” vetores aéreos. “Novos” porque acredito que venham a ser células de segunda mão. Isso não é, necessariamente, ruim. Porém, acho pouco provável que venham a ser F/A-18 ou Rafales navais. Para mim, um dos problemas mais graves do NAe São Paulo está relacionado aos seus elevadores. Eles são pequenos, tem baixa capacidade de carga e um deles está muito mal localizado (no meio do convoo). Um F/A-18 não caberia em nenhum dos dois elevadores. Se fossem embarcados no A-12, teriam de ficar… Read more »

Tailhooker
Tailhooker
11 anos atrás

o Galante poderia postar esses 2 vídeos do VF-1 que encontrei na internet

http://www.patricksaviation.com/videos/Igorsb/1980/

http://www.patricksaviation.com/videos/Guest/503/

Flavio Santana
Flavio Santana
11 anos atrás

Acho que na situação atual do Brasil é totalmente desnecessário pretendermos ter FAs do nível de Russia, India ou China. Acho que um bom modelo de FAs para nós seria o da Australia, mas com maior enfase para forças terrestres visto termos uma enorme fronteira seca.

brazilwolfpack
brazilwolfpack
11 anos atrás

O governo Lula fez muito mais pelas FAAS do que Collor,Sarney,e FHQ juntos. Que seja esquerdista nao tem nada aver. Quando ele saia do poder,teremos muito provavelmente um contrato fechado com a Franca para o FX-2. Sem mencionar os Leopard 1 para o Exercito,MI-24 para a FAB,e a aquisicao dos 50 helis para as 3 FAAS,que serao montados no Brasil. Falar e facil,mas o Lula sim fez muito mais pelas FAAS nos ultimos anos do que em varias decadas passadas.

Esdras
Esdras
11 anos atrás

Nivelar por cima, não significa copiar as mazelas da india e china, então vamos nivelar por cima, como um Canadá por exemplo, mas que paremos de ser sucateiros.

marujo
marujo
11 anos atrás

Que tal aproveitarmos o gancho do post e discutirmos como deverá ser o(s) nosso(s) futuro (s) porta-aviões. Defendo a construção de dois, de aproximadamente 25 mil toneladas, aptos a abrigar 25 caças do tipo Super Hornet.Impossível? Não, os espanhóis da Navantia já fizeram um propota nesse sentido à MB.

Luís Fernando
Luís Fernando
11 anos atrás

Não se trata de simplesmente nivelar, se trata sim de estabelecer as condicionantes para que o Brasil tenha pleno exercício de sua soberania, tenha respeito dos demais países, que se sintam estes desestimulados a aventurar-se por essas bandas, que as forças armadas sejam eficientes e bem equipadas, mas que todo o resto também funcione no país. Porque digo isto? Se lembrarmos que a Marinha Soviética nunca se equiparou à USN em navios de superfície e em número de meios e era capaz no mesmo período de por à pique a USN ( mútua destruição para alguns) teremos a clara idéia… Read more »

Luís Fernando
Luís Fernando
11 anos atrás

Marujo, tenho sérias dúvidas ainda sobre o que a MB virá a ter como opção, principalmente depois do END, no que respeita à NAes, aquela cois de multipropósito ficou um tanto quanto confusa…, abrindo um hiato que deixa muito a pensar.
Será um NAe de maior porte e vários Navios multipropósitos com capacidade de operarem um mínimo componente aéreo de asas fíxas?

Fábio Max
11 anos atrás

Me desculpem o termo mas… PQP!!! Olha, nem FHC é “direitista”, nem Lula é “esquerdista”. Os dois são farinha do mesmo saco, englobam o que de pior existe no pensamento dito de “esquerda” e no pensamento dito de “direita”. O PT é um partido de programa socialista, teoricamente, de esquerda. O PSDB é um partido de programa social-democrata, portanto, de esquerda também. Mas nenhum dos dois cumpre o que seus programas partidários determinam. E ambos se aliam sempre ao PMDB, que é um partido cujo unico viés ideológico é NUNCA largar do poder, para alimentar seus oligarcas e sua colossal… Read more »

MOSilva
MOSilva
11 anos atrás

Luiz Fernando, eu concordo com seu ponto de vista, tanto na visão de uso/adoção de um equipamento bélico como no ponto de vista filosófico, de que necessitamos, como nação, ter conhecimento do que acontece a nossa volta e não nos retringirmos a pontos de vista já feitos e adotados por outros países, EUA, China, Índia como exemplos. Acredito também que as discussões políticas são cabíveis dentro do contexto do blog (poder naval). Discutir política por política é, para mim, como discutir futebol: todos tem seu “time do coração” (linha política partidária) e o consideram melhor que os adversários.

LM
LM
11 anos atrás

Prezado Marujo,

Nós discutimos como seria o futuro NAe da MB no post

http://www.naval.com.br/blog/?p=3987#comments

Depois de uma olhada!

Sds

marujo
marujo
11 anos atrás

Sim, Sr. LM, é verdade. Quanto aos prerequisitos operacionais estabelecidos pela MB não tenho dúvidas.Mas acreditei que reavivar a discussão, estabelecendo o número de unidades que poderiam ser construídas e tonelagem de cada uma seria um passo a frente. Prefiro dois de 25 mil toneladas a um de 50 mil.

pazolini
pazolini
11 anos atrás

Caro Fabio Max, Concordo parcialmente com seus comentarios. Constato apenas que no governo Lula tivemos vários acontecimentos inusitados. Como exemplo, poderia citar o mensalao, a utilzaçao da petrobras como instrumento politico, os milhares de dolares gastos na campanha de “ auto suficiência de petroleo “, na quebra do sigilo bancario de um caseiro, um grave episodio de quebra da liberdade e direitos individuais ( hoje desempregado, e o Palloci deputado novamente ), os episódio patéticos de um dossiê fajuto contra o candidato da oposiçao , sendo seus autores chamados pelo Presidente de “ aloprados “ ou “ estes meninos do… Read more »

Dalton
Dalton
11 anos atrás

Nada como um ” pasolini” para escrever algo assim, alias o pasolini original era “fera” !

Concordo plenamente!

Sds

No comment
No comment
11 anos atrás

Que isso cara….você censurou meu comentário??? Tem problema não, continuarei a acessar seu BLOG, mas manifestarei minha indignação.
Acho que a carapuça serviu!!!!!

luiz claudio
10 anos atrás

o sucateamento da marinha vem de longa data,e os de esquerda que estao aparelhando a força, coisa que a direita nunca fez em 180 anos no poder.Da-lhes lula!!!!