sábado, novembro 27, 2021

Saab Naval

Aviação Naval Argentina no NAe São Paulo

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Vídeo feito durante a ARAEX VI mostra a operação aérea realizada pela ARA (Armada Argentina), a  bordo da nossa Nau Capitânia, realizando lançamentos e recolhimentos dos Super Étendard e S-2T Turbo Tracker, além do embarque dos helicópteros Alouette III, Fennec e SH-3 Sea King.

- Advertisement -

15 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
15 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Jacubão

É, quando será que iremos ver o nosso velho OPALÃO navegando mar adentro novamente, belas imagens.
Uma coisa interessante se compararmos o MINAS com o SÃO PAULO, é justamente o lançamento do S-2 TRACKER, que no MINAS só faltava beijar o mar.

Francisco AMX

Será que ao invés de o Brasil modernizar os A-4, não seria melhor adiquirir alguns Super Etandart de segunda mão, da França,(devido a entrada em serviço do Rafale Naval) e moderniza-los? este sim é um avião naval, com capacidade de carga de 2 exocet, seria muma defesa mais eficiente da nossa amazônia azul….

AJS

Caro Francisco AMX.
Segundo foi divulgado, a Marinha francesa ofereceu à argentina, a possibilidade de escolher 10 aparelhos dentre seus SE, para fornecimento de peças de reposição, pois os aviões pela avaliação francesa, ja deram o que tinham que dar, estão muito desgastados.

McNamara

Jacubão,você se refere à catapultagem dos S-2 FAB com motores radiais ou ao protótipo S-2 turbo de vida curta? Acho que dois fatores influenciam a catapultagem do S-2: o primeiro é o fato de serem os argentinos, o S-2T Turbo-Tracker,com motores mais potentes, o segundo, a potência aplicada na catapulta do São Paulo seria maior que a do Minas Gerais. E ainda, será que naquelas catapultagens o S-2T argentino estava “full loaded”? Acho que não, pois era apenas um exercício de qualificação.

Jacubão

Eu sei disso McNamara, eu estava falando apenas da diferênça de potência da catapulta, afinal de contas, são duas gerações de navio não é mesmo??
Um abraço garotinho.

McNamara

Positivo, mestre.

Vassili Zaitsev

O Turbo Tracker decola com o trem de pouso dianteiro erguido daquele jeito mesmo?????????? O engate da catapulta que literalmente o levantou?????

Se for, não sabia desse fato.

Vivendo e aprendendo.

Direto do Fundo do Mar

Lindo video. Parabéns pelo achado!
Gostei mesmo foi de ver o Fennec que voei na Unitas em 2005 e o mesmo na Fraterno em 2006.

Em breve teremos novas imagens do nosso Opalão. Falta pouco!

Esdras

Sim, o S-2 usa o trem de decolagem, que fica na causa para se apoiar nas decolagens.
Gostaria de ver no em breve o SP em funcionamento com o S-2T da MB.

Jacubão

Direto do Fundo do Mar.

Voçê assistiu ao lindo lançamento de SEA WOLF feito pela Rademaker nessa mesma unitas de 2005?
Se viu, o quê achou do drone virando poeira cósmica?

Direto do Fundo do Mar

Sim Jacubão.

Eu estava embarcado no “meu” navio – a Rademaker, rsrsrs e vi sim, e temos no site da Alide o video para quem quiser assistir, basta acessar lá a parte de downloads.

O navio recebeu os restos mortais do Drone e ele está pendurado no corredor principal do navio com uma placa alusiva ao fato.

Tenho inclusive um video de outro angulo mostrando o impacto, mas não posso mostrar por que não tenho esta autorização. Mas é muito show. Principalmente quando se sabe dos detalhes especificos do disparo.

Mirage

Los argentinos tenie aviones mas no ten navio.
Brasileiros tem navio mas não tem aviões.

Marinha de água azuis. Só se derramarem tinta azul no litoral rsssss

Jacubão

Direto do fundo do Mar.
Por favor entre em contato comigo pois não estou reconhecendo vç meu caro. Pelo visto nos conhecemos pessoalmente e nem sabemos.
Meu email é jacubao@gmail.com.
Estou esperando.

Direto do Fundo do Mar

Ja mandei para vc.

Clemente Andres

VIVA LA PATRIA, CARAJO!!!!!!

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

CoNavOpEsp da Marinha do Brasil realiza o primeiro Adestramento Conjunto de Planejamento de Operações Especiais

Sob coordenação do Comando Naval de Operações Especiais (CoNavOpEsp), no período de 22 a 26 novembro, foi realizado, nas...
- Advertisement -