Home Noticiário Internacional Indonésia deverá receber primeiro Makassar de construção local em maio

Indonésia deverá receber primeiro Makassar de construção local em maio

368
0

surabaya

A Marinha da Indonésia deverá receber no próximo mês de maio o seu primeiro LPD classe Makassar construído localmente. A classe Makassar baseia-se na classe coreana Tanjung Dalpele, projetada e construída pelo estaleiro Daesun Shipbuilding & Engineering Co. da Coreia do Sul.

As duas primeiras unidades (KRI Makassar e KRI Surabaya) foram construídas na Coreia do Sul. Posteriormente a Indonésia encomendou outras duas, localmente construídas pela PT PAL. Estas duas unidades mais novas possuem capacidade de comando e controle.

FOTO: Sawung.blogspot

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Flamenguista
Flamenguista
11 anos atrás

Sem comentários…

Alessandro
Alessandro
11 anos atrás

Temos condiçoes de construir navios de guerra novos como fragatas e etc… O problema e que nossos governantes nao estao nem ai pra isso.
A engeprom tem condiçoes de construir no arsenal de marinha mas o governo brasileiro prefere ficar com o complexo de vira latas ou seja como se fosse um pedinte com o pires na mao……
Lamentavel…………

gaspar
gaspar
11 anos atrás

e nos compramos navios da decada de 50, 60 e no maximo 70…
no so teremos um navio dessa classe qnd a Indonesia der baixa do mesmo…

marujo
marujo
11 anos atrás

E a gente comprando navios anfíbios com validade vencida, como o Sir Galahad e o Sir Bedivere.Será que a indústria naval brasielira não tem capacidade para projetar e construir navios como estes?

Marcelo Ostra
Marcelo Ostra
11 anos atrás

Gaspar, uma boa hora para uma boa pergunta, se esta na moda o termo desenvolvimento da industria naval no Bra, l, pq será que nao nos empolgamos e pelo menos projetamos e tentamos o mercado exterior, mesmo que seja venda de um grupo civil …. por outro lado na parada da PLAN poderia ir a Barroso, mas antes teria aqueles comerciais de sexta feira de revenda de carros, tipo “não compre navio hoje, espere até a amanhã que o Brasil esta reunindo sua equipe de vendas com os melhores ofertas do mercado” … e na sequencia a Barroso iria com… Read more »

marujo
marujo
11 anos atrás

Este navio não serve para nós porque é novo. Galante&Cia estão de sacanagem com a gente, mostrando o que os outros têm e que nós não podemos ter.Sacanagem feita,dá o serviço completo:a ficha técnica do barco,para aumentar a água na boca e a nossa frustração.

Vassili Zaitsev
Vassili Zaitsev
11 anos atrás

LM,

Então, sinceramente espero que a MB solicite ao Ministério da Defesa que esse projeto seja rapidamente avaliado, que as diretrizes da END autorizem a construção de unidades suficientes para substituir os NDD que a MB opera no momento.

Os fuzileiros merecem. Merecem tb a ampliação do tamanho do CFN. POis o mesmo tem o tamanho de uma brigada, e merece meios de ataque e defesa mais modernos.

E olha que o CFN é considerado entre a tropa mais bem treinada do Cone Sul.

abraços.

Jacubão
11 anos atrás

Como disse meu amigo flamenguista, “sem comentários”.

Rodrigo Rauta
Rodrigo Rauta
11 anos atrás

Como disse o Flamenguista…”sem comentarios!”.
Na boa, eu não sei a realidade da Indonésia, não sei os “inimigos” em potencial dela e nem sua condição economica…mas na boa, se eles compram 4 desses novos, nãoé pssivel que a gente não possa…realmente é lamentável…e de navios dessa classe estamos mesmo precisando de novos!

Abraços!

Ivan
Ivan
11 anos atrás

Sem comentários…

LM
LM
11 anos atrás

Prezados,

A MB tem um projeto denominado Navio de Transporte e Apoio (NaTrAp) pronto, aguardando apenas a liberação de verbas orçamentárias para ser construido.

Sds

Joao Curitiba
Joao Curitiba
11 anos atrás

Caro Alessandro

Você está parcialmente certo no seu comentário. Mas acho que não é só falta de vontade política. É cobertor curto mesmo. Sexta-feira passada a Federação das Indústrias de Santa Catarina denunciou que dos R$ 1,9 bilhões do PAC que seriam aplicados naquele Estado de 2007 até hoje, só R$ 693 milhões (35%) foram liberados.
Geraram uma expectativa enorme, criaram um nome de efeito (PAC) mas não estão podendo cumprir. E olha que o problema já vem de antes da “crise”. Este PAC foi apenas um golpe eleitoreiro. E observe como a ministra Dilma tem aparecido na mídia…..

Abraços

Robson Bandeira
Robson Bandeira
11 anos atrás

Faço da palavras do amigo Flamenguista as minhas, “Sem comentários”.

Piramboia
Piramboia
11 anos atrás

Idem.

Marcelo Tadeu
Marcelo Tadeu
11 anos atrás

Pessoal, vcs estão confundindo NDCC com LPD. A aquisição dos NDCC usados da Inglaterra foi uma ótima compra de ocasião.

O Brasil poderia sim construir 3 navios deste porte do LPD usando técnicas de navios mercantes. Eles seriam ótimo para apoiar as missões de paz e atuarem como navio-hospital, comando, anfíbio, que que vcs acham?

Mauricio R.
Mauricio R.
11 anos atrás

“A MB tem um projeto denominado Navio de Transporte e Apoio (NaTrAp) pronto…”

Então se possível, publica uma imagem!!! Pois quero dar pitaco no design do cujo dito!!!

E qnto aos “inimigos potenciais” da Indonésia, que tal outro tsumani???