Home Noticiário Internacional ‘Constituição’ recolhe os primeiros destroços no mar

‘Constituição’ recolhe os primeiros destroços no mar

102
0

O Comando da Aeronáutica informa que nesta manhã o avião C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira avistou destroços a 550 km de Fernando de Noronha. De acordo com o planejado, a aeronave orientou a Fragata Constituição, da Marinha do Brasil, até o local para que o material pudesse ser recolhido. O helicóptero Lynx, embarcado na Fragata, resgatou por volta das 13h, um suporte utilizado para acomodação de cargas em aviões (Pallet), de aproximadamente 2,5 m2, e duas bóias.

FONTE:Centro de Comunicação Social da Aeronáutica

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Esses eventos estão mostrando a importância da ilha de Ferando de Noronha e como deverímos ter um destacamento de aeronaves de patrulho e observação neste ponto. Através desta ilha pode-se cobrir todo o trecho do atlântico do nordeste até a costa africana.

Uma ilha oceânica é sempre importante e estratégica.

André
Visitante
André

Bem lembrado, Rodrigo.

Daniel Camilo
Visitante
Daniel Camilo

Perfeita observação, Rodrigo.
E não precisavam estar baseadas, poderiam até estar desdobradas, caso haja dificuldades na manutenção e logística e, quem sabe, num devaneio, construir um aeródromo similar em Trindade???
Basta lembrar-mos dos últimos salvamentos de náufragos nacionais e estrangeiros, sem contar que teriam um enorme valor estratégico, penso eu!!!
Abs.
Adsumus!!!

Sopa
Visitante
Sopa

É Brasil né….visão estratégica zero !!!

Esdras
Visitante
Esdras

Então valeria apena termos uma base naval e uma base aérea neste arquipélago, mesmo que sejam bases menores.

Prec PQDT
Visitante
Prec PQDT

De repente não seria o caso de se empregar os SH-3 ” Sea King ” ??

** Já q ele têm essa capacidade d captar objetos á grande profundidade ( até com o uso de seu Sonar q pode ser submerso )
** Sei q existem outras variáveis ( como a ausência de um Navio d maior porte para abrigá-los >> mas isso poderia se resolver talvez com o envio de um NDD ou NDCC; q seria útil até no caso de se abrigar as equipes de Resgate: Pára_SAR, MECs, etc )

AJS
Visitante
AJS

Algum colega de blog pode esclarecer se a ilha da Trindade comportaria uma pista de pouso?

Marcos T.
Visitante
Marcos T.

A instalação de um radar de controle maritimo e aéreo também cairia bem, não acham?

Marcos T.
Visitante
Marcos T.

Alguem sabe dizer se dispomos de meios que podem ser usados para localizar os destroços submersos e a caixa preta?

Hornet
Visitante
Hornet

Ainda não foi divulgado nenhuma foto? A MB não disponibilizou nenhuma imagem da Constituição?

abraços a todos

Jony Costa
Visitante
Jony Costa

A Ilha de Trindade pelo seu tamanho comportaria uma pista de pouso, o problema é aonde, já que a geografia da ilha é composta de muitas elevações escarpadas. Mas se fosse possível seria de uma utilidade sem preço, como estamos vendo agora com o exemplo de Fernando de Noronha.

Marcelo Ostra
Visitante
Marcelo Ostra

Er … e o SH 3 voaria 1.200 km, no sotp, no round around e voltaria, acho que nem se foss o Santo Expedito o piloto

Sepol Olecram

Icaro
Visitante
Icaro

Pelo pouco que sei de Trindade, tbm tem a questão de ser uma reserva ecologica de ultimo nivel(me parece)…

O que os ecologistas de plantão iam pegar com força no pé da Marinha, haja vista outros projetos em adamento…

E ñ existem aeronaves(helicopteros) num futuro prox e na atualidade que cubram o trecho vitoria-trindade com segurança e operando de la cubram a Fir atlantico em sua totalidade…

Pq fazer um serviço pela metade eh o mesmo d ñ fzr…

Baschera
Visitante
Baschera

Tem algo de estranho nesta coordenação do MD.
A nota de número 03 da MB (Hj,04/06) cita textualmente : “Até o presente momento, não houve identificação positiva de qualquer destroço.”
Afinal, tem ou não tem ??

Sobre o comentário de um colega mais acima, “visão estratégia” há, o “zero” fica por conta da verba.

Sds.

João das Botas
Visitante
João das Botas

Intrigante! Possiveis fragmentos de outra aeronave, que não o Air France, no meio daquele nada?

Fabio
Visitante
Fabio

O IBAMA nunca deixaria que se estabelecesse uma base militar defnitiva em Fernando de Noronha. Apenas se houver uma mudanca radical dentro da linha de raciocinio profundamente ideologizada do Ministerio do Meio Ambiente e relativos.

Baschera
Visitante
Baschera

Atenção : Notícia do portal Terra…..04 de junho de 2009 • 19h09 • atualizado às 21h36. “A Aeronáutica afirmou nesta quinta-feira que nenhum material recolhido até agora pertence ao Airbus do vôo AF447, desaparecido na última segunda-feira. De acordo com o tenente brigadeiro Ramon Cardoso, chefe do Departamento de Controle Aéreo do Cindacta 3, as bóias e o pedaço de madeira que seria um suporte para bagagens não pertencem ao vôo operado pela Air France. As manchas de óleo encontradas nesta quinta-feira também não são do combustível utilizado para aviões, mas sim de óleo para navios.” E agora josé ??… Read more »

Baschera
Visitante
Baschera

Parece até que estão filmando “Os Trapalhões em Fernando de Noronha”.

Sds.

trackback

[…] Aérea Brasileira havia informado em nota que um helicóptero embarcado numa fragata da Marinha retirou do oceano um suporte utilizado para acomodação de cargas em aviões –conhecido como pallet– e duas […]