segunda-feira, janeiro 24, 2022

Saab Naval

Acordo fechado

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

vinheta-clipping-navalO presidente Luiz Lula da Silva bateu o martelo em relação à polêmica compra de 41 helicópteros de transporte para o Exército e quatro submarinos Scorpène, de tecnologia francesa. Os veículos serão fabricados no Brasil, respectivamente, pela Helibras e um estaleiro a ser construído pela Oderbrecht, com uma nova base naval na baía de Mangaratiba (RJ). O pacote prevê a construção de um submarino nuclear pela Marinha, com tecnologia de propulsão nacional e os demais equipamentos franceses. O acordo militar do Brasil com a França será assinado no próximo 7 de setembro, por Lula e o presidente francês, Nicolas Sarkozy.

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, confirmou a compra ontem, durante gravação de entrevista para a TV Brasil, que vai ar hoje, às 22h. A compra de 36 caças Rafale, que o governo francês queria incluir no pacote, está fora do acordo. Segundo Jobim, o governo ainda analisa a oferta francesa, ao lado das propostas dos caças norte-americanos F/A-18 e dos suecos Gripen. “A melhor opção será em função datransferência de tecnologia. Queremos construir os aviões no Brasil”, garante Jobim.

FONTE: Correio Brasiliense – Luis Carlos Azedo

SAIBA MAIS:

- Advertisement -

29 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
29 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Flavio

As coisas estão começando a sair do lugar. que maravilha.

Agora, alguém tem uma fonte oficial que diga quais os itens da transferência de tecnologia?

Eleazar Moura Jr.

Com esse nível de “transferência de tecnologia” os franceses já demonstraram como será com o Rafale caso vençam o F-X2. É até muita ingenuidade achar que a Dassault vai abrir os códigos-fontes da aeronave para o Brasil se para um simples helicóptero as peças principais (que não guardam nenhum segredo estratégico) são vetadas de serem fabricadas no Brasil imaginem os partes sensíveis do Rafale como: o Radar, o Spectra, sensor IRST OSF, etc.

gaspar

nao eram 51 helis ???
ser montado aqui eh muito facil, eles mandam os helis em (PDK ou PKD)…
montar qq um monta.. o problema eh fabricas as pecas e componentes…

Bruno Correia

Alguém pelo amor deus, grave está entrevista e coloque no youtube, pois vou estar na faculdade.

Mauricio R.

“A END diz tudo, inclusive o Projeto KC-390, já é fruto da END.”

Com somente 22 unidades + protótipos encomendadas, p/ serem entregue em 7 anos, tá mais p/ mico!!!

Azul&branco

Minas Gerais fica muito contente em continuar “montando” helis, vai render muito voto para o sapo e vem muito mais por aí!

Marcelo Tadeu

São 51 helicópteros divididos entre as 3 FFAA. O índice de nacionalização vai chegar à 50%. O Exército está estudando um esquadrão de MI-35 tb.

Marcelo Tadeu

É CKD, Gaspar, e não será o caso.

gaspar

MT,

grato pela correcao…
espero mesmo que nao seja o caso…

Lucas

É realmente são 51 helis, o texto esta com erro de digitação, inclusive os helicopteros não serão todos do exercito, serão 16 Helicopteros para a Marinha, 16 Heli. para o Exercito e 18 Heli.para a FAB, e aleluia, este contrato estava gerando muitas criticas pela desinformada dita imprensa “especializada”, agora só falta o FX-2.

Marcelo Tadeu

É isso ai Thiago, vc se auto-respondeu!! A END diz tudo, inclusive o Projeto KC-390, já é fruto da END. Aguardamos pois vem muita coisa por aí!!!

paulo

Mas já não compraram os Mi 35?

Mauricio R.

“O índice de nacionalização vai chegar à 50%.”

Somente depois de 6 (SEIS) anos e as principais partes estarão de fora.
“Rotor head”, pás dos rotores, transmissão, estarão de fora, virão da França, montadinhas.
O “glass cockpit” original da Sagem tb não virá, acochambraram um da Elbit no lugar, que virá de Israel.
E as turbinas, somente serão montadas, em Xérem no RJ.
Definitivamente não aprendemos NADA, em 30 anos de Helibrás/Eurocopter no Brasil.

Thiago

Até que em fim em…
Mas uma dúvida tosca: era grave mesmo a necessidade de helicopteros de transporte para as forças?
Nao me lembro de ter ouvido nenhum militar reclamar de falta de helicopteros de transporte.
Ou é somente para adaptação das forças ao novo conceito escrito na Estratégia Nacional de Defesa de mobilidade?

Eleazar Moura Jr.

Thiago, rapaz, pela caridade, a FAB com os veneráveis Sapões da época do Vietnã formando a espinha dorsal da sua Força de Helicópteros e vc. ainda perguntando se o pessoal tá querendo coisa nova? se bem que para os pilotos da FAB o melhor seria os UH-60 e que, por sinal, chegará um novo lote, então ao mesmo tempo que a FAB tá comprando mais Blackhawk ele vai adquirir os EC-725, não sei se é o mais adequado em termos de logística, mas, por outro lado, tb. não é bom depender de apenas um país como fornecedor de armas já… Read more »

gerson

Caros amigos,

Como não foi ainda incluido os aviões no pacote, pode ser que mesmo franco favorito no governo os rafales percam mais uma concorrência!

gerson

caros amigos,

tem um post chamado “oportunidade perdida” que relata que ha alguns anos atrás os EUA nós ofereceram uma esquadra por $ 150 milhoes incluindo um porta aviões. Deveria o MD caso defina o SH pedir que gentilmente fosse nós mandado de brinde aquela esquadra que ficaria perfeitamente bem no nordeste.

Marco Antonio Lins

Prezado!

No momento que vc recebe brindes desta natureza não se cria empregos.Ao contrario fica a mercê de outros.

Esdras

Que lega, submarinos decididos!!!! e o FX com completando 10 anos!!!!!!!!
Parabéns para a MB pela competencia em conduzir o processo, mas fica me devendo ainda o S-2….r.rsrsrsr

Luís Aurélio

Quando começa a construção do novo estaleiro de submarinos??

Baschera

Desculpem pelo off topic, já que aqui o Blog é o Naval….

“Quando da visita do Presidente Luiz Inácio à Base Aérea de Anápolis, 13 Agosto, para receber a comenda de Jaguar Honorário, o Comandante da Aeronáutica,Brigadeiro Juniti Saito comentou com os presentes que o resultado do Projeto F-X2 será anunciado em Outubro, provavelmente no dia 23 daquele mês data comemorativa do Dia do Aviador.”
Fonte: Defesanet.

Sds.

Patriota

São 51 novos helis + 4 sub convencionais + o casco do submarino nuclear.
O Correio Brasiliense em minha opinião esta de parabens pela materia ,pena que não se pode dizer o mesmo da Folha de São Paulo

Wilson Johann

Maravilha. Excelente notícia. Todos nós torcíamos por isso. Isto é, quase todos, pois mesmo em um blog de defesa onde, se presume, todos entendan do assunto, tem ums “despatriados” que torcen contra. Esse vai ter que morder o rabo quando as encomendas do KC-390 começarem a acontecer, aos montes… Ootro, que deve fazer par com esse nosso colega em suas criticas às forças armados e projetos da indústria nacional, e que a essas alturas não deve estar passando bem, é o “aleijado moral” do Jânio de Freitas. Em seu lugar eu teria vergonha de “mostrar a cara” com mais uma… Read more »

joao vaz bandeira

Pessoal, alguém por favor poderia me dizer com quem está o controle acionário da Helibrás???
Transferência de tecnologia dessa forma eu nunca vi.Eles estão transferindo tecnologia para uma empresa que é só 75% dêles, vai ver para nos vender o Rafale, vamos ter de dar 80% da Embraer a êles, talvez ai sim haja transferência. Por favor me poupem.

Hornet

Acordo fechado e contrato final assinado em setembro próximo. O script era esse mesmo. Tudo sob controle.

abraços a todos

AlCar

Peguei uma parte da entrevista, por sinal, na minha opinião muito boa, apesar da falta de tempo para explicar profundamente cada questão suscitada, embora tenha frisado a necessidade de uma preparação para uma eventual guerra assimétrica. Porém ele esclareceu que os helicópteros construídos (montados, como queiram) não podem ser vendidos pela fábrica européia para outros países da América do Sul, criando uma espécie de reserva de mercado brasileira para o modelo. Enfatizou a necessidade de transferência de tecnologia, no caso do fx-2, para que pudessem ser feita a manutenção aqui e, a partir da tecnologia adquirida, serem construídos outros e… Read more »

brazilwolfpack

Ao parecer,continua tudo igual. Montaremos o casco do heli. As turbinas,helices,transmissoes e tudo mais,vem do exterior. Esse negocio de “nivel de naciolizacao” de 50% e piada,mesmo.

Robson Br

Podem criticar “o cara!”, mas………tem muito tempo que não vemos isto. Parabens principalmente pelo trabalho de reestruturação do MD que o jobim esta fazendo.

CADU

Boa Noite Amigos
Enfim o Jobim, disse que o contrato vai ser assinado no 7 de setembro, com a vinda do Sarkosy ao BRASIL, submarinos e helis já garantidos.
Saudações a todos.

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

Dois porta-aviões dos EUA entram no Mar da China Meridional para ‘combater influência maligna’

Dois grupos de porta-aviões dos Estados Unidos entraram no disputado Mar da China Meridional para treinamento, disse o Departamento...
- Advertisement -