quarta-feira, fevereiro 24, 2021

Saab Naval

Rafale operando no USS Enterprise

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

- Advertisement -

8 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Bruno Correia

Pessoal qual é o nome da manobra efetuada na segunda passagem do rafale, no qual o gancho de parada(se o nome for esse) esta recolhido?

Grato

Marcelo Ostra

Toque e arremetida

Abs
Sepol Olecram (ou OM)

Clésio Luiz

Engraçado notar o contraste entre o Hornet e o Rafale. Um dos motivos para a escolha do YF-17 sobre o YF-16 era que a asa reta do primeiro era melhor adaptada para operar a baixas velocidades, como as exigidas em NAs. Aí vem o Rafalae com uma asa delta e opera em NAs tão bem como o Hornet. Coisas da engenharia…

Nunão

Clésio,

O segredo, além do Fly by wire que ambos têm, está nos canards ativos do Rafale, que permitem aproximações muito diferentes do que se fosse somente um Delta simples.

Um outro exemplo de Delta que deverá operar em NAe é o Tejas Naval, mas aí é um delta composto, com enflexamento menor próximo à raiz das asas e outro maior próximo às pontas.

Saudações

Nunão

Outra curiosidade, agora no Hornet, é a grande área das extensões do bordo de ataque (LEHR), comparada a outros modelos, produzindo sustentação em elevados ângulos. Extensões que aumentaram dramaticamente no Super Hornet.

Marino

Matei a charada, o Tio Sam disse que não haveria problema se o Brasil comprasse o Rafale.
A França entra com Rafale e Tio Sam com o Enterprise.

Omega

@Marino, haha boa…

Embora tenha gente que ache o Rafale feinho eu gosto dele e acho um dos mais belos caças, não só belo, como poderoso.

LBacelar

Quando vejo fotos e videos do RAFALE no USS Enterprise eu me lembro de um boato que rolava dizendo que eram caças RAFALE que viriam ao Brasil para demonstração ao FX2 mas foram vetados pelos americanos e obrigados a pousar no enterprise huahuahuauha só rindo…

As vezes internet é uma m&%$@

- Advertisement -

Posts mais comentados

EXCLUSIVO: Marinha estuda compra de caças F/A-18 Hornet ‘por oportunidade’

Por Roberto Lopes* O assunto emergiu na manhã da sexta-feira, 10, durante a cerimônia de troca de comando na Diretoria...
- Advertisement -
- Advertisement -