Home Aviação Naval M22 e M25, os dois Rafale que a Aeronavale perdeu

M22 e M25, os dois Rafale que a Aeronavale perdeu

162
7

M22

vinheta-clipping-naval A Aeronavale perdeu na última quinta-feira, os Rafale matrículas M22 e M25, originalmente F2 e que tiveram o up-grade para o padrão F3, ambos pertecentes a Flottille 12F.

Dos tripulantes das aeronaves, um pertencia ao Centre d’Essais en Vol (CEV) de Istres (ex-piloto da Aeronavale funcionário da Délégation Générale pour l’Armement) e o outro pertencente ao Centre d’Etudes Pratique de l’Aéronautique Navale (CEPA), baseado em Mont-de-Marsan.

O Capitão-de-Fragata da reserva François Duflot, piloto da DGA, continua desaparecido enquanto que o Capitão-de-Corveta Yann Beaufils, foi resgatado pelos meios empregados pela MN nas buscas.

A queda das aeronaves ocorreu durante o regresso para o PA Charles de Gaulle e estão sob investigação para se determinar as circunstâncias exatas do acidente.

M25

Leia mais sobre este acidente:

FONTE e FOTOS: Mer et Marine

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Jonas Rafael
Jonas Rafael
10 anos atrás

Nem mesmo pilotos experientes estão imunes a falhas. Até porque porque muita experiência pode trazer excesso de confiança…

latino
10 anos atrás

Os resultados da investigação sobre a queda de dois caças Rafale no Mar Mediterrâneo na semana passada serão entregues ao Brasil, prometeu ontem o Ministério da Defesa da França.

Lucius Clay
Lucius Clay
10 anos atrás

Acho que as aeronaves apresentaram algum problema, pensar num erro humano, para pilotos tão experientes, não posso acreditar nisso.

Wolfpack
Wolfpack
10 anos atrás

Depende dos fatores, como condições climáticas, operação noturna… Nenhuma hipótese pode ser descartada, mas pilotos experientes também estão sujeitos a falha, e neste caso basta um errar para ocorrer o choque. Neste final de semana estava vendo um programa sobre operações noturnas de Rookies da USNavy e o piloto teve problemas com equipamentos/comunicação/orientação da aeronave para traçar uma rota de retorno do seu F18E/F para o Porta Aviões. Conseguiu mas estev perto de ejetar ou mesmo rumar para o continente.

Lucas Urbanski
Lucas Urbanski
10 anos atrás

O que é que tem o piloto ser experiente, erros podem acontecer, não se lembram da equipe de acrobacias da Rússia, que eu não recordo o nome,um dos pilotos mais velhos e experientes também caio com o avião e morreu, o fato de perder exatamente 2 aviões significa praticamente que eles “trombaram” um no outro, é muito improvável que tenho a contecido problemas técnicos em 2 aviões ao mesmo tempo e estes caissem ao mar, muito improvável.

URUTAU
URUTAU
10 anos atrás

Caros senhores

Não seria necessario que as 2 aeronaves apresentassem defeito simultaneamente para ocorrer o acidente mas sim basta que 1 das aeronaves tenha apresentado defeito durante o voo para com isso ocorrer o choque e consequentemente a queda das 2 aeronaves
Mas caso isto tenha acontecido eu duvido que os franceses irão assumir a culpa

Forte abraço

Jonas Rafael
Jonas Rafael
10 anos atrás

O que causou nós nunca vamoas saber, mas a culpa vai ser do piloto que morreu, quer ver só?