Marinha do Brasil resgata tripulante de pesqueiro a 2.500km da costa do RJ

    162
    6

    A Marinha do Brasil informa que na noite do dia 23 de fevereiro, recebeu solicitação do Serviço de Salvamento Marítimo do Uruguai de Evacuação Aero-Medica (EVAM) do Sr. Antonio Sixto, de 50 anos, Comandante do Navio Pesqueiro “PLAYA DE RIL”, de bandeira espanhola, que apresentava complicações de saúde. O Navio encontrava-se a cerca de 2.500 Km da costa brasileira, a sudeste de Cabo Frio – RJ.

    Ainda na noite do dia 23, um médico da Marinha contatou por telefone, via satélite, a tripulação do Navio Pesqueiro, buscando obter informações do quadro de saúde do Comandante e prescreveu medicação e procedimentos para os cuidados do paciente, até sua remoção. O Navio Pesqueiro foi orientado a dirigir-se para o Rio de Janeiro e, ao mesmo tempo, a Fragata “Liberal” (F43), da Marinha do Brasil, foi ao encontro do Pesqueiro. Na manhã do dia 25, um helicóptero da Fragata removeu o paciente e o transportou para o navio, onde está sendo acompanhado pelo médico de bordo.

    O paciente chegará ao Rio de Janeiro pela manhã do dia 26 de fevereiro, ocasião em que será entregue aos cuidados da empresa responsável pela embarcação.

    6
    Deixe um comentário

    avatar
    6 Comment threads
    0 Thread replies
    0 Followers
     
    Most reacted comment
    Hottest comment thread
    5 Comment authors
    IvanBrazilianoMarcelo OstraDungaGUPPY Recent comment authors
      Subscribe  
    newest oldest most voted
    Notify of
    GUPPY
    Visitante
    GUPPY

    Mais uma vez tivemos que deslocar uma Fragata para uma tarefa que poderia ser executada por um navio menor.
    Também se tivéssemos uma infraestrutura na Ilha da Trindade, quem sabe poderíamos ter simplicado o socorro.

    Abraços

    Dunga
    Visitante
    Dunga

    Gostaria de fazer umas perguntas??? Quem pode responder: Porque tem tantos barcos de pesca estrangeiros na “passeiam” pela costa do Brasil? Quem fiscaliza o “passeio” deles na costa do Brasil? Tem que ter uma autorização do governo brasileiro para pescar nas aguas do Brasil? Navegar nas aguas do Brasil com autoridade do governo brasileiro a bordo? Pagar os impostos para o governo do brasil, cotas de pesca? Inspeçao obrigatoria de embarcações estrangeiras na nossa costa? Os barcos de pesca brasileiros foram a pouco tempo metralhados pela marinha do Uruguai e estavam no imite das aguas do Brasil com o uruguai.… Read more »

    Marcelo Ostra
    Visitante
    Marcelo Ostra

    Exato no ponto Guppy

    Fragata não é navio de socorro, principalmente quando ela é especialmente deslocada para isso e olha que é area do salvamar

    Dunga

    Eles são afretados por armadores de pesca nacionais, devidamente regulamentadas

    Na ponta da praia do lado do Guaruja tem um monte delas, em especial e vc deve ter notado, pois chama a atenção pelo tamanho, o Kinpo Maru

    Abs
    MO

    Braziliano
    Visitante
    Braziliano

    O que aconteceu para a FAb abandonar os aviões anfíbios?

    http://www.areamilitar.net/analise/analise.aspx?nrMateria=18

    Nesse tipo de ocorrência não seria o ideal?

    Ivan
    Visitante
    Ivan

    Braziliano em 25 fev, 2010 às 17:18 Amigo, Um hidroavião pousar e decolar em alto mar é algo muito delicado e perigoso. Depende do estado do mar, da altura e amplitude das ondas e das condições meteorológicas, entre outras. Não sou especialista no assunto, mais posso lhe antecipar que as aeronaves que vc referenciou no link postado são indicadas para combate a incêndios, operado em rios e lagos. Em tempo, são excelentes aeronaves e eu prefiro a canadense para a missão delas. Para missão de busca e salvamento sobre o mar (SALVAMAR) eu gostaria, se vc me permite, de indicar… Read more »

    Ivan
    Visitante
    Ivan

    MO,

    Meia dúzia de Navios de Patrulha Oceânicos, todos com capacidade de operar helicópteros de maior porte, como os SH-60 Sea Hawk, Super Pumas ou até mesmo os SH-3 Sea King (que são ótimas plataformas SAR), velocidade máxima entre 21 e 25 nós, seriam muito úteis para a MB…
    Acho que vc já defendeu algo assim.

    Abç,
    Ivan, o antigo.