Voo AF 447: buscas acabam esta semana

    172
    7

    vinheta-clipping-naval A fase atual de busca das caixas-pretas do avião da Air France que caiu em 1º de junho no Atlântico quando fazia a rota Rio de Janeiro-Paris termina neste fim de semana, indicou hoje o organismo francês encarregado da investigação do acidente, o BEA.

    “A região inicial de busca será coberta inteiramente até o fim de semana”, explicou o Escritório de Investigações e Análises (BEA), que acrescentou que os dois navios que participam da campanha – o Seabed Worker e o Anne Candies – voltarão ao porto brasileiro “para uma escala técnica”.

    O organismo francês, ligado ao departamento de Transportes, informou que em 4 de maio dará mais informações sobre os infrutíferos trabalhos para encontrar as caixas-pretas do avião acidentado.

    Desde o início das buscas, os navios varreram uma área de 2,8 mil quilômetros quadrados do fundo do mar.

    Além disso, submarinos submergiram em quarenta ocasiões e investigaram uma área de 3 mil quilômetros quadrados, tudo isso com condições meteorológicas “favoráveis”.

    Segundo publicou hoje “Le Figaro”, nesta terceira campanha não só se repassou a região que havia sido definida como suscetível de guardar as caixas-pretas, mas se esgotaram os 10 milhões de euros orçados para as buscas.

    Os 228 ocupantes do Airbus da Air France acidentado morreram na queda. Sem as caixas-pretas, o BEA não consegue esclarecer as causas do acidente, embora afirme que não aconteceu despressurização no voo e que provavelmente a aeronave estava inteira ao chocar-se com o mar.

    Se Airbus e Air France não financiarem uma quarta operação, os investigadores terão de se contentar com os elementos recuperados até agora.

    FONTE: EFE

    Subscribe
    Notify of
    guest
    7 Comentários
    oldest
    newest most voted
    Inline Feedbacks
    View all comments
    RtadeuR
    RtadeuR
    10 anos atrás

    Isso significa o que? Que é um mistério ou é um segredo?

    Wolfpack
    Wolfpack
    10 anos atrás

    Isso significa que a incompetência é tamanha que reunidos todos os recursos existentes por parte da França não se consegue achar destroços da aeronave, ou mesmo não desejam achá-las, pois processo correm nos Estados Unidos contra Air France e AirBus.
    Acontece que a Marinha do Brasil e o Governo Brasileiro não dispõe de tecnologia para tal, consegue explorar o pre-sal, mas não consegue achar destroços de uma aeronave grande com o A330 no fundo do mar.
    Uma pena para os familiares e para aqueles que continuam a voar os Airbuses.

    Ilya Ehrenburg
    Ilya Ehrenburg
    10 anos atrás

    Meus caros… Vamos devagar com o Andor.

    A imensidão do fundo oceânico, naquele local já pontilhado pela dorsal Atlântica, impõe aos perscrutadores um desafio colossal, talvez, impossível de ser satisfeito. Não foi por outro motivo, que em desespero de causa, enviaram um submarino para tentar com o seu sonar, identificar os sinais sonoros das referidas “caixas-pretas”, pois sabiam, que apenas no curto período de emissão do sinal, por parte destas, poderiam ter alguma possibilidade de sucesso.

    Elizabeth
    Elizabeth
    10 anos atrás

    Vou dizer o que penso sobre este vôo. Avião Frances, de companhia aérea francesa com investigação de autoridades francesas não me parece nada confiável. Estas novas rodadas de buscas também são suspeitas. Se achar a caixa preta nas primeiras 4 semanas pós acidente quando ela ainda estava emitindo com seu beacom sonar já era algo dificílimo dadas as profundidades e topografia do leito oceânico naquela região, achar as caixas pretas agora é mais um lance de sorte, ou melhor, muita sorte do que algo tecnicamente factível. Esta operação me parece algo para justificar uma situação assim: “Sem as caixas pretas… Read more »

    defourt
    defourt
    10 anos atrás

    Calma Eliz,

    Trata-se apenas de uma aliança.

    Se fosse uma aliança com um casamento aí talvez… (irônico)

    Por falar em casamento…

    [Beijinho no coração.]

    Vader
    Vader
    10 anos atrás

    Será que havia interesse da França e da Airbus em encontrar a caixa-preta?

    Duvido.

    Franceses não são confiáveis.

    Sds.

    Hugo
    Hugo
    10 anos atrás

    Caros,

    “Se Airbus e Air France não financiarem uma quarta operação, os investigadores terão de se contentar com os elementos recuperados até agora.”

    Não haveria um conflito de interesses? Se as investigações apontarem falha na Airbus ou da Air France, essas informações seriam divulgadas?

    Abs e boa semana!

    Hugo