Home Sistemas de Armas Comparação entre porta-aviões

Comparação entre porta-aviões

4306
60

Tamanhos de alguns navios-aeródromos, em imagens capturadas pelo Google Earth, da mesma altitude.

COLABOROU: André Correa – Portugal

Subscribe
Notify of
guest
60 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Andre
Andre
9 anos atrás

detalhe é só o Midway que já está desactivado, do resto estão na activa.

Fuzila
Fuzila
9 anos atrás

Parabéns André !

Ficou muito bom !

Jonas
Jonas
9 anos atrás

André parabéns. Algumas dúvidas:

Estão todos na mesma escala?

A pista de decolagem do Charles de Gaulle é só um pouco maior em comprimento que a do A-12?

Todos usam catapulta?

André, se poderia colocar também a do Reino Unido, Russo e do Italiano, para termos uma noção.

Omega
Omega
9 anos atrás

Não é atoa que os Porta-Aviões americanos são chamados de Super Carrirers!

Impressiona pelo tamanho e poder!

@Jonas, sim todos os das fotos usam catapultas.

Eduardo
9 anos atrás

Excelente André, gostei das fotos, realmente nos da uma noção do tamanho desses mostro, gostaria que inclui-se na lista:

o RR CVN-76:
http://pt.wikipedia.org/wiki/USS_Ronald_Reagan_(CVN-76)

o GW CVN-77:
http://pt.wikipedia.org/wiki/USS_George_H._W._Bush_(CVN-77)

o GRF CVN-78:
http://pt.wikipedia.org/wiki/USS_Gerald_R._Ford_(CVN-78)

Afinal são os ultimos porta-aviões americanos considerados Super-Carriers, se não me engano o EUA tem 11 porta-aviões, gostaria de ver tb de outras potencias Inglaterra, Russia e demais paises que possuem porta-aviões.

Um Abraço.

Ricardo
9 anos atrás

O Midway parece desajeitado 🙂

Ele virou museu flutuante não virou ?

[ ]´s

Ivan
Ivan
9 anos atrás

André Correa,

PARABÉNS.

Magníficas fotos comparativas
e brilhante iniciativa.

Grato,
Ivan.

João Gabriel
João Gabriel
9 anos atrás

É até que o nosso não fica muito para trás não,mas já na questão tecnológica e operacional…ah…isso é outros 500 kkkk

Eduardo
9 anos atrás

Interessante notar o numero de elevadores em comparação ao São paulo, os super-portaviões americanos tem 3 elevadores de aeronaves e o São paulo tem apenas 1, ou seja, a capacidade de reação é 3 vezes mais rapida, sem contar que cada super-carrier americano tem exclusivamente um satelite militar para monitorar suas aguas, realmente a tecnologia como o João Gabriel disse, são outros 500 estão a 30 anos na nossa frente…

Ivan
Ivan
9 anos atrás

Eduardo,

Creio que são 4 (quatro) elevadores nos US Carriers.

Quanto ao tempo de reação o fato de dispor de 4 (quatro) catapultas de lançamento contra 2 (duas) influenciam ainda mais.

Outro detalhe: os porta-aviões maiores são capazes de operar pousos e decolagens simultâneas, o que é um diferencial notável no calor da batalha.

Abç,
Ivan.

Ivan
Ivan
9 anos atrás

Ahh!

O São Paulo tem 2 (dois) elevadores e 2 (duas) catapultas.

Abç,
Ivan.

Aldo Ghisolfi
Aldo Ghisolfi
9 anos atrás

Realmente, parabéns!
Acho que estas fotos devem ser mostradas ao NJ, com urgência!

Ivan
Ivan
9 anos atrás

Amigos, Apenas como indicativo, há vários porta-aviões americanos construídos após a Segunda Grande Guerra e já retirados do serviço ativo. Classe Midway (2 navios x 64.000 tons.) foram os primeiros US Carriers pós guerra, posteriores a numerosa classe Essex (24 navios x 33.000 tons.), todos aposentados, desmontados ou transformados em museu. Depois veio a classe Forrestal (4 navios x 81.000 tons.). A lista é a seguinte: – CV-59 Forrestal (é hoje um museu flutuante em Newport); – CV-60 Saratoga; – CV-61 Ranger; – CV-62 Independence. Depois vieram os monstros de 80.000 toneladas: * CV 63 Kitty Hawk; * 82.000 a… Read more »

SABRE
SABRE
9 anos atrás

Pelas fotos percebemos que o SP nâo tem a pista tâooooooo menos que a do Charles de Gaulle , claro que alguns metros a mais fazem diferênça na aceleração, e muita, mas os Françeses devem se prevalecer não somente de uma pista maior, mas principalmente de uma catapulta mais potente!Alguem sabe a procedência das catapultas do Charles de Gaulle?Se forem françesas, uma cooperação nos futuros NAEs é bem vinda!

Rogério
Rogério
9 anos atrás

Malditos yankees, mesmo falidos e decadentes ainda tem NAes maiores e melhores que os nossos. rsss

[]s

Ivan
Ivan
9 anos atrás

SABRE disse:
17 de julho de 2010 às 11:29

O R-99 Charle de Gaulle usa 2 (duas) catapultas C-13 encurtadas, o mesmo modelo usada pelos US Carriers nas últimas décadas.

É um produto testado, com mais de 50 (cinquenta) unidades produzidas.

Abç,
Ivan.

Ivan
Ivan
9 anos atrás

Mas, ‘infelizmente’, a C-13 é fabricada pelos “malditos Yankees” :).

Ivan.

Mauricio R.
Mauricio R.
9 anos atrás

Pelas fotos percebemos que o SP nâo tem a pista tâooooooo menos que a do Charles de Gaulle

O convoo do Opalão, é mais estreito que o do CdG e as catapultas tb são mais longas.

Zago
Zago
9 anos atrás

Parabens pelas fotos.
Isso mostra a insignificancia da nossa MB.
Como dito pelos colegas anteriormente, se possivel postar as fotos do NA Russo…

Que o nosso PND seja rapido e eficaz…..temos que ascender urgentemente.
Mais uma vez parabens.

Eduardo
9 anos atrás

Obrigado Ivan pela correção, realmente somou mais conhecimento para todos, fiquei degustando de mais essas curiosidades, alias o pessoal que comenta aqui no blog é o diferencial de outros blogs, pois só agrega conhecimento no complemento das noticias.

Um Abraço.

João Gabriel
João Gabriel
9 anos atrás

É uma pena que algum futuro porta-aviões norte americano terá a desonra e o desgosto de se chamar George W. Bush….Na minha opinião é uma ofensa a US Navy batizar um equipamento tão magnífico resultado de anos de projeto executado pro mentes brilhantes com um nome de um imbecil desses que só afundou e queimou o filme da América com o mundo…Uma pena…

Eduardo
9 anos atrás

É a tradição deles João Gabriel, de batizar seus porta-aviões com o nome de presidentes, alias gostaria de perguntar aos especialistas de plantão a partir de qual porta-aviões começou essa tradição??

Guilherme Poggio
Reply to  Eduardo
9 anos atrás

Tradição bastante recente aliás.

Os primeiros da classe Nimtiz (este mesmo, um almirante) não eram presidentes. Nem mesmo o Stennins foi presidente.

Ivan
Ivan
9 anos atrás

João Gabriel Por favor não cofunda George Herbert Walker, o pai, 41º Presidente Americano, com George Walker Bush, o filho, 43º Presidente Americano. Particularmente não gosto de nenhum dos dois, mas o filho foi muito pior do que o pai, deixando um rastro maldito para os EUA que vai demorar muito para ser apagado. Entretanto ambos andaram (o filho ainda anda) com más companhias que não cabe aqui elencar. Em tempo. Acho um erro da US Navy, provavelmente provacado pela política, batizar os US Carriers com nomes de ex-presidentes. Muito mais interessante e, por que não dizer, patriótico (para eles)… Read more »

Dalton
Dalton
9 anos atrás

Ivan… algumas correções do “chato” aqui ! Foram 3 os porta-avioes da classe Midway e não 2, a saber o Midway ,Franklin Roosevelt e o Coral Sea. O Forrestal não é um museu…na verdade provavelmente irá virar um recife artificial. Quanto a numeração, do 1 até 80, houve alguns que não foram completados nem mesmo iniciados, mas como foram projetados ao mesmo tempo deixou-se a numeração como estava. 3 da classe Midway , 8 da classe Essex e o unico United States que seria o CV-58 foram cancelados ou não completados. Os CV 22 a CV 30 (9 unidades) e… Read more »

Dalton
Dalton
9 anos atrás

Falando em USS George Bush…

O Bush “Pai” que foi honrado com o nome de um porta-avioes, foi piloto de Avenger na Segunda Guerra a bordo do porta-avioes leve USS San Jacinto portanto na minha opinião merecedor de tal honra.

Mesmo o Presidente Kennedy de certa forma mereceu ter seu nome na popa de um porta-avioes…comandou uma lancha torpedeira durante a guerra que foi abalroada e afundada por um destroyer japones…mas o mais importante é que ele poderia ter se safado…devido aos problemas de saude que tinha…mas pediu por serviço ativo.

abs

Ivan
Ivan
9 anos atrás

Eduardo,

Não sou especialista, nem muito menos de plantão… he he he, mas pelo que lembro foram os seguintes:

CV-42 Franklin D. Roosevelt, comissionado em 1945, e

CV-67 John F. Kennedy, comissionado em 1968.

Ambos post mortem.

Estes presidentes americanos mereciam a justa homenagem, até porque morreram no exercício do mandato, quase que ‘em combate’, por assim dizer.

Mas infelizmente, como tantas vezes ocorre, ações bem intencionados terminam por gerar precedentes perigosos.

Abç,
Ivan.

Ivan
Ivan
9 anos atrás

Dalton,

No meu mundo ideal e impossível todos os “chatos” seriam como vc, um educado e atencioso professor.

Grato pelas pertinentes correções.

Acredito que vou ficar com 7,0 na prova, bem longe do 10,0 que gostaria. Fazer o que? Melhor estudar mais…

Abç,
Ivan, seu aluno.

Ivan
Ivan
9 anos atrás

Professor Dalton, Em que pese a passagem de Kennedy e Bush (pai) na US Navy, a homenagem a ambos foi política, feita à Presidência, como no caso de Franklin D. Roosevelt, que comandou os EUA na 2ª Grande Guerra. Acredito que a linha aterior de homenagiar os heróis de tantas guerras batizando os US Carriers com o nome das batalhas era muito mais justo com o povo (e combatentes) americanos. Saratoga, Yorktown, Yorktown, Bunker Hill, Bataan, Leyte, Tarawa, Midway, Coral Sea, Iwo Jima, Philippine Sea, Saipan e quem sabe quantas outras batalhas importantes para eles e para a história. Mas… Read more »

Dalton
Dalton
9 anos atrás

Ivan …obrigado pelas palavras amaveis, a reciproca é a mesma ! Viajando mais um pouco, já que aqui é o unico lugar onde minha cultura inutil não é de todo inutil… Franklin Roosevelt já havia sido Secretário assistente da marinha assim como Teddy Roosevelt e ambos foram grandes defensores da marinha. Carl Vinson e John Stennis , deputado e senador respectivamente mostraram seu amor pela marinha igualmente. Gerald Ford serviu a bordo do porta-avioes leve USS Monterrey em plena guerra no Pacifico que aliás tinha como Nimitz o Comandante em chefe da frota do Pacifico na ocasião. Os que destoam… Read more »

YURI
YURI
9 anos atrás

Nossa e os nimitz americanos ainda vao receber os F35 daki um tempo 😀

MVMB
MVMB
9 anos atrás

parabéns. muito interessante e jovadora as fotos.

Agora, coloca fotos dos mesmos operando (dos que puderem, é claro!). MALDADE……..

Marine
Marine
9 anos atrás

Dalton, Muito bem lembrado, respondeu antes de mim! Hehehe Bem como ja citado por voce geralmente os LHA recebem nomes de batalhas. A razao de nomear NAes com nomes de Presidentes e estranha ao brasileiro que nao conhece o respeito com o qual americano da ao “Office of the Presidency”. E uma nocao interessante que e reverenciada desde os tempos de George Washington. O americano tem orgulho de que nunca teve reis ou outras figuras autoritarias ou absolutistas e ve a presidencia como uma instituicao de liberdade para os homens com nocoes romanticas desde a Grecia antiga. Fica dificil para… Read more »

gerson carvalho
gerson carvalho
9 anos atrás

Caros amigos, só tem tamanho! nada que um Sub nuclear de ataque não mande rapidinho para o fundo. Os submarinos sim metem medo a qualquer um! sei que muitos vão descordar mais nada como um submarino com tripulação bam treinada.

Vplemes
Vplemes
9 anos atrás

Pois é, e nada como um carrier group com suas escoltas bem treinadas. 😉

Dalton
Dalton
9 anos atrás

Bem lembrado Marine…

Lá , para vc, aí, há 4 Presidentes que foram homenageados com nada mais nada menos com suas cabeças esculpidas no Monte Rushmore…
Washington, Jefferson, Lincoln e T.Roosevelt e destes apenas Jefferson
não foi homenageado com um porta-aviões…ainda!

abs

Dalton
Dalton
9 anos atrás

Gerson… não trata-se de discordar, mas um submarino não pode fazer tudo o que um porta-aviões faz e vice-versa. No caso dos porta-avioes americanos, eles podem sustentar por dias centenas de surtidas diárias até que precise ser reabastecido com mais munição e combustivel para aeronaves, coisa que pode ser feita em alto mar graças aos numerosos navios auxiliares. Podem ser afundados ? Podem…os EUA já perderam porta-avioes antes principalmente por torpedos aereos mas a principio, os porta-avioes não seriam empregados em áreas onde submarinos inimigos poderiam estar a espreita…primeiro as possiveis ameaças seriam eliminadas. O ideal é ter uma marinha… Read more »

Eduardo
9 anos atrás

A tradição de batizar porta-aviões em homenagem a ex-presidentes não é recente poggio, ao que parece começou com USS John F. Kennedy (CV-67) em 1967, me corrijam se eu estiver errado, independente de ser recente ou não, não deixa de ser uma tradição!

Eduardo
9 anos atrás

Logo depois de ler o comentario do poggio, li o comentario do amigo Ivan, o mesmo encontrou um mais antigo ainda, então corrigindo, seria o USS Franklin D. Roosevelt CV-42 , em 1945!

Henrique
Henrique
9 anos atrás

Pessoal,
Os EUA mantém vários Porta Aviões na chamada reserva, alguns (cerca de 5) estão numa base naval perto de Seattle.
Caso queiram ver as unidades de reserva pelo Google Earth seguem as coordenadas: Latitude: 47°33’10.02″N Longitude: 122°39’31.91″W
Abraços,

nando
9 anos atrás

No meu caso eu gostaria de ver um A-l4 santa catarina,que tal amigos e nao deveria demorar muito kkkkkkkk sds

Bruno Rocha
Bruno Rocha
9 anos atrás

É triste de ver o “menor” e mais “humilde” dos outros ser gigante e poderoso ao lado do nosso.

Eu francamente não gosto de ver os equipamentos (velhos) das nossas Forças, pois eu fico com uma tristeza profunda ao ver essas pessoas de bom caráter tendo que trabalhar com tranqueira velha e sendo sempre subjugada por puliticus medíocres.

Acho que vocês me entendem, né?!

SABRE
SABRE
9 anos atrás

Já que a tradição é dar nome de estados aos Porta aviões eu suguiro aos nossos futuros 2 os seguintes nomes: Amazônas por ser o maior estado Brasileiro (um bom nome para o maior navio da esquadra) e Pará o segundo maior estado da federação, apesar de como paraense, preferir como nomes, Amazonas e Brasil, mas como já existe o navio escola com esse nome!Bem que quando construirem as NAEs o Navio escola já deve está dando baixa, que nomes vcs acham que vão receber?

Haroldo A Fiocco
Haroldo A Fiocco
Reply to  SABRE
3 meses atrás

Pedro I e Pedro Ii nossos primeiros imperadores.

eduardo
eduardo
9 anos atrás

srs: me sinto envergonhado em ver nossas riquesas sendo destruidas por povo q se dizem brasileiros e ñ o sao: como defender essa propagada camada pre sal [petroleo],a amazonia azul sem uma marinha bem equpada estou cansado dessa mediocridade dos politicos brasileiros que so vêm o proprio umbigo e ñ olham a naçao a descoberta p/ quem quiser entrar e fazer o quem bem entender de nossas riquesas naturais usurpando o povo brasileiro de td jeito e forma,é nisso q da ser um pais tao pacifico que ate p/ fechar um negocio [compra de porta avioes e tbm de caças]… Read more »

MatheusTS
MatheusTS
9 anos atrás

Se notarem o Midway concerteza é um belo museu e tem muitos tipos de aeronaves incluindo o F-14 toncat , F-18 hornet , A-4 Skyhawk ,
F9F-8P Cougar , F-8 Crusader , F-4 Phantom II , RA-5 Vigilante
Ao todo são 27 aeronaves restauradas.
Pra quem quiser velas: http://www.midway.org/?q=Aircraft-Museum

Vader
Vader
9 anos atrás

Muito legal.

Mas Porta-Aviões são armas obsoletas… excetuando-se para quem, como os EUA, quer fazer papel de polícia global (bom para eles, péssimo para a MB)…

Sds.

Eduardo
9 anos atrás

Excelente link MatheusTS, bacana as fotos no site!

Um Abraço.

Ivan
Ivan
9 anos atrás

Marine, Eu entendo melhor do que vc imagina o respeito que o povo americano tem às instituições e admiro isso. Um país federado que foi formado pela vontade dos estados em unir-se, no início apenas 13 (treze), precisa ter um ponto claro de convergência e, para o norte americano, é a Constituição, consequentemente as Leis e Instituições. Entretanto acredito que as diversas batalhas, em que sangraram norte americanos de diversos estados-membros, são mais importantes para definir a formação do que são os Estados Unidos da América, uma grande nação, poderosa e, por incrível que pareça, jovem. Batalhas seriam a nomeação… Read more »

Eduardo RA
Eduardo RA
9 anos atrás

Henrique,
você citou os 5 PA’s, mas não mencionou os 14 subs nucleares que estão parados lado a lado um pouco mais adiante.

Leandro
Leandro
9 anos atrás

Prezados, aproveitando o assunto porta-aviões, gostaria de saber se no acordo Brasil – Itália há previsão para algum Cavour ao Brasil (de preferência construido aqui)?

Em caso afirmativo qual seria a quantidade mínima necessária para o desempenho da estratégia de defesa da MB e esse navio atende as necessidades da MB?

Por último quais seriam as aeronaves ideais para serem operadas num possível “Cavour brasileiro”?

Andre
Andre
9 anos atrás

Duvido que operaríamos algo da classe do Cavour… Não condiz com o nosso tipo de aeronave a ser comprada para MB, o Rafale M…
Brasil vai operar A-12, +2 PA’s de 50.000 no estilo do R91 CdG e 4 Navios da Classe Mistral para os helicópteros e etc…