Home Data Comemorativa Há 67 anos, o submarino U-199 era afundado ao largo do Rio...

Há 67 anos, o submarino U-199 era afundado ao largo do Rio de Janeiro

242
41

Em 31 de julho de 1943, o submarino alemão U-199 foi surpreendido na superfície ao largo do Rio de Janeiro, atacado e afundado na posição 23º54’S – 42º54’W, por cargas de profundidade, por um avião americano Mariner (Esquadrão VP-74 – Marinha dos EUA) e dois aviões brasileiros (Catalina “Arará” e Hudson), resultando em 49 mortos e 12 sobreviventes. Leia sobre o ataque aqui.

BATE-PAPO ONLINE: Converse com outros leitores sobre este e outros temas navais no ‘Xat’ do Poder Naval, clicando aqui.

41
Deixe um comentário

avatar
41 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
20 Comment authors
Filho de IemanjáWagnerDaltonGUPPYTito Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

Interessante, a Aviação da Patrulha Marítima da FAB tem uma marcação de navio afundado em combate p/ ostentar, mas a Aviação de caça, não.

Alexandre
Visitante
Alexandre

Afinal. Esse U-boat já foi encontrado ou não? Digo isso pois em conversa com alguns oficiais anos atrás o próprio Torres, piloto que afundou o 199, disse que mergulhadores da Petrobrás entraram no submarino. Fora isso. me lembro da Globo anunciar com destaque um Globo Repórter em que seria mostrado um mergulho a esse submarino. Mas após meses esperando, nunca foi ao ar. Algo me diz que já foi encontrado mas provavelmente está muito perto de alguma plataforma. Há uma mensão a esse mergulho da Petrobrás no livro Bela Noite Para Voar. Alguém tem alguma informação a agregar? Abraços

Danilo
Visitante
Danilo

Bravo Zulu , Arará !

Eduardo
Visitante

O Brasil poderia ter recuperado esse submarino na época e absorvido tecnologia, assim como fez com os mísseis do bombardeio inglês Vulcan, hoje estaríamos ainda mais avançados na construção de submarinos!

Paulo
Visitante
Paulo

Caro Mauricio R.

Você não estaria esquecendo nossa participação na II GM nos céus da Itália?

Abraços

Wagner
Visitante
Wagner

Quando penso nos tripulantes alemães se afogando lá dentro eu não sinto orgulho de ostentar nada. Quando penso nos nossos soldados morrendo na Italia tambem, nao sinto orgulho nenhum Guerra é guerra, mas sofrimento é sofrimento tambem. E as razões para o Brasil Fascista atacar um navio alemão igualmente fascista são no minimo curiosas. A Alemanha não tinha nada contra o Brasil, acreditem,ela tinha problemas mais urgentes. Todo esse nacionalismo de bravataria esconde os acordos politicos do Vargas com os Norte-americanos. Afinal ele quase se aliou a propria Alemanha. Isso é fato historico. E com isso levou a morte muitos… Read more »

Defourt
Visitante
Defourt

Que completa inversão de valores! Quer dizer que deveríamos seguir ao lado daquele lunático do Hitler? Quer dizer que os valentes brasileiros morreram (verbo no passado) em vão? Quer dizer que o anti-americanismo é tão forte que deveríamos combater ao lado dos Nazistas pelo simples fato de nos opormos aos EUA, ao invés de priorizarmos a Paz, o direito a vida e a LIBERDADE mundial? Quer dizer que “nacionalismo de bravataria” é defender aquilo em que se acredita contrariando os interesses Nazistas? Quer dizer que aquela LOUCURA PROPAGANDISTA da qual vivia o nazismo é o correto sentimento de valor pátrio?… Read more »

Dalton
Visitante
Dalton

“as razões para o Brasil Fascista atacar um navio alemão igualmente fascista são no minimo curiosas.”

Não são curiosas! Curioso é você comparar o Brasil com a Alemanha nazista. No mais o Brasil ganhou com a guerra e mesmo com os acordos
feitos com os EUA que você parece tanto desprezar.

Paulo
Visitante
Paulo

Caro Wagner Acho que qualquer um aqui abomina as atrocidades de uma guerra. Mas e se o Brasil tivesse se aliado à Alemanha, soldados brasileiros não morreriam do mesmo jeito? Talvez até tivessemos nosso território invadido pelos aliados. Quanto ao afundamento dos nossos navios pelos submarinos alemães, já ouvi pessoas (que infelizmente já morreram) dizendo que não teria passado de uma armação por parte dos EUA para forçar o Brasil declarar guerra ao Eixo. São coisas que só daqui a muitos anos é que virão à tona, isto se vierem. De real mesmo é que o Getúlio pelo menos barganhou… Read more »

Danilo
Visitante
Danilo

Toda as guerras acontecem por interesse em alguma coisa, a alemanha nazista queria dominar o mundo e criar uma raça ariana unica e perfeita, graças a Deus que Getulio Vargas cedeu as vontades politicas americanas. Imagine todos nós vivendo em um mundo controlado por loucos como Adolf Hitler, acha que o mundo seria o que, melhor do que é hoje ? meus amigos não se enganem fora da democracia não existe liberdade, se hoje temos um pouco de liberdade é por que homens do mundo inteiro se aliaram para derrotar o nazismo, e não se esqueça a Russia era socialista,… Read more »

Dalton
Visitante
Dalton

o primeiro navio brasileiro atacado pela Alemanha nazista foi o Taubaté, metralhado por uma aeronave muito antes de Brasil e Estados Unidos entrarem na guerra. Um tripulante morreu, não houve indenização embora o Brasil tivesse protestado pelo fato do navio brasileiro ter as cores verde e amarela pintadas no casco e o tempo no mediterraneo estar claro. O segundo, ou terceiro navio atacado, o Buarque, foi torpedeado pelo U-432 quando a caminho dos EUA em fevereiro de 1942 até porque já que estavamos impossibilitados de enviar nossos navios a Europa pela situação de guerra não podiamos abrir mão de nosso… Read more »

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

A Itália acabou sendo o 2º front, que o Stalin tanto encheu os patiquas p/ que os Aliados abrissem.
Somente depois viram a Normandia e os desembarques no sul da França.

Vassili
Visitante
Vassili

Dalton,

O número de P-47 enviados para a Italia destinados à equipar o 1º Grupo de Aviação de Caça foi 28??????????

eu imaginava que fora 48……….

abraços.

João Paulo Gonçalves
Visitante
João Paulo Gonçalves

Para aqueles que gostam de teorias conspiratórias, que gostam de dizer que o Brasil entrou na guerra apenas por interesses (das vantagens oferecidas pelos americanos), seria bom ler o livro “O Brasil na Mira de Hitler”, uma bela pesquisa do Roberto Sander. Comprei ele na dúvida, não conhecendo a fundo história dessa época, mas muito me agradou.

Vassili
Visitante
Vassili

A Italia pode até ter sido um TO secundário, mas eu sempre admirei como Kesselring conseguiu segurar os aliados por tanto tempo, mesmo quase sem aviação. E, fato que é pior para os aliados: Hommel, que tinha muito prestígio junto ao fuhrer após estar no comando do Afrika Korps, tentava o convencer de fazer um recuo tático no Mediterraneo, alegando que a tropa estaria melhor equipada e com o moral mais alto se lutasse mais perto de suas próprias fronteiras, alem disso, a frente oriental tinha se tornado um sorvedouro de recursos alemães, tornando imperioso fortificá-la o máximo possivel, e… Read more »

Vassili
Visitante
Vassili

Editores,

desculpem pela escapada no assunto do tópico.

abraços.

CosmeBR
Visitante
CosmeBR

Sim, foram 48 P-47 dos quais 22 foram perdidos.

Dalton
Visitante
Dalton

Vassili e CosmeBR o numero de P-47s original é 28 a saber: 24 aeronaves A-1 a A-6 esquadrilha vermelha B-1 a B-6 esquadrilha amarela C-1 a C-6 esquadrilha azul D-1 a D-6 esquadrilha verde 1 aeronave “1” Comandante 1 aeronave “2” Oficial de Operações 2 aeronaves reserva Eventualmente houve a reposição de aeronaves perdidas. Quanto a Kesselring concordo com você Vassili se bem que o General Mark Clark a quem os brasileiros estavam subordinados, desobedecendo ordens de seu superior o General britanico Alexander ao ocupar Roma permitiu que substanciais forças alemãs escapassem e que dariam muito trabalho mais tarde. O… Read more »

Giordani RS
Visitante
Giordani RS

Hoje, quando ligo a TédioVisão, Fico a me perguntar; Valeu à pena? Valeu à pena a morte de tantos? Valeu à pena o sacrifício de uma Geração?
A cultura norte-americana é toda baseada na estupidez e libertinagem(exs: 50 cent, snoop dog, tchupak…e por aí vai)…a alemanha vê-se uma falta de orgulho, como se fosse “proibido”…o resto da Europa, junto com o japão, quebrada financeiramente…a Rússia juntando os cacos e nós? Nós sem noção nenhuma de Estado.
Eles morreram por nada.
Eles morreram e deram suas vidas pela sociedade do Ter antes do Ser…

Valeu à pena?

Invincible
Visitante
Invincible

Sabe o que eu acho mais interessante. As populações de origem Italiana e Alemã que vivia no litoral foram expulsas de suas casas e obrigadas e irem para o interior, pois havia o medo de que estes pudessem auxiliar navios alemães. O detalhe é que eles foram expulsos sem ter o direito de levar seus bens consigo. Foram acusados pelos vizinhos de serem espiões para que os mesmos pudessem se apossar de seus bens. E o mais incrível de tudo isso é que essas pessoas nunca foram indenizadas pela perseguição injusta que foram submetidos. Sem sombra de dúvida este medo… Read more »

Dalton
Visitante
Dalton

“Valeu à pena?”

Entendo seu desabafo, pessoalmente, depois de ler alguns livros
como o “O estupro de Nanking” e o “Diario de Anne Frank” acredito
que “alguém” tinha que dizer a Tojo e a Hitler que eles estavam passando dos limites.

abs

Mahan
Visitante
Mahan

A ameaça futura próxima será ainda maior do que a campanha criminosa do nacionais-SOCIALISTAS, com Sub AIP de fabricação russa e mísseis que podem atingir alvos em terra localizados no litoral, além de afetarem a produção de petroleo nos campos do litoral do Rio de Janeiro.

Wagner
Visitante
Wagner

Senhores eu não disse que deveriamos lutar ao lado da Alemanha, eu nao disse que achava o nazismo uma coisa a não ser combatida, e tambem nao disse que eu simpatizo com essa ideologia maluca. Quem exagerou nas respostas deveria ler melhor o que eu tinha escrito. Se eu tivesse escrito ” ” Viva ao Führer” , tudo bem, os comentarios seriam bem pertinentes. Mas, independente de quem concorde comigo ou não, eu não acho que o Brasil deveria ter entrado na guerra. Minha opinião. Entrou, brigou, foi valente, tivemos vitorias com muito sangue. Eu acho que foi sangue demais,… Read more »

@Wagner
Visitante
@Wagner

Eu JAMAIS disse que deveriamos nos aliar aos fascistas. E EU NÃO SOU FASCISTA. Mandei uma resposta mas não chegou acho que falhou ou ta sob analise…
Apenas disse que a guerra foi lamentavel para nós. Sofrimento humano é sempre lamentável. E acho horrivel ver tudo por causa de politica…
Vamos ver se liberam minha resposta principal…

Dalton
Visitante
Dalton

Wagner… o problema não é a ignorancia da Historia e sim tentar disseminar a ignorancia aqui. Voce realmente acha que o Brasil poderia ficar neutro na guerra? Como venderiamos nossos produtos? Havia o bloqueio ingles, submarinos alemães que nem sempre respeitavam a bandeira neutra, portos bombardeados na Europa…restavam apenas os EUA e nossos navios tornaram-se alvos mesmo antes de uma declaração de guerra. Não deviamos nos aliar ao nazismo e não deveriamos seguir Washington…enfim, ficar em cima do muro…esta é a sua ideia do que o Brasil deveria fazer? Nossos navios poderiam ser torpedeados sem protesto? Ontem li algo que… Read more »

Tito
Visitante
Tito

Wagner, nós fomos atacados pelos alemães, não dá pra negar isso meu amigo.
Então tínhamos de entrar na guerra e o único jeito era com os aliados, sem anti-americanismo barato por favor.

Ruim com eles, BEM pior sem eles…

GUPPY
Visitante
GUPPY

Uma pequena colaboração: Um link deste Blog relacionado a este post

O Brasil na WWII: ‘Arará’, o Catalina que destruiu o U-199

Abraços

GUPPY
Visitante
GUPPY

Desculpem, agora vai o link:

O Brasil na WWII: ‘Arará’, o Catalina que destruiu o U-199

Abraços

GUPPY
Visitante
GUPPY

Não estou conseguindo enviar o link. Quem puder ajudar…

Obrigado

GUPPY
Visitante
GUPPY

Meio off-topic

O companheiro de blog Alexandre(2º comentarista) em 29 de abril de 2010, às 11h 51min, no post “Sobre o armamento Secundário dos ‘Caça-Ferro’ “, solicitou informações sobre um resgate que o Caça-Ferro Guaíba-G3 teria feito ao Arará citado neste post, em função de um tio dele ter sido resgatado neste episódio. E então, Alexandre, conseguiu alguma informação?

Abraços

Alexandre
Visitante
Alexandre

Olá Guppy

Infelizmente não consegui nenhuma informação com relação ao resgate do Arará pelo Guaíba. Meu tio desempenhava a função de navegador nessa missão embora fosse piloto. Mas continuo na busca. Um grande abraço e obrigado pela lembrança.

GUPPY
Visitante
GUPPY

Ok Alexandre.

Sinto muito pela falta de informações sobre o resgate do seu tio. Também fiquei curioso sobre o acontecido com o Arará e que envolveu o Guaíba-G3. Lembro que o MO comentou lá no post “Sobre o armamento Secundário dos ‘Caça-Ferro'”, que assim que fosse possível, pesquisaria a respeito. Bom, um grande abraço.

@Wagner
Visitante
@Wagner

Dalton, eu nao tenho que me justificar para vc. Sua idade tambem pouco me importa .o que eu escrevi sobre os Typhoon nao tem nada a ver com a discussão aqui. Eu acho de qualquer forma que eles sozinhos podem destroçar nações inteiras, e isso é um fato: eles podem. Os delta III ja podia fazer isso… entao nao estou falando nenhum absurdo. Eui escrevo o que eu quero e vc nao0 tem naeda com isso. Claro, os Ohio tambem podem. Eu nao disse que eles nao podem. Eu faço questap de reiterar o poder dos typhoon pois tem gente… Read more »

Dalton
Visitante
Dalton

Wagner… em nenhum momento o considerei fascista…se vc entendeu assim, e vc há de convir que nem sempre as ideias ficam claras neste modo de comunicação que é o escrito, desculpo-me aqui sem o menor problema! você é que comparou o fascismo de Vargas com o de Hitler se entendi errado, não vejo problema em desculpar-me também. Citei minha idade porque já passei se é que já tive, a compulsão de ficar comparando armas, ou enaltecendo isso ou aquilo…se vc gosta realmente é problema seu e ninguém tem nada com isso ! Quanto ao Brasil ficar neutro ,era impossivel, nem… Read more »

Wagner
Visitante
Wagner

Obrigado.

Abço tambem !

GUPPY
Visitante
GUPPY

Caro Wagner,

Li certa vez (não lembro onde) que os argentinos, para justificarem o envio de um navio de guerra ao Golfo Pérsico por ocasião da Guerra do Golfo(Acho que a 1ª Guerra do Golfo), ,juntando-se aos outros da coalizão formada, lembraram que o Brasil tirou muito proveito de ter participado da 2ª Guerra Mundial ao lado dos aliados, coisa que eles lamentavam não ter feito. E olhe que na Guerra do Golfo os argentinos foram se juntar com navios ingleses que já se encontravam lá, isso com as feridas da Guerra das Malvinas ainda muito fortes.

Abraços

Dalton
Visitante
Dalton

Guppy…

complementando…li a mesma coisa sobre a justificativa na época e os hermanos chegaram a enviar 4 navios, não ao mesmo tempo, um destroyer e uma corveta e estes foram substituidos por outra corveta e um navio de transporte anfibio…todos reabastecidos pela US Navy claro!

Enviaram ao menos um C-130 também!

abs

GUPPY
Visitante
GUPPY

Caro Daltom,

Obrigado pelos enriquecimentos.

Forte abraço

Filho de Iemanjá
Visitante
Filho de Iemanjá

Meu caro Dalton,
me enriqueço de conhecimentos e informações com seu comentários. Fico sempre atento a todos eles. Vc é muito conhecedor do assunto, além de muito sensato, polido e sem vaidades. Eu que sou um leigo nato no assunto só tenho que te agradecer.

Saudações,

Filho de Iemanjá