quinta-feira, março 4, 2021

Saab Naval

Maragogi: minas serão retiradas na sexta

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Guilherme Poggiohttp://www.naval.com.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Uma equipe de 23 oficiais da Marinha do Brasil, especializados em explosivos, virão do Rio de Janeiro para coordenar a operação de remoção e detonação das minas encontradas na zona urbana de Maragogi, cidade a 131 quilômetros da capital alagoana, no Litoral Norte do Estado.

De acordo com a Capitania dos Portos em Alagoas, já foram localizadas seis minas flutuantes enterradas na região urbana da cidade. Uma reunião envolvendo a população, prefeitura, Marinha, Ministério Público e Polícia Militar foi realizada no município para apresentar o plano à comunidade local.

Durante a remoção de cada mina, os moradores serão obrigados a evacuar a região pelo período de três horas, para evitar acidentes durante uma possível detonação acidental. As minas serão levadas para uma área específica em caçambas.

As seis minas localizadas até o momento estão enterradas em pontos distintos a cidade e podem ter sido levadas ao local pela maré. Em maio desse ano, durante a realização de obras de saneamento na cidade, operários se depararam com uma mina flutuante durante as escavações. O artefato, segundo a Marinha, teria sido utilizado durante a II Guerra Mundial.

A partir desta descoberta, um levantamento foi realizado na área e mais seis artefatos foram localizados. A operação de remoção, que se inicia na sexta-feira, 6 de outubro, deve ser encerrada no dia 24, com a detonação das minas em uma área de 2,5 quilômetros. As minas serão enterradas para minimizar a capacidade destrutiva. Segundo a Marinha, a área será interditada em um perímetro de 150 metros do local de detonação, para evitar acidentes.

FONTE/FOTO: Alagoas24horas

LEIA TAMBÉM:

- Advertisement -

4 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
M1

Eu e meus colegas, quando era criança, fazíamos buracos na areia da praia de quase 2 metros.

Imagina se a gente encontrasse isso daí.

claudio/Itajaí - SC

Afinal qual a origem das minas? São brasileiras?

Paulo

M1

Porisso que se diz que Anjo da Guarda de criança não tem folga.

Abraços

Fabio

Pelo que eu já li, elas não estão perto da praia não.

São brasileiras que se soltaram do fundo, apareceram na praia e foram enterradas fora dos limites da cidade, que na época era muiiiito menor.

A cidade chegou onde elas estavam enterradas.

- Advertisement -

Guerra Antissubmarino

Dynamic Manta 2021: Forças da OTAN treinam para a guerra antissubmarino

De 22 de fevereiro a 5 de março de 2021, acontece, no Mar Jônico, o exercício antissubmarino (ASW) da...
- Advertisement -
- Advertisement -