Home Sistemas de Armas Na LAAD 2011, Exocet ‘nacionalizado’

Na LAAD 2011, Exocet ‘nacionalizado’

474
10

A Marinha do Brasil está desenvolvendo junto com a AVIBRAS um missil anti-navio anteriormente denominado como MAN-1. Hoje na LAAD  observamos uma nova nomenclatura para o mesmo – AV-RE40.

Esperamos que os cortes na área de Defesa não afetem este projeto promissor para a nossa industria e para a nossa Marinha.

 

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Wagner
Wagner
9 anos atrás

Finalmente !!

Mais um pouco chegam no nível dos iranianos… tava na hora !!

joseboscojr
joseboscojr
9 anos atrás

O jeito é achar boa a notícia, já que é melhor que nada, agora, bom seria se tivessem optado por um míssil que seguisse as tendências atuais. Estamos desenvolvendo agora (a passos de tartaruga) um míssil antinavio seguindo a tendência da década de 70. Hoje, no mínimo que se espera seria que déssemos um salto, como estão fazendo vários países que não tinham tradição no desenvolvimento de mísseis e hoje possuem produtos em estado da arte. Nós estamos saindo por último e vamos chegar em último lugar.rsrsss O mínimo que se espera hoje de um míssil do porte de um… Read more »

Vader
9 anos atrás

Boscão, tu ainda acaba sendo contratado assim, rsrsrs… 🙂

Mauricio R.
Mauricio R.
9 anos atrás

Essa é a capacidade deles, não dá p/ esperar por nada up to date, mas somente vintage.
Alguém que não Odebrechet, Embraer, Elbit ou Sinergy, precisa comprar a Avibrás e dar uma geral bem pesada nela.
Necessitamos de uma empresa c/ algum know how, passível de investimentos e capacitação, p/ se opor a aquisição da Mectron pela Odebrechet, a joint-venture da Embraer c/ a AEL e tb a aquisição do Santos Lab e de parte Atech pela Embraer.
Senão ficaremos dependentes da tecnologia dos outros, e isso nunca foi boa coisa.

Baschera
Baschera
9 anos atrás

Galante….

Lí por aí que “AV-RE40” é o nome somente do sistema de propulsão do MAN-1…. e não no próprio.

Confirma ??

Abraço.

Baschera
Baschera
9 anos atrás

Errata: Leia-se “… e não do próprio.”

Desculpem-me !!

Sds.

Antonio M
Antonio M
9 anos atrás

joseboscojr disse:
13 de abril de 2011 às 10:08

Tem razaão, e penso eu, a África do Sul se encaixaria nessa capacidade de pular etapas. Será que não seriam um parceiro importante para o desenvolvimento desse míssil, já temos parceria para o A-darter?

joseboscojr
joseboscojr
9 anos atrás

Antônio,
A África do Sul, a Coréia do Sul, a Turquia, a Índia, Taiwan, etc
Os sul africanos seriam mesmo nossos parceiros naturais.

Vassili
Vassili
9 anos atrás

Verdade que o nosso MAN é a cara do Exocet.

Agora,

O que é aquilo atrás dele, escrito “FALCÃO” na lateral????? um predator tupiniquim???????? um Hermes 450?????????????

abraços.

Mauricio R.
Mauricio R.
9 anos atrás

Aquilo atrás do mock-up de peixe-voador é o mock-up que resultou da “proteção” dada á Avibrás pelo governo federal, só esqueceram de combinar c/ a FAB, que não era p/ “proteger” a AEL tb.