Home Marinha do Brasil NPa ‘Benevente’ (P 61) aberto a visitação em Santos

NPa ‘Benevente’ (P 61) aberto a visitação em Santos

430
10

Atracou na tarde de sexta (07.10), no cais da Mortona em Santos,o NPa Benevente (P 61), procedente de Rio Grande/RS, realizando comissão de adestramento de sua guarnição.

   

O Navio Patrulha Benevente (P 61), ex-HMS Blackwater (M 2006), é o segundo navio a ostentar esse nome na Marinha do Brasil, em homenagem ao rio do mesmo nome no Estado do Espirito Santo, foi construído pelo estaleiro Richards Shipbuilders Ltd., em Great Yarmouth, Grã-Bretanha e incorporado a MB em 10 de julho de 1998.

   

O navio permanecerá aberto a visitação durante este domingo no cais da Mortona, das 14 as 17:30Hs.

NOTA do EDITOR: Agradecemos ao Oficial de Serviço, Contramestre e guarnição de serviço no quarto, pela gentil recepção a bordo do “Patrulheiro dos Mares”.

FOTOS: Marcelo “MO” Lopes (santosshipphotos)

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
GUPPY
GUPPY
8 anos atrás

Na minha época o “Oficial de Dia” descrito na Nota do Editor era “Oficial de Serviço”, pelo menos na Marinha.

Abs

GUPPY
GUPPY
8 anos atrás

Ah, esqueci de registrar: Belas fotos.

Há tempos que eu não via minas em um convés como na 6ª foto.

Abraços

daltonl
daltonl
8 anos atrás

Imagino que seja para adestrar o pessoal no lançamento de minas,
para tanto, embarcações como o Benevente, podem ser rapidamente adaptadas, como já foram no passado, mas, é a primeira vez que vejo
uma foto dessas.!!!!!!!

Valeu MO !

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  daltonl
8 anos atrás

Parabéns pelas fotos, Marcelão. Realmente não é comum ver fotos desses navios com as minas no convés.

Abraço!

MO
MO
8 anos atrás

A mancada foi minha Ivan

Pensei correto, mas reminiscencias da FAB me fizeram escrever O. de Dia.

Induzi o Wiltgen ao erro

Estou “Sem ritimo de Jogo”

Fernandinho / Dalton, para mim tbm foi minha primeira vez que vi isso tbm, achei muito interessante mostrando alem de tudo, versatilidade do navio/classe

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
8 anos atrás

Mais do que perdoado esse seu momento Adriano imperador dos alvinegros não-praianos, caro MO.

O ritmo de jogo virá em algumas partidas (estou falando de você, o outro caso já é uma pesada incógnita…)

GUPPY
GUPPY
8 anos atrás

Amigos Editores, Por mim o meu primeiro comentário poderia ser editado, até porque a correção já foi feita e eu não pretendo magoar ninguém, principalmente o MO, um amigo ao qual recorri ano passado e, independente disso, muito me ensinou com suas participações neste Poder Naval. Eu estou sempre pesquisando no PN e sempre fico surpreso com os detalhes que o MO traz à tona, como por exemplo, a maior ou menor distância entre as chaminés de um Sumner e um Gearing, se um Navio Tanque é SH ou DH, e etc, etc… Então peço desculpas ao MO e também… Read more »

Mauricio R.
Mauricio R.
8 anos atrás

O design era varredor de minas na RN, classe “River”.
De um total de 12 cascos, 7 foram vendidos ao Brasil, 4 p/ Bangladesh e 1 p/ a Guiana.
Na MB 4 são navios-patrulha, 2 tender de bóias e 1 navio hidrigráfico.
No mais, belas fotos.

MO
MO
8 anos atrás

2 são NB e 1 NHOc na MB (apenas para precisão da info)

Mauricio R.
Mauricio R.
8 anos atrás

MO,

Obrigado!!!