quinta-feira, janeiro 20, 2022

Saab Naval

Array

USS Enterprise (CVN 65) sai para sua última comissão

Destaques

Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O porta-aviões USS Enterprise (CVN 65) zarpou hoje da Naval Station Norfolk, em sua comissão final. O Enterprise Carrier Strike Group vai apoiar as operações de segurança marítima e os esforços do teatro de operações nas áreas da Quinta e Sexta Frotas dos EUA.

FOTO: US Navy

- Advertisement -

20 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
20 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
giordani1974

Conhecendo um pouco da cultura yanke, é bem provável que na cerimônia de descomissionamento o Capitão Kirk e Spock estejam presentes, se bem Eu gostaria de ver todo o elenco(os vivos obviamente)…

Marcelo

Dalton, você que é o “expert” nos barquinhos, será que haverá um novo PA ou LHA com o nome de Enterprise? Eu que sou trekker de carteirinha, torço por isso.
Gio, também gostaria de ver o Cap. Sisko, o Cap. Picard, a Cap. Janeway e o Cap. Archer! 🙂

daltonl

Marcelo… como já aconteceu antes, uma petição está sendo realizada no sentido de garantir que o terceiro NAe da classe Gerald Ford receba o nome de Enterprise, mas não dá para contar como certo. Quanto a batizar um lento LHA como USS Enterprise seria uma infamia, mas o primeiro da classe, que encontra-se em construção, já recebeu o nome de “América” um NAe quase tão grande quanto o USS Enterprise, que foi descomissionado em 1996, portanto, infelizmente há chance. Só para complementar o post…esta comissão não será apenas a última para o “Big E”, mas também para o cruzador USS… Read more »

José da Silva

Nos dias atuais com o politicamente correto seria o USS Civil 🙂

José da Silva

É por isso que eu coloco mais ao pé da letra: Desdobramento (Deployement) porque é a grande comissão com alguma Esquadra ou Frota como preferirem, porque comissão é qualquer saida do navio para o Mar que tenha algum proposito, mesmo um Tiger Cruise.

José da Silva

Realmente essa conversa de um novo Enterprise já rola até mesmo antes de um novo JFK.

Assino nessa lista 🙂

Marcelo

oi Dalton, seus comentários, são como sempre, perfeitos e com muita informação!
Mas para “USS Seaview”, precisaria ser um sub da classe Virginia! Já que os grandes SSBNs americanos deixaram de ser fabricados, com uma nova classe só para daqui uns 15, 20 anos.

Marcos

A gente não pode comprar esse dai para fazer companhia com o NAe São Paulo?

giordani1974

Ahá! Eu cantei a pedra!

“The USS Enterprise is about to embark on its final mission… the Navy’s Enterprise, that is and StarTrek.com has the details.”

http://www.startrek.com/article/enterprise-not-that-one-embarks-on-final-voyage

*********

Marcelo disse:
12 de março de 2012 às 9:13

Sou Trekker, mas sou da “ala xiita”…rsrsrsrs…Sisco, Janeway, Archer, JJ(aquele infeliz) que fiquem todos no setor gama!!! rsrsrss…mas o Picard é aceitável. Não quero abrir aqui um debate Trekkiano, mas o Picard é o melhor Capitão de todos…abs!

Almeida

Cuidado pessoal, essa discussão Kirk vs Picard pode ir longe! Hehehe

Mas se é pra ter o pessoal das séries no descomissionamento, que sejam apenas esses dois. Sisko e Janeway nunca comandaram uma Enterprise e o Archer não existe, convenhamos.

Marcelo

pô Almeida, mas o Archer comandou uma Enterprise, a NX-01 ! E até tinha um cachorrinho de mascote (um beagle!), na melhor tradição naval !
8)

giordani1974

E tinha uma Vulcana…amamammmmm…Vulcana Latina…Ah, o CVN Enterprise, sim, sim, muito bom, bacana…hehehehe…

daltonl

Nunca é demais repetir até porque sempre aparecem pessoas novas não muito afeitas ao assunto. O USS Enterprise tem “combustivel” para apenas mais uns tres anos e depois será um navio “morto” ! Mesmo que compensasse reabastece-lo novamente, custaria mais de um bilhão de dólares ! Para vcs terem uma idéia, a última manutenção pelo qual ele passou entre 2008 e 2010, custou mais de 660 milhões de dólares, muito acima do esperado, pois é um navio antigo e sujeito a “surpresas”. Os EUA são o único país capaz de adquirir e MANTER um monstrengo destes e para se ter… Read more »

Observador

Senhores,

AINDA BEM que não é francês. Senão, era capaz de vir para cá.

Sabem como são nossos amigos franceses: para que gastar uma fortuna desmontando um navio, se podemos passar o abacaxi para alguém?

Sobre um novo porta-aviões Enterprise, eu acho difícil. Infelizmente, os EUA abandonaram nomes emblemáticos como Lexington, Wasp, Yorktown, Saratoga, Ticonteroga e o próprio Enterprise.

Como a moda é homenagear ex-presidentes, é mais fácil surgir, num futuro não muito distante, um “USS Barack H. Obama”.

giordani1974

Imagina se essa moda pega por aqui…depois do NAe SP viria o quê? NAe A-13 “rei sol”??? Mas iria ter o lado bom, a MB teria tantos NAes…mas tantos…imagina o NAe A-14 “Zé Sarney” ou o NAe A-171 “Zé Dirceu”??? Deixa ir à pique!!!

Grifo

Senhores, com o CVN-65 indo para a área da Quinta Frota (Oriente Médio), isto quer dizer que todos os três porta-aviões dos EUA em missão vão estar nas imediações do Golfo Pérsico, já que o CVN-70 (Carl Vinson) e o CVN-72 (Abraham Lincoln) já estão lá. E ainda temos um LHD ancorado no Bahrain:

https://www.zerohedge.com/sites/default/files/images/user5/imageroot/2012/02/Naval_Update_03-14-12.jpg

Acho que tem gente no Irã que está sem dormir.

daltonl

Não necessariamente Grifo ! Quando o USS Enterprise finalmente chegar ao Oriente Médio, o USS Carl Vinson estará de saída, para a longa jornada de volta a San Diego para um merecido descanso, o que deixará o habitual de 2 NAes no local…as vezes há um hiato de tempo até que o segundo chegue, mas normalmente na maior parte do tempo, 2 estão por lá. O USS Carl Vinson retornou de um “deployment” de mais de 6 meses em junho de 2011 e menos de 5 meses depois se fez ao mar novamente, algo não muito comum e é capaz… Read more »

Ozawa

… na verdade penúltima, a última é esta, lá em casa:

http://www.flyingmule.com/products/UM-86012

daltonl

Parabéns Ozawa !

Venho “namorando” ele faz tempo, mas, consegui resistir a tentação até porque tenho um modelo dele em escala menor se bem que retratando-o nos anos 60.

Seu modelo o retrata depois de ter sido modernizado e várias feições estão presentes inclusive o grande “E” em branco na retaguarda da ilha reconstruída.

Se fosse eu, tiraria os F-14s já que foram usados pela última vez em 2004, oito anos antes da inativação do Big E, o que daria uma maior realidade à última comissão, mas, aí é questão de gosto pessoal mesmo.

abraços

Ozawa

Valeu, Dalton !

Agora, quanto a tirar os Tomcats do deck… Dalton… Vou permitir essa heresia do registro histórico por uma licença poética aeronaval…

Se tivesse a opção dos SH, talvez, mas só estão os Legacy Hornet…

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

40ª força-tarefa da Marinha Chinesa é enviada para missão de escolta no Golfo de Áden

A 40ª força-tarefa da Marinha do Exército de Libertação Popular da China (PLA Navy) partiu de um porto militar...
- Advertisement -