Home Noticiário Internacional Cameron diz que não haverá negociação com Argentina sobre Malvinas

Cameron diz que não haverá negociação com Argentina sobre Malvinas

86
6

O primeiro-ministro da Grã-Bretanha, David Cameron, disse que não haverá negociação com a Argentina a respeito da soberania das Ilhas Malvinas.
Nesta semana, a guerra em torno das ilhas, que os britânicos chamam de Falklands, completou 30 anos.
A Grã-Bretanha se sagrou vencedora no conflito, mas a Argentina segue reivindicando a soberania do território.
Cameron acrescentou que os moradores das ilhas irão decidir o futuro do território em um referendo a ser realizado no início de 2013.

FONTE: BBC

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
junin-heldin
junin-heldin
7 anos atrás

Não tem outra ja era os cidadões de lá não querem ser argentinos!
CABOU ESSA HISTORIA!

thomas_dw
thomas_dw
7 anos atrás

Pelo estatuto de des-colonizacao da ONU, os unicos agentes responsaveis pelo destino de uma ex-colonia, sao os habitantes da mesma, como ocorreu em 100% dos casos, o Reino Unido, nao tem autoridade de negociar o que nao lhe cabe.

dario_avalosf
dario_avalosf
7 anos atrás

Já sei! Tenho uma solução: manda o Maradona para a Inglaterra fazer um milagre! Mas … sóbrio! Senão, as Ilhas poderão cair nas mãos dos ” companheiros ” … kkkk

wallace
wallace
7 anos atrás

Se a Argentina fosse uma China, já teria as Malvinas de volta (ou algúem acha que os habitantes de Hong Kong queriam voltar a fazer parte da China?)

Infelizmente para los hermanos, a realidade é bem diferente do sonho deles… Então, “so sorry”, mas já era para eles…

giordani1974
giordani1974
7 anos atrás

Não sei quem é mais alienado. Os argentinos ou quem apoia os argentinos…

Corsario137
Corsario137
7 anos atrás

Ambos (Argentina e Inglaterra) seguem nessa troca de farpas cujo o único objetivo comum é desviar o foco dos seus problemas internos para um outro que não existe senão na mente dos ufanistas e parlapatões de um lado e de outro.

Só besteirol político.