Mais imagens dos primeiros pousos de MiG-29K no convoo do INS ‘Vikramaditya’

    184
    7

    Subscribe
    Notify of
    guest
    7 Comentários
    oldest
    newest most voted
    Inline Feedbacks
    View all comments
    Requena
    Requena
    7 anos atrás

    Eu acho esse avião sensacional!

    jcsleao
    jcsleao
    7 anos atrás

    Requena,
    Além do mais ele poderia operar no SP sem restrição de peso. Só não sei se ele poderia ser adaptado para lançamento pela catapulta (com o sistema de cabresto).

    Giordani RS
    Giordani RS
    7 anos atrás

    E o Vikra vai entrar em operadção antes do Opalão…bem antes…

    Gutex
    Gutex
    7 anos atrás

    Além de, simplesmente entrar em operação, irá entrar em operação com uma ala aérea capaz…

    Ozawa
    Ozawa
    7 anos atrás

    Enquanto o NAe São Paulo servir de palco para eventos militares e civis estará cumprindo, na visão do governo e do Almirantado brasileiro, sua função precípua… Com desfile de blazers, colares, bijouterias, saltos-agulha, bandejas com Whisky, galões, platinas, e demais comes e bebes, acompanhados de seus comedores e bebedores…

    Suas funções secundárias: projeção de poder, proteção aérea da esquadra, isso seguirá conforme as possibilidades orçamentárias… Mas o principal, como já dito inicialmente, está garantido.

    Requena
    Requena
    7 anos atrás

    jcsleao

    Sério? Achei que não fosse possível operá-lo no São Paulo.
    Agora fiquei em dúvida…

    jcsleao
    jcsleao
    7 anos atrás

    Requena, Pois é, como eu disse em termos de peso máximo de decolagem (24.500 kg) e dimensões, não seria problema. Por favor alguém me corrija se eu estiver errado mas a catapulta de vante do SP tem como limite 27.000kg. Mesmo a catapulta lateral, em termos de peso máximo, poderia lançá-lo, mas aí com limitação de peso (22.000kg). Mas o que eu não sei dizer: 1 – Poderia o Mig 29K ser lançado por catapulta pelo método de cabresto (tal como no SP)? Se for por falta de ponto de fixação do cabresto, eu chutaria que não deve ser muito… Read more »