quinta-feira, janeiro 27, 2022

Saab Naval

Justiça de Gana nega liberação do ARA ‘Libertad’

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.naval.com.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Há brasileiros a bordo

 

Um tribunal em Gana decidiu nesta quinta-feira pela não liberação do ARA Libertad, navio-escola da Armada Argentina, que está retido no porto de Tema.

A decisão pela não liberação do navio argentino está relacionada com a ação movida por um grupo de credores de títulos da dívida argentina. Este grupo está baseado nos Estados Unidos e possui uma filial em Gana chamada NML Capital.

Os credores estão exigindo o pagamento integral de títulos argentinos ou o arresto de um bem que pertence ao Estado argentino como o navio da marinha daquele país. O navio seria então vendido para o pagamento de parte dos valores devidos.

A bordo do navio, além da tripulação argentina viajam outros 30 militares do Brasil, do Paraguai, do Peru, da África do Sul, da Venezuela, do Uruguai e do Chile.

Com informações das agências internacionais

- Advertisement -

11 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ozawa

Não chores por mim Argentina…

aldoghisolfi

É… é de lastimar sabermos que a Argentina está nesta situação e que seu magnífico veleiro está preso por dívidas não resgatadas.

Ozawa

E o mais irônico é o inevitável trocadilho: prenderam a liberdade…

Giordani RS

Que vergonha! Vergonha! E o governo bolivariano argentino sofismará o assunto ante seus cidadãos dizendo que a culpa é dos outros…

Pobre argentina. Pobre e triste.

aldoghisolfi

Essa história de bolivarianismo deve estar fazendo o pobre do Simon se revirar na sepultura…

Marcos

A Christina vai espernear, e muito.

marciomacedo

Por mim, a Argentina deveria enviar uma força tarefa para resgatar navio e sua tripulação, se não der para resolver por via diplomática. Não dá para aceitar desaforo desse paiseco africano. Os investidores já receberam muitas vezes o que emprestaram.

Rogério

No caso o paiseco é a Argentina, que não honra os contratos, coisa mais que natural entre os bolivarianos, mas que não é bem visto no mundo civilizado.

AlexJ

Marcio, força tarefa composta pelo quê? A situação dos “hermanos” é muito, mas muito, trágica. Para ter uma idéia da situação, abaixo segue alguns comentários dos porteños (bem ácidos por sinal): “se comenta que le estan poniendo ruedas al submarino argentino, dentro de siete meses y aguantando la respiracion llegaria a ghana para rescatar la fragata” “mandaremos a los submarinos scorpene o los sueltan por la RAZON O LA FUERZA, ese es el lema de chile” “con la Administración K, la Armada Argentina ha perdido el predio de la Escuela Suboficiales de Mecánica de la Armada, el Rompehielos ARA Almirante… Read more »

ary.bohana

É um caso a pensar, aprender um navio de guerra seja lá qual for o motivo é um ato hostil para qualquer nação. Gozações aparte, seria uma oportuinidade de vermos a unasul fazer algo, não uma intervenção seja ela de qualquer monta mas pelo menos uma nota ao qual aos paises do lado de cá não apreciaram a atitude.Seria muito interessante montar um tribunal ou comissão para julgar os atos do fundo de pensão e investidores e considerar ele culpados de atos de “pirataria”, pedindo um mandado internacional de prisão para serem julgados aqui….. A pimenta que arde nos olhos… Read more »

Rogério

“A pimenta que arde nos olhos de nossos vizinhos, um dia poderá arder nos nossos.”

É, tb concordo, daqui a pouco tão dando calote na gente tb, rsss

O Brasil não tem nada que se meter nos problemas Argentinos, eles jamais nos ajudariam em NADA.

O Brasil esta sozinho na AL, não temos nenhum aliado aq, só sangue sugas. é aviaunzinhu e helicoptero de graça aqui, refinaria ali e em troca temos barreira aqui, espropiação de terra ali e revisão de contratos acola e na hora de comprarem produtos novos, escolhem algum produto sino-russo-europeu-etc..

[]s

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

Construção da primeira fragata classe ‘Tamandaré’ deve começar em setembro

Em 20 de janeiro, na parte da manhã, como parte da Operação “ASPIRANTEX/2022”, o Comandante de Operações Navais, Almirante...
- Advertisement -