Home Forças de Defesa Entrevista: Ministro da Defesa comenta o Livro Branco da Defesa Nacional

Entrevista: Ministro da Defesa comenta o Livro Branco da Defesa Nacional

188
8

Em entrevista veiculada, no dia 22 de outubro, na TV Record, o Ministro da Defesa, Embaixador Celso Amorim, apresentou pontos centrais do Livro Branco de Defesa Nacional, destacando o plano de modernização das Forças Armadas e a Estratégia Nacional de Defesa do País.

Dentre os assuntos comentados, em relação ao Poder Naval, destacam-se a visita a portos africanos do Navio-Patrulha Oceânico (NPaOc) “Amazonas”, recentemente incorporado à Armada, e a construção do Submarino com Propulsão Nuclear Brasileiro.

Livro Branco de Defesa Nacional

O Livro Branco permite, de forma transparente, o acesso ao amplo contexto da Estratégia de Defesa Nacional, em perspectiva de médio e longo prazos, que viabilize o acompanhamento do orçamento e do planejamento plurianual relativos ao setor. Segundo o Ministro, “Defesa não é um assunto só das Forças Armadas ou sequer só do Governo, é um assunto da sociedade.”

NPaOc “Amazonas”

O NPaOc “Amazonas” foi recentemente adquirido do Reino Unido e chegou ao País, em 19 de setembro de 2012. Em sua primeira comissão arvorando a Bandeira Nacional, visitou os portos da costa oeste africana, com propósito de estreitar os laços diplomáticos. “… acabei de receber há pouco tempo aqui um Navio-Patrulha Oceânico que o Brasil adquiriu com o objetivo de poder construir os próximos no Brasil, isso também é muito importante (…) Nós fomos à África. Fomos visitar Cabo Verde, Benin, Nigéria, São Tomé e Príncipe. Então, há uma diplomacia militar que também está se desenvolvendo e há muita consciência dos militares da importância disso. (…) Por exemplo, o Brasil ajudou a construir a Marinha da Namíbia. Países como Cabo Verde querem a nossa cooperação.”

Submarino com Propulsão Nuclear Brasileiro

Quanto ao Submarino com Propulsão Nuclear Brasileiro, o Ministro da Defesa, Embaixador Celso Amorim ressaltou aspectos importante sobre sua construção e emprego: “Nós temos necessidade de proteger a nossa costa, principalmente, não a costa stricto sensu, mas toda zona das 200 milhas, mais a Plataforma Continental. E qual é a vantagem do submarino nuclear?  (…) um submarino nuclear não quer dizer um submarino com armas nucleares, é à propulsão nuclear. Qual é a grande vantagem do submarino à propulsão nuclear em relação ao submarino convencional? É o tempo que ele fica debaixo d’água. É o tempo que ele é capaz de observar sem ser observado e, portanto, capacidade de defender sem ser atacado. Então, o submarino nuclear, fundamentalmente, tem este objetivo.”
A entrevista foi concedida ao jornalista Paulo Henrique Amorim. A íntegra da conversa pode ser assistida pela Internet, na página da Marinha na Internet na seção Sala de Imprensa “Marinha na Mídia/Televisão”.

FONTE: Nomar

8
Deixe um comentário

avatar
8 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
Requenamarcio.ppFernando "Nunão" De MartiniLyweraldocalheiros Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
lg_carvalho
Visitante
lg_carvalho

Dois anões morais, e irresponsáveis, falando acerca de um tema sensível que é a defesa nacional. Em um país o anão que se diz ministro da defesa não estaria ocupando o cargo, da mesma forma que o anão que se intitula jornalista já estaria atrás das grades. Esse é o “Brasil – PuTênfia”!

Giordani RS
Visitante
Giordani RS

Eu, como só entendo do “aviãozinho”, fico pensando, o que será que o subnuc vai atirar quando encontrar um inimigo…será armado com bodoquê(estilingue para os de fora da República), peixe-espada congelado, torpedo da 2ª Guerra???

eraldocalheiros
Visitante
eraldocalheiros

Meu caro Giordani pq essa preoculpação com o que vamos atirar com nosso super super sub nuclear, segundo informações fidedigna a gloriosa está treinando a tripulação de tal vetor de guerra com o mais novo equipamento ultra muderno rsrsr a nossa Catapulta sub aquatica muquear , tal equipamento sem precedente e nunca antes visto na istoria desse pais.

Lyw
Visitante
Lyw

Não vejo até onde vamos em comentários que buscam apenas denegrir a imagem do ministro, creio que poderíamos nos atentar ao debate, e se discordarmos em algo expressarmos nossas considerações. Falando sobre o que foi dito no vídeo, que é o que deveriam estar comentando aqui, creio que tenho de concordar que o tema defesa precisa ser aberto à sociedade, iniciativas como o livro branco são interessantes neste sentido. Outra coisa que achei que poderíamos pensar um pouco a respeito é sobre algo que foi dito no vídeo pelo ministro a respeito do crescimento de investimentos em defesa, o mesmo… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Giordani, Torpedo da 2ª guerra, apesar de ainda ter sido útil nas Malvinas, aqui no Brasil só tem em museu. A Marinha chegou até a fabricar torpedos com tecnologia do final da IIGM aqui: http://www.naval.com.br/blog/sistema-de-armas/falando-em-fabricacao-de-torpedos/#axzz2AirMmv2b O que temos de mais moderno hoje é o MK 48 MOD 6AT dos EUA, recentemente integrado à classe Tupi / Tikuna, com lançamentos de testes já realizados: http://www.naval.com.br/blog/2009/11/13/marinha-do-brasil-realiza-lancamentos-de-torpedo-mk-48-mod-6at-adcap/#axzz2AirMmv2b http://www.naval.com.br/blog/2011/10/17/submarino-tapajo-realiza-lancamento-real-de-torpedo-mk-48-mod-6at/#axzz2Aiqdl9lQ Não seria má ideia integrá-los também aos cinco futuros submarinos da atual encomenda do Prosub, embora estes tenham seus próprios armamentos planejados. Tempos atrás, o que foi noticiado como armas (tanto para os quatro submarinos… Read more »

Giordani RS
Visitante
Giordani RS

Interessante…faz exatamente um ano que o Tapajó fez um lançamento real!
E no caso dos hermanos, para um navio da segunda guerra, nada melhor que um torpedo da segunda guerra… 🙂

marcio.pp
Visitante
marcio.pp

Achei estranho o ministro nao explicar o porque da Namibia ter interesse em aumentar o intercambio/treinamento junto a MB, e ser tratada por ele como parceira do Brasil no atlantico sul e comprar navios de guerra de outros paises…. Celso Amorim falou muito ,tambem sobre doaçoes e ajuda aos nossos vizinhos sulamericanos, contando com a reciproca ajuda no futuro se necessario. Será????

Requena
Visitante
Active Member
Requena

Me recuso a assistir um vídeo com Celso Amorim sendo entrevistado por Paulo Henrique Amorim(são parentes?) Dois completos imorais. Um recebe dinheiro público pra defender o governo na mídia. O outro recebe salários como membro de conselhos de estatais, sem nunca trabalhar nelas. Um recurso usado pelos vermelhos para inflar salários de gente importante no partido. Ou seja, dois canalhas. No mais o Celso Amorim é apenas um borra botas inútil e incompetente que foi colocado no cargo como forma de vingança da presidAntA contra os militares. E que perdeu completamente a moral entre o comando das FFAAs quando quis… Read more »