Home Aviação Naval Marinha entrega mais um AF-1 Skyhawk para a Embraer

Marinha entrega mais um AF-1 Skyhawk para a Embraer

382
15

Cumprindo o cronograma do Programa de Modernização das Aeronaves AF-1/AF-1A, no dia 15 de outubro de 2012, a aeronave N-1011 aterrissou no aeroporto de Gavião Peixoto-SP(SBGP). Trata-se do terceiro jato do Primeiro Esquadrão de Aviões de Interceptação e Ataque (VF-1) entregue à Empresa Brasileira de Aeronáutica (EMBRAER).

Esta aeronave será o protótipo do programa que, conduzido pela Marinha do Brasil e pela EMBRAER, visa atualizar os sistemas e sensores dos vetores do VF-1. A chegada da N-1011 às instalações da EMBRAER não só sinaliza uma nova fase para o Esquadrão VF-1, mas também garante o andamento satisfatório do Programa como um todo.

Mais imagens dos jatos AF-1

Duas outras aeronaves também aparecem em imagem que ilustra nota a respeito da visita, em 18 de outubro, de 43 oficiais alunos do Curso de Política e Estratégia Aeroespaciais (CPEA) ao Complexo Aeronaval.

A Comitiva foi recepcionada pelo Comandante da Força Aeronaval, Contra-Almirante Victor Cardoso Gomes, no DIACTA, que logo após proferiu uma palestra sobre as OM e atividades desenvolvidas no Complexo. Em seguida, a comitiva realizou visitas ao CIAAN e aos Esquadrões HU-2 e VF-1.

FONTE / FOTOS: Comando da Força Aeronaval (textos compilados e editados)

15
Deixe um comentário

avatar
15 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
10 Comment authors
SoyuzernaniborgesdaltonlGalantethomas_dw Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
adrianobucholz
Visitante
adrianobucholz

Afinal, quantos AF-1/AF-1A a marinha possui ????

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Adriano,

Possui vinte e três, sendo três bipostos. Parte foi estocada praticamente desde o recebimento.

Doze aeronaves deverão ser modernizadas (os três bipostos e nove monopostos).

Para saber mais sobre como eles são e de onde vieram, esse link do Poder Aéreo é ótimo:

http://www.aereo.jor.br/2011/06/06/conhecendo-o-a-4-skyhawk-ii/

E para conhecer a modernização, há diversas matérias aqui no Poder Naval. É só digitar AF-1 no campo busca.

adrianobucholz
Visitante
adrianobucholz

Valeu Nunão…. Ótimo link mesmo!! Att…

Luis
Visitante
Luis

É gastar vela mais-ou-menos com defunto em avançado estado de decomposição!

Marcos
Visitante
Member
Marcos

A Marinha opera um vetor projetado na década de 50 do século passado.
E a Força Aérea opera um vetor muito mais jovem, quase um adolescente, projetado na década de 60.

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

E segue a mais caras restauração, de acervo de museu aeronaval, da história…
E a história dos “main spar” comprometidos, como é que ficou, se é que algum dia; foi???
A boa engenharia, seja naval ou aeronáutica, costuma reagir mto mal, qndo desrespeitada.

thomas_dw
Visitante
Member
thomas_dw

Os A-4 da Marinha tem a mesma idade dos F-18 do Canada

Marcos
Visitante
Member
Marcos

O primeiro vôo do A-4 ocorreu em 1954, foi introduzido em 1956 e a última unidade foi fabricada em 1979.

Já o F-18 entrou em serviço em 1983 e continua em produção até hoje.

daltonl
Membro
Active Member
daltonl

O F/A-18 das quais houve 4 variantes, A, B, C e D teve sua produção finalizada em 1999. O A-4 é ideal para o NAeSP e a MB acertou, na minha opinião à aquisição de ambos,afinal há planos de adquirir um novo NAe. O que preocupa é que o NAeSP só terá sua ala aérea completa daqui uns 3 anos quando então terá talvez 10 anos de vida restante, incluindo mais periodos de manutenção. Seria preciso iniciar a construção de um novo NAe em 2015 para que o mesmo estivesse pronto em 2025, então das duas uma: Ou acabamos como… Read more »

ernaniborges
Visitante
Member
ernaniborges

Na prática já estamos sem NAe mesmo. Para substituir o São Paulo, acredito que iremos comprar um de ocasião. Quem sabe o porta helicópteros que a Inglaterra irá desincorporar em 2014???
Aí faríamos uma “adaptação” por alguns milhões de dólares para operar meia dúzia de de A-4s.

daltonl
Membro
Active Member
daltonl

Nem todo dinheiro do mundo faria um A-4 pousar no HMS Illustrious, é
simplesmente impossivel.

É possivel que o “Lusty” seja poupado e seja transformado em museu, ao menos é que se comenta.

abs

Soyuz
Visitante
Member
Soyuz

Criticas ao AF-1 à parte uma coisa merece ser comentada. Você pega um A-4 ou F-5 com 40 anos de idade e ainda consegue restaurá-lo põe pra voar mais 10 ou 15 anos. Se é vantajoso é outro debate. O que pretendo chamar a atenção é sobre o quão bem construído são estes aviões. Já outras “linhagens” de aviões de combate não durão metade disto. A FAB por exemplo tem 15% dos seus AMX em situação que não vale a pena recuperá-los economicamente, e olha que o AMX mais velho tem metade da idade dos F-5 mais antigos. Centenas de… Read more »

Marcos
Visitante
Member
Marcos

Aviões mais novos usam mais compósitos.

Marcos
Visitante
Member
Marcos

Você também pode pegar um BF109 e restaurar. Mas e ai, vai enfrentar um F-35?