quinta-feira, janeiro 20, 2022

Saab Naval

Array

Fotos da cerimônia de inativação do USS ‘Enterprise’

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.naval.com.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres


- Advertisement -

11 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
maxi47

CVN 65 vai deixar saudades…. e que o CVN-80 USS ENTEPRISE não demore a chegar.

daltonl

Na verdade o que houve foi a cerimonia de inativação. Deverá haver outra cerimonia de descomissionamento dentro de alguns meses, mas
o descomissionamento oficial espera-se que seja em 2017 e no mesmo dia ele será retirado da lista de navios da US Navy, ou “stricken”.

Durante os proximos 4 anos o USS Enterprise terá o restante do combustivel nuclear removido e preparado para ser rebocado para a costa oeste contornando a América do Sul para então ter seus reatores removidos e acondicionados em local proprio e ser desmantelado um processo que levará vários anos.

Fernando "Nunão" De Martini

“daltonl em 02/12/2012 as 13:37”

Alteramos o título agora, Daltonl. Obrigado.

CVN76

Só alguns detalhes para complementar o post do amigo Dalton: O Enterprise ficará por cerca de um ano em Norfolk para retirar tudo que ainda possa ser usado; móveis, medicamentos, colchões, ferramentas, material de escritório….do papel higiênico ao pacote de açúcar ou sal… Depois ele irá ser rebocado para Newport News para remover todo o combustível nuclear o que durá cerca de 2 a 3 anos… Aí sim ele será rebocado para o Estaleiro Naval de Bremerton no Pacífico, uma vêz lá os 8 reatores serão retirados e transporatdos de balsa para o “Hanford Site” onde serão enterrados….. E por… Read more »

Daglian

daltonl e CVN76,

Existe alguma possibilidade (eu imagino que não) do Enterprise, mesmo sendo rebocado, fazer alguma parada no Brasil ou em algum país da América Latina?

Agradeço de antemão!

Sds

daltonl

Franz ! Meses atrás escrevi para Newport News querendo saber em que doca seca o USS Enterprise iria, já que a 12 está ocupada pelo futuro USS Gerald Ford e a 11 será usada pelo USS Abraham Lincoln. Demorou, mas não é que desta vez responderam: só que a resposta não foi bem a que eu queria, pois quem respondeu disse que não fazia ideia mas que provavelmente já tinham pensado nisso… 🙂 Meu palpite é que com o lançamento do futuro USS Gerald Ford, o USS Enterprise possa ir para a 12 , pois irá demorar alguns anos para… Read more »

CVN76

Dalton!

Também creio que será feito como você escreveu…..

Daglian!

Muito difícil; creio que a única possibilidade seria se a tripulação do (s) rebocador (es) tiverem que ser trocadas durante a viagem ou se eles não tiverem mantimentos suficientes para uma viagem tão longa e aí sim teriam que fazer uma parada em algum lugar…

MO!

Você como especialista em rebocadores, o que acha a respeito??

José da Silva

Respondo essa pelo MO 🙂

Uma faina dessas é moleza para o pessoal da area. Digo moleza no bom sentido pois reboques de longa duração são super comuns e existem muitas empresas especializadas nesse tipo de trabalho e com decadas (algumas sao quase centenarias) de experiencia.

Por exemplo temos a SVITZER, a SMIT, a CROWLEY (que esta incorporando os AHT classe OCEAN), MAERSK (fornecedor top top do Pentagono), FAIRMOUNT, URAG, empresas chinesas hehehehe etc.

Dá para fazer esse reboque por Magalhaes ou Africa do Sul tranquilo.

CVN76

Oi Zé

Obrigado pelos esclarecimentos; as empresas que você citou fazem muito reboques de plataformas de petróleo de Cingapura para o Brasil ou Estados Unidos e muitas vezes fazem uma parada na Cidade do Cabo…..

Daglian

Agradeço aos colegas pelas respostas. Resta a esperança…

José da Silva

Sim eles fazem paradas lá direto, mas nem sempre com troca de tripulacoes. A maioria da vezes é para reabastecimento ou apenas para completar os tanques e consumo de bordo em geral, além é claro de fazer pequenos reparos e ajustes na amarracao dos cabos de reboque porque atravessar o Indico, o sul da Africa e cruzar o Atlantico Sul (em especial no meio do ano) é dose.

Os comandantes dos AHT London, Singapore e Rotterdam da Svitzer adoram escrever em blogs e sites especializados narrando as aventuras dessas travessias com as suas tripulacoes.

Publicidade
- Publicidade -
Parceiro

Últimas Notícias

40ª força-tarefa da Marinha Chinesa é enviada para missão de escolta no Golfo de Áden

A 40ª força-tarefa da Marinha do Exército de Libertação Popular da China (PLA Navy) partiu de um porto militar...
- Advertisement -