Home Noticiário Internacional Gasto com pessoal na ARA atinge 81% do orçamento da força

Gasto com pessoal na ARA atinge 81% do orçamento da força

298
3

Operação e manutenção de navios e infraestrutura recebem pouco mais de um milhão por dia

 

Hundido-Santisima-Trinidad-corrosion-flotacion_CLAIMA20130126_0081_17

O gasto com pessoal na Marinha da Argentina (ARA) consomem 81% de todos os recursos da força e cresceram 23,8% este ano, ao passo que os recurso para manter os meios e a infraestrutura aumentaram apenas 12% em relação à 2012. Isso significa que se destina por dia pouco mais de um milhão para manter a frota e dez vezes mais que o gasto com soldos e outras despesas com pessoal.

Para manter os navios em estado de prontidão a ARA conta com 392,2 milhões por ano, o que representa apenas 8,25% dos recursos de toda a força, que chegam a 4,75 bilhões dos quais 3,884 bilhões são gastos com os 23.700 homens e mulheres do efetivo.

Observa-se que a manutenção e o funcionamento dos navios depende do “Comando de Adiestramiento y Alistamiento de la Armada”, onde se decide e são relatados todas as operações navais.

A cada quatro anos, segundo as práticas recomendadas pelos especialistas e organismos internacionais, os navios de guerra devem ser colocados em dique seco para uma revisão completa. Fontes navais informaram que o ‘destructor’ Santísima Trinidad, desativado em 2004, não passava por uma etapa de revisão como esta desde o final da década de 1990.

Também é frequente a aplicação de pinturas especiais para dar maior proteção ao casco, pelo tempo que o navio passa sob as intempéries, e evitar o impacto negativo que a água provoca. Nada disto aconteceu com o navio que afundou na semana passada segundo uma fonte do ‘La Nación’.

Em função da escassez de recursos para a operacionalidade da força, vários navios da ARA apresentaram problemas no mar e se somaram à detenção da Fragata Libertad em Ghana, além dos problemas nos geradores da corveta Espora durante três meses na África do Sul.

FONTE: infobae (tradução e edição, Poder Naval, a partir do original em espanhol)

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
joseboscojr
joseboscojr
7 anos atrás

Oitenta por cento com gasto com pessoal?
A solução é simples: é só voltar a “propulsão” a remo.

Giordani
Giordani
7 anos atrás

E depois os sofistas capitaneados pela “aloprada” diz que foi sabotagem…foi sim…