quarta-feira, março 3, 2021

Saab Naval

Coreia do Norte ameaça bases americanas em Guam

Destaques

IMAGENS: Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais – A11

Algumas das melhores fotos do NAeL Minas Gerais (A11) com seu grupo aéreo embarcado de aviões P-16 Tracker da...

TOPEX 1-87: USS Nimitz e cruzador nuclear USS California no Brasil, em 1987

Em 1987 eu era tripulante da fragata Niterói - F40 e quando estava em operação no mar, fazia parte...

SIMULAÇÃO: ‘Operação Pólvora’ – FAB e MB enfrentam o USS Nimitz

No início de novembro, o presidente Jair Bolsonaro em discurso com tom bélico ameaçou usar pólvora quando acabar a...
Alexandre Galante
Ex-tripulante da fragata Niterói (F40), jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br


vinheta-clipping-navalA Coreia do Norte disse que pode atacar bases militares dos Estados Unidos no Japão e na ilha de Guam, no Pacífico, se for provocada, um dia depois de o líder norte-coreano, Kim Jong-un, supervisionar a simulação de um ataque com uma aeronave não-tripulada à Coreia do Sul.

O Norte também realizou exercícios de ataques aéreos, na quinta-feira, depois de acusar os Estados Unidos de prepararem um ataque militar usando aviões de bombardeio que sobrevoaram a península coreana, como parte de exercícios militares da Coreia do Sul junto com forças norte-americanas.

A Coreia do Norte intensificou sua retórica em resposta ao que chama de exercícios militares “hostis” da Coreia do Sul com os Estados Unidos. O país também ficou irritado com a imposição de novas sanções da ONU, que veio após o teste nuclear realizado no dia 12 de fevereiro.

“Os Estados Unidos são aconselhados a não esquecerem que nossas ferramentas de precisão de alvo tem dentro de sua faixa de alcance a base Anderson da Força Aérea, em Guam, de onde o B-52 decola, bem como o continente japonês, onde submarinos nucleares estão alocados e bases da Marinha em Okinawa”, informou o porta-voz do Supremo Comando Militar do Norte, segundo a agência de notícias KCNA.

Bases no Japão e no Pacífico norte-americano estão na faixa de abrangência dos mísseis de médio alcance da Coreia do Norte.

A Coreia do Norte disse que revogou o armistício que encerrou a Guerra da Coreia de 1950 a 1953 e ameaçou um ataque nuclear contra os Estados Unidos.

Separadamente, a Coreia do Sul disse que um ataque de hackers aos servidores de emissoras locais de TV e bancos, na quarta-feira, teve origem a partir de um endereço de IP da China, levantando suspeitas de que a intrusão veio da Coreia do Norte.

FONTE: O Estado de S. Paulo

- Advertisement -

7 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
aldoghisolfi

MAS que gentinha…

Bem diz o velho ditado de que a gente devemos ter cuidado com os baixinhos, são muito arrenegados e estão sempre mal humorados por causa do nariz, que está sempre cheirando azedos…

Marcos

A Coréia do Norte já fez um ataque com um submarino contra uma fragata sul-coreana. Não duvido que essa gente acabe fazendo alguma loucura e efetuando um ataque nuclear contra o Japão ou Coréia do Sul.

Diegolatm

Se eles invetarem de fazer uma loucura dessas, só espero que não utilizem bombas nucleares…porque certamente os EUA estão com umas centenas apontadas para a KN, é só uma faisquinhas que a guerra começará.

nunes neto

kkkkkk, até parece, isso é jogo de poker,estão blefando, se eles atacarem essa base já era, varridos da face da terra (a elite dominante principalmente, claro junto com alguns milhares de pobres cidadões coitados),non têm condições de sairem vitoriosos dessa briga!

Marcos

Mas que o baixinho é atrevido, isso é.

daltonl

“…bem como o continente japonês, onde submarinos nucleares estão alocados…”

Não há submarinos nucleares baseados no Japão. Há sim, 3 SSNs baseados em Guam que constituem o SUBRON 15.

Vader

Já passou da hora desses caras tomarem umas bombinhas na cabeça…

- Advertisement -

Guerra Antissubmarino

Marinha Real do Reino Unido adquire o Sistema de Treinamento de Guerra Anti-Submarino da Saab

A Saab recebeu um pedido para fornecer à Marinha Real do Reino Unido o sistema de treinamento de guerra...
- Advertisement -
- Advertisement -