Home Marinha do Brasil Marinha do Brasil participa da Operação ‘PAMPAREX/2013’

Marinha do Brasil participa da Operação ‘PAMPAREX/2013’

283
8

AMAZONAS

vinheta-clipping-navalSob o Comando do Comandante do Grupamento de Patrulha Naval do Sudeste, três Navios de Distritos Navais distintos suspenderam para a Operação “PAMPAREX/2013”, no período de 12 de março a 8 de abril.

A operação, que envolve cerca de 180 militares, teve início com o deslocamento do Navio-Patrulha “Gravataí” de Salvador para o Rio de Janeiro, onde se juntou ao Navio-Patrulha Oceânico “Amazonas”, prosseguindo até Rio Grande (RS), onde a Corveta “Imperial-Marinheiro” foi incorporada, formando o Grupo-Tarefa 113.1.

A operação contempla a realização de uma série de exercícios no mar, como manobras táticas entre navios em formatura, aproximação de navios para transferência de carga entre os navios, operações aéreas, combate a incêndios e alagamentos, dentre outros. Além disso, a “PAMPAREX/2013” serve como importante ferramenta de estreitamento de laços entre a Marinha do Brasil e as Armadas da República Argentina (ARA) e da República Oriental do Uruguai (AROU), por ocasião da visitação aos portos de Mar Del Plata, Argentina, e Montevidéu, Uruguai.

FONTE: Nomar

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
aldoghisolfi
aldoghisolfi
7 anos atrás

Muito navio p’rá pouquinha armamento…

ernaniborges
ernaniborges
7 anos atrás

É sem dúvidas muito bonito, mas, merecia uma peça de 70mm.
Alguém sabe se ele possui alguma capacidade anti-submarina e anti-aérea ?

Almeida
Almeida
7 anos atrás

Esse Amazonas ia ficar lindo com um Bofors Trinity 40mm automatizado ali na proa! E muito mais capaz também, operacionalmente e logisticamente, diga-se de passagem…

Almeida
Almeida
7 anos atrás

aldoghisolfi e ernaniborges, navio patrulha oceânico não precisa de capacidade antisubmarina e antiaérea. Só precisava mesmo era de um armamento de tubo mais moderno e integrado.

Almeida
Almeida
7 anos atrás

Ah sim, e um hangar para helicóptero orgânico! Quisera eu a MB encomendasse mais 3 unidades desses capazes vetores, com as modificações que mencionei, de fábrica.

nunes neto
nunes neto
7 anos atrás

Almeida, não seja econômico peça mais 7 unidades, para chegar-mos as 10 planejadas, mas sendo realista se vierem as 5 do Prosuper já estava bom demais,com os requisitos da marinha e sistemas brasileiros, sem dúvida a MB acertou em cheio com a compra dessas 3 belezas vão tampar uma lacuna importante, o amazônas está navegando direto.Abçs

ernaniborges
ernaniborges
7 anos atrás

Ele foi dimensionado para a realidade de outra Marinha e comprado já pronto pelo Brasil.
Como no pacote veio a licença para a construção de outros aqui, poderemos incorporar outro armamento principal, e o hangar, não?

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
7 anos atrás

Deixem a troca do armamento para o futuro, quando e se construírem outras unidades, para as quais valeria de fato a pena incorporar ao menos um hangar (telescópico, se for o caso). De resto, como a compra incluiu o treinamento com essas armas de 30mm e 25mm, que já ouvi dizer que são muito boas, assim como uma cota de munição, deve-se aproveitar para experimentá-las e compará-las. Até a hora de se definir e adquirir o armamento de possíveis novos navios da classe, tem muito tempo para experimentar… No futuro, conforme o armamento que for padronizado nas próximas escoltas, pode-se… Read more »