quinta-feira, maio 26, 2022

Saab Naval

Cáceres-2013

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.naval.com.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Cáceres 2011

O Comando do 6° Distrito Naval realizou, no período de 25 de fevereiro a 15 de março, a Operação “Cáceres-2013”. Ela marca o inicio do ano operativo e tem o propósito de adestrar os militares e meios subordinados na realização de Operações Ribeirinhas. A operação foi realizada em conjunto com a 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira do Exército Brasileiro (EB) e com a Força Aérea Brasileira (FAB).

No percurso de Ladário (MS) a Cáceres (MT), os navios realizaram Patrulha Naval, atuando por meio de ação preventiva e repressiva contra delitos transfronteiriços e ambientais, na Garantia da Lei e da Ordem na calha do rio Paraguai e nas águas sob jurisdição do 6° Distrito Naval.

Na ocasião, também foram realizados exercícios de controle de bases de combate flutuantes e terrestres, operações aéreas de esclarecimento, evacuação aeromédica, apoio aéreo aproximado por aeronave da FAB, desembarque ribeirinho, e ultrapassagem da tropa de Fuzileiros Navais desdobrada no terreno por um Pelotão de Infantaria do EB. Durante a operação, a Força-Tarefa Ribeirinha recebeu a visita do Comandante do 6° Distrito Naval, Contra-Almirante Rodolfo Frederico Dibo.

Participaram da Operação os seguintes meios: Navio de Transporte Fluvial “Paraguassu”, Monitor “Parnaíba”, Navio de Apoio Logístico Fluvial “Potengi”, Navio de Assistência Hospitalar “Tenente Maximiano”, os Navios Patrulha “Piratini”, “Pirajá” e “Poti” e a Embarcação de Apoio Fluvial “Leverger”; uma companhia de Fuzileiros Navais do Grupamento de Fuzileiros Navais de Ladário (GptFNLa); e uma aeronave do 4° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (HU-4).

FONTE: Nomar

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -
Publicidade
Parceiro

Últimas Notícias

Navios de guerra britânicos podem ser enviados para quebrar o bloqueio de Putin aos portos do Mar Negro

A Grã-Bretanha está coordenando com seus aliados um plano potencial para enviar navios de guerra ao porto de Odessa,...
- Advertisement -